17 maio 2017

Resenha - O Bazar dos Sonhos Ruins, Stephen King


Livro: O Bazar dos Sonhos Ruins
Autor(a): Stephen King
Editora: Suma de letras
Páginas: 527
Adquira: Saraiva | Submarino
Livro cedido através da parceria com a editora
"Mestre das histórias curtas, o que Stephen King oferece neste livro é uma coleção generosa de contos – muitos deles inéditos no Brasil. E, antes de cada história, o autor faz pequenos comentários autobiográficos, revelando quando, onde, por que e como veio a escrever (ou reescrever) cada uma delas. Temas eletrizantes interligam os contos; moralidade, vida após a morte, culpa, os erros que consertaríamos se pudéssemos voltar no tempo... Muitos deles são protagonizados por personagens no fim da vida, relembrando seus crimes e pecados. Outros falam de pessoas descobrindo superpoderes – como o colunista, em “Obituários”, que consegue matar pessoas ao escrever sobre suas mortes; ou o velho juiz em “A duna”, que ainda criança descobre uma pequena ilha onde nomes surgem misteriosamente na areia – nome de pessoas que logo morrem em acidentes bizarros. Em “Moralidade”, King narra a vida de um casal que vai se despedaçando quando os dois mergulham no que, a princípio, parece um vantajoso pacto com o Diabo.

Eu sou muito suspeito para falar Stephen King (pronuncia-se Steven), top 1 na minha lista de escritores favoritos, mais uma vez me encanta no jeito simples de escrever, na forma óbvia de descrever personagens e nos críveis diálogos dessa e de outras obras. O fascínio começou quando ainda criança, nos anos 80, li simultaneamente os livros O Cemitério e It – A Coisa. Fiquei assombrado e completamente obcecado por esses livros. De lá pra cá não parei mais de ler, nunca li tantas obras do mesmo autor como li os livros do Sr. King. Pra quem nunca leu nada do autor ou não se identifica com o gênero terror, recomendo a leitura desse livro ou qualquer outra coleção de contos (existem dez outros) dele, pois saiba que não são histórias de terror escrachado e a maioria das histórias nem mesmo são de terror, são histórias fantásticas.

Não são só boas histórias, a arte do livro é impecável, a capa é linda e em alto relevo. A diagramação está ótima e as páginas são levemente amareladas pra não agredir os olhos. Capricho da editora Suma de Letras.

Talvez você queira comprar algum dos meus produtos agora, não? Tudo o que você vê foi feito à mão, e apesar de eu amar cada um deles, fico feliz em vendê-los, porque os fiz especialmente para você. Fique à vontade para examinar todos, mas tome cuidado, por favor. Os melhores têm dentes.

Bom, vamos lá, como já disse anteriormente, O Bazar dos Sonhos Ruins é um livro de contos. São 20 contos no total com diversos temas diferentes, mostrando uma grande versatilidade que esse autor tem. É possível observar diversas características do processo criativo dele, prato cheio pra quem é fã e adora imaginar como o escritor chegou a uma determinada ideia, como ele inventou aquela história toda.

Antes de cada conto, existe uma breve introdução explicando o processo criativo do autor e é fantástico. Só isso já teria valido a experiência de leitura desse livro, não fosse a riqueza dos contos em si. O legal é que toda aquela reflexão e digestão que temos ao final de um livro que nos emociona ou que de alguma forma nos impacta, acabamos tendo a cada 30 minutos de leitura, ao final de cada conto. Alguns contos são mais longos e requerem um pouco mais de tempo que isso para terminar, mas são ótimos assim mesmo. Não vou comentar sobre todos eles para não ficar muito longo, mas vou comentar alguns que me impressionaram pela qualidade dos contos:

Milha 81 – Logo de cara temos uma história das mais intrigantes do livro. Esse é o primeiro conto e talvez o mais horripilante. O conto é sobre Pete, um menino com seus dez anos de idade que vive querendo ser como George, seu irmão mais velho. George tem os amigos mais descolados do local, são aqueles que aprontam de tudo, as brincadeiras mais arriscadas que só os mais velhos podem brincar. Pete sempre fica fora das brincadeiras e tem que passar o dia sozinho. O quartel general dos amigos de George fica na beira da estrada, em um ponto de parada abandonado na milha 81. Pete então resolve brincar nesse local e provar para seu irmão que ele também pode fazer parte do grupo e acaba adormecendo por lá. É aí que tudo acontece...

Batman e Robin tem uma discussão – Nem todo conto desse livro tem elementos sobrenaturais, esse é um desses casos. Essa é uma história tocante sobre pais e filhos e como nossos heróis de infância tem seus defeitos e qualidades. Os eventos desse conto poderiam acontecer com qualquer pessoa, inclusive você.

A Duna – Mais um conto de mistério com final surpreendente. Um juiz aposentado revela um costume que ele tem e uma fixação por uma ilha que tem uma duna que nunca se desfaz. Essa duna guarda um segredo e todos os dias da sua vida, o juiz rema seu caiaque até a ilha. Que segredo será esse? Aposto que você vai querer ler.

UR – No princípio achei que esse conto foi feito exclusivamente para promover o leitor de ebooks da Amazon, acho até que foi mesmo. Achei chato no começo, mas do meio para o fim ficou interessante, vale ler até o fim.

Garotinho Malvado – Esse sim é um conto fantástico onde o mal está personificado em um garotinho. Poderia ser mais um caso de bullying, mas os eventos seguintes podem ir longe demais.

Esses são apenas alguns contos, mas todos são ótimos, eu prometo.



- - - - -
Postagem válida para o TOP COMENTARISTA, Participe!
Valendo um exemplar de O Sol Também é Uma Estrela.





10 comentários

  1. Oi Leandro!!!
    Ainda não tinha lido nada referente a esse livro e minhas tentativas ainda para ler os livro do autor ainda foram leituras não finalizadas, mas pretendo terminar ainda, sobre esse livro de contos gostei de saber que o autor ainda deu uma diversificada nos contos não sendo todos de terror e são bons da mesma forma.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  2. Leandro!
    King tem uma versatilidade em sua escrita que consquista o leitor a cada novo livro.
    Adoro contos e ver o mestre do terror trazer contos diversificados em assunto, porem intensos da mesma forma em relação ao conteúdo, é maravilhoso.
    “Conhecer os outros é sabedoria. Conhecer-se a si próprio é sabedoria superior.” (Lao-Tsé)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Mestre King sempre consegue nos surpreender com suas histórias. E como a apaixonada por contos que sou, este livro está na lista de desejados desde que foi lançado recentemente.
    A capa dele é um espetáculo e outro ponto que amo é o número de páginas!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Tenho muita vontade de embarca nas leituras das obras desse autor, porém por aborda um gênero que não costumo ler, sempre fico com certo receio, mas enfim, após ler muitas resenhas desse livro de contos em questão, fiquei ainda mais interessada, com uma super vontade de adquirir um exemplar. Principalmente por ter um introdução que fala sobre como autor produz essas estória, o que me deixou ainda mais curiosa.

    ResponderExcluir
  5. Olá,
    Sou fã de terror e quero muito ler alguns livros desse autor incrivel, já li algumas resenhas do livros deles e me encantaram, não seria diferente com esse.. por mas eu não gosta de contos mas esse me chamou atenção pelos contos serem feito e demostrar algo super diferente!

    ResponderExcluir
  6. Nunca li muita coisa dele, só um livro mesmo que consegui. Mas é um autor que gostaria de ler mais. Gostei desse livro por ser de contos. Mesmo que tenha aquele lado macabro do autor acho que tá bem legal por serem pequenas histórias que atiçam o imaginário e faz a gente ficar bobo com os rumos que levam. Parece que tem alguns aí que são bem horríveis! Mas o autor sabe mexer com a nossa cabeça e criar personagens bem reais e interessantes. Gostaria muito de ver como está esse livro =)

    ResponderExcluir
  7. Oi Leandro,
    Faz anos que tenho a curiosidade de ler um livro do grande Stephen King, sempre tive a curiosidade de ler uma obra desse autor tão aclamado, mas confesso que tenho um pouco de receio, não curto nenhum pouco o gênero de terror haha. Mas vou seguir a sua dica e ler primeiro uma coleção de contos, e já que esse as histórias são fantásticas e não de terror acho que vou ficar mais confortável no primeiro contato.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Nossa! Amo livros de contos e tenho certeza que esses são maravilhosos!
    Stephen King é rei mesmo. Amo as histórias dele e estou esperando ganhar mais dinheiro para poder compra-lo!

    ResponderExcluir
  9. Lembro que quando li O cemitério eu entendia que o nome dele era STÉFEN iuheiueheuiheheuih ainda bem que não demorei a aprender que é Steven, mas ainda hoje ouço muita gente falando errado.
    Quando vi esse livro não sabia que eram contos, mas de cara fiquei interessada por ser do King. Pelas resenhas que andei lendo, Garotinho malvado e A duna são os que eu mais vou gostar.
    Vi bastante gente dizendo que UR foi o melhor conto, agora fiquei curiosa pra saber por que você achou que foi pra promover o Kindle hahaha

    Duas Leitoras - Promoção de aniversário rolando no blog! Serão 3 vencedores!

    ResponderExcluir
  10. Quero ler esse livro, pois gosto dos livros do autor. Milha 81 chamou minha atenção por ser intrigante e horripilante. A Duna também por ter mistério e final surpreendente, pois adoro. E O Garotinho Malvado já que o conto é fantástico, mas na verdade só lendo para saber quais os favoritos rs.

    ResponderExcluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥