24 abril 2017

Resenha - Mitologia Nórdica, Neil Gaiman


Livro: Mitologia Nórdica
Autor(a): Neil Gaiman
Editora: Intrínseca
Páginas: 288
Adquira: Saraiva | Submarino
Livro cedido através da parceria com a editora
Neil Gaiman tem sido inspirado pela mitologia antiga na criação dos reinos fantásticos de sua ficção. Agora ele volta sua atenção para a fonte, apresentando uma versão bravura das grandes histórias do norte. Na mitologia nórdica, Gaiman permanece fiel aos mitos ao prever o maior panteão dos deuses nórdicos: Odin, o mais alto dos altos, sábios, ousados ​​e astutos; Thor, filho de Odin, incrivelmente forte, mas não o mais sábio dos deuses; E Loki-filho de um irmão de sangue gigante para Odin e um malandro e insuperável manipulador. Gaiman modela essas histórias primitivas em um arco romântico que começa com a gênese dos nove mundos lendários e mergulha nas façanhas de deidades, anões e gigantes. Uma vez, quando o martelo de Thor é roubado, Thor deve disfarçar-se como uma mulher - difícil com sua barba e enorme apetite - para roubá-lo de volta. Mais pungente é o conto em que o sangue de Kvasir - o mais sagaz dos deuses - se transforma em um hidromel que infunde bebedores com poesia. O trabalho culmina em Ragnarok, o crepúsculo dos deuses e o renascimento de um novo tempo e de pessoas. Através da prosa hábil e espirituosa de Gaiman surgem esses deuses com suas naturezas ferozmente competitivas, sua susceptibilidade a ser enganados e enganar os outros e sua tendência a deixar a paixão inflamar suas ações, fazendo com que esses mitos há muito tempo respirem uma vida pungente novamente.


Mitologia Nórdica foi um livro de “primeiras vezes” pra mim. Sim, foi meu primeiro contato com a escrita de Neil Gaiman e meu primeiro contato com o mundo da mitologia nórdica. E pasmem, – não mais do que eu, claro! – eu me encantei por este mundo.

Neil Gaiman nos mostra em 15 contos, todos de sua própria autoria, - como ele mesmo faz questão de nos alertar já nas primeiras páginas - os ricos detalhes da história dos deuses. Claro, quem nunca tinha ouvido falar em Thor? O todo poderoso Thor e seu martelo? Sim, eu já. Mas pouco sabia da história desse deus, mal sabia que ele possuía um humor sarcástico, e mesmo sabendo que era forte, não imaginava o quão forte era.

21 abril 2017

Resenha - A Sereia, Kiera Cass


Livro: A Sereia
Autor(a): Kiera Cass
Editora: Seguinte
Páginas: 320
Adquira: Saraiva | Submarino
Livro cedido através da parceria com a editora
Uma menina misteriosa. O garoto de seus sonhos. A Água entre eles. Anos atrás, Kahlen foi salva de um naufrágio pela própria Água. Para pagar sua dívida, a garota se tornou uma sereia e, durante cem anos, vai precisar usar sua voz para atrair pessoas até o mar e afogá-las. Kahlen está decidida a cumprir sua sentença à risca, até que ela conhece Akinli. Lindo, carinhoso e gentil, o garoto é tudo com que Kahlen sempre sonhou. Apesar de não poderem conversar — pois a voz da sereia é fatal —, logo surge uma conexão intensa entre os dois. É contra as regras se apaixonar por um humano, e se a Água descobrir, a sereia será obrigada a abandoná-lo para sempre. Mas pela primeira vez em muitos anos de obediência, Kahlen está determinada a seguir seu coração.


Kahlen se tornou sereia aos dezenove anos, durante uma viagem marítima com sua família. Certa noite, uma melodia atraiu todos os passageiros para o convés. De tão encantadora, ela desorientou todos a bordo. A chuva torrencial foi se mostrando desimportante na medida em que a vontade de estar envolta pela água aumentava. A necessidade de tê-la preenchendo cada espaço do seu corpo era tão grande que todos pularam na águas.

20 abril 2017

Nos Cinemas - Paixão Obsessiva





Filme: Paixão Obsessiva (Unforgettable)
Diretor(a): Denise Di Novi
Distribuidora: Warner Bros
Duração: 1h40mim
Lançamento: 20 de Abril de 2017
Classificação: 14 anos

Quando o casamento entre David e Tessa termina, ele fica com a casa e com a guarda da filha pequena. Tessa, furiosa com a situação, descobre que ele já está envolvido com uma nova mulher, Julia, uma vítima de abuso por parte do ex-marido. Enquanto Julia se adapta à vida de madrasta, Tessa bola um plano para sabotar a nova namorada de David e retomar o relacionamento.


Depois de viver assombrada em um relacionamento abusivo, Júlia está prestes a recomeçar sua vida com David. Um cara maravilhoso que a trata como toda mulher merece ser tratada. Prestes a se casarem, Júlia larga sua cidade, emprego e se muda para a casa de David. A intenção é começar a se adaptar a nova cidade, a nova casa e a filha de seu futuro marido, a doce Lily.

19 abril 2017

Resenha - Cilada para um marquês, Sarah MacLean


Livro: Cilada para um marquês (Escândalos e Canalhas #1)
Autor(a): Sarah MacLean
Editora: Gutenberg
Páginas: 320
Adquira: Saraiva | Submarino
Livro cedido através da parceria com a editora
Sophie Talbot é conhecida pela Sociedade como uma das Irmãs Perigosas – mulheres Talbot que fazem de tudo para se arranjar com algum aristocrata. O apelido chega a ser engraçado, pois se existe algo que Sophie abomina é a aristocracia. Mas parece que mesmo não sendo uma irmã tão perigosa assim, o perigo a persegue por todos os lugares. Quando a mais “desinteressante” das irmãs Talbot se torna o centro de um escândalo, ela decide que chegou a hora de partir de Londres e voltar para o interior, onde vivia antes de seu pai conquistar um título. Em Mossband, ela pretende abrir sua própria livraria e encontrar Robbie, um jovem que não vê há mais de uma década, mas que jura estar esperando por ela. No entanto, ao fugir de Londres, seu destino cruza com o de Rei, o Marquês de Eversley e futuro Duque de Lyne, um homem com a fama de dissolver noivados e arruinar as damas da Sociedade. Rei está a caminho de Cumbria para visitar o odioso pai à beira da morte e tomar posse de seu ducado. Tudo o que ele menos precisava era de uma Irmã Perigosa em seu encalço. O Marquês de Eversley está convicto de que Lady Sophie Talbot invadiu sua carruagem para forçá-lo a se casar com ela e conquistar um título de futura duquesa. Já Sophie tenta provar que não se casaria com ele nem que fosse o último homem da cristandade. Mas e quando o perigo tem olhos verdes, cabelos claros e a língua afiada? Essa viagem será mais longa do que eles imaginavam…


A família Talbot protagonizou diversos escândalos desde a sua chegada a Londres. Aparentemente, Jack Talbot ganhou o título de conde em uma mesa de carteados e mesmo que tenha feito uma grande fortuna com a extração de carvão, o dinheiro não consegue comprar o respeito da aristocracia. A visão de que é um alpinista social é reforçada por suas filhas que vivem a caça de um marido nobre. As Irmãs Perigosas não se importam de estar sempre envolvidas em fofocas, na realidade até gostam da atenção. Menos a caçula Sophie, que odeia ver sua família sendo humilhada daquela forma.

Elas nunca enxergaram a verdade - que as irmãs Talbot poderiam se casar com príncipes da família real e mesmo assim não seriam bem-vindas na Sociedade.

18 abril 2017

Resenha - O Erro, Elle Kennedy



Livro: O Erro (Amores Improváveis #2)
Autor(a): Elle Kennedy
Editora: Paralela
Páginas: 279
Adquira: Saraiva | Submarino
Livro cedido através da parceria com a editora
Logan parece viver uma vida de sonhos. Com um talento incrível para jogar hóquei e um charme inato para conquistar mulheres, ele é uma das maiores estrelas da universidade de Briar. Mas por trás do característico sorriso maroto, ele esconde duas grandes angústias – a primeira, estar apaixonado pela namorada de seu melhor amigo. A segunda, saber que sua vida, após a formatura, se tornará um beco sem saída. Um dia, por acaso, ele conhece Grace, uma garota tão encantadora quanto intrigante. Tudo nela parece ser original e deliciosamente contraditório – tímida, mas ao mesmo tempo vibrante. Doce, mas ao mesmo tempo forte e confiante. A cada encontro, Logan se vê mais e mais envolvido. Mas um grande erro colocará o relacionamento desses dois jovens em risco. Agora, Logan terá que se esforçar para reconquistar Grace – nem que para isso ele precise amadurecer e encarar de frente as suas questões mais profundas e doloridas.

ESSA RESENHA NÃO POSSUI SPOILER DO LIVRO ANTERIOR.
LEIA A RESENHA DE O ACORDO.


John Logan aproveita seus dias da melhor maneira, porque sabe que sua liberdade tem prazo de validade. Ser um dos destaques do time de hóquei da universidade lhe trouxe certa popularidade entre as mulheres, mas ele não contava que pudesse acabar apaixonado justo pela namorado do seu melhor amigo. Decidido a esquecê-la (e também para fugir do casal), Logan não dispensa uma festa e as aproveita com uma acompanhante diferente por noite. É é a procura de uma dessas farras que ele acaba batendo na porta do alojamento de Grace.

Ainda não consegui decifrar essa garota. É doce, mas não parece ingênua. Transmite inocência, mas também é supersegura de si.

17 abril 2017

Resenha - Quem era ela, JP Delaney


Livro: Quem era ela
Autor(a): JP Delany
Editora: Intrínseca
Páginas: 336
Adquira: TravessaBuscapé
Livro cedido através da parceria com a editora
É preciso responder a uma série de perguntas, passar por um criterioso processo de seleção e se comprometer a seguir inúmeras regras para morar no nº 1 da Folgate Street, uma casa linda e minimalista, obra-prima da arquitetura em Londres. Mas há um preço a se pagar para viver no lugar perfeito. Mesmo em condições tão peculiares, a casa atrai inúmeros interessados, entre eles Jane, uma mulher que, depois de uma terrível perda, busca um ponto de recomeço. Jane é incapaz de resistir aos encantos da casa, mas pouco depois de se mudar descobre a morte trágica da inquilina anterior. Há muitos segredos por trás daquelas paredes claras e imaculadas. Com tantas regras a cumprir, tantos fatos estranhos acontecendo ao seu redor e uma sensação constante de estar sendo observada, o que parecia um ambiente tranquilo na verdade se mostra ameaçador.Enquanto tenta descobrir quem era aquela mulher que habitou o mesmo espaço que o seu, Jane vê sua vida se entrelaçar à da outra garota e sente que precisa se apressar para descobrir a verdade ou corre o risco de ter o mesmo destino. Com um suspense de tirar o fôlego e um clima de tensão do início ao fim, JP Delaney constrói um thriller brilhante repleto de reviravoltas até a última página. Uma história de duplicidade, morte e mentiras.


Quem era ela conta a história de Emma e Jane, duas mulheres que sofreram grandes traumas recentemente e que estão em busca de um novo começo, uma nova chance de reescrever suas histórias. O que elas têm em comum? A chance de recomeçar. Pelo menos é o que elas pensam. Será que elas conseguirão?

Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥