17 julho 2019

Resenha - Algo Maravilhoso, Judith McNaught


Livro: Algo Maravilhoso (Sequels #2)
Autor(a): Judith McNaught
Editora: Bertrand
Páginas: 406
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Alex sabe que é diferente das outras garotas. Após a morte do pai, viu a situação financeira da família caminhar perigosamente rumo ao abismo, e coube a ela se tornar “o homem da casa”. Apesar das dificuldades, Alex ainda crê que alguma coisa extraordinária possa acontecer. No entanto, salvar a vida do belo Jordan Townsende, duque de Hawthorne e um famoso libertino, não estava em seus planos, assim como casar com a jovem que o livrara de uma bala no peito não estava nos de Jordan. O duque tem uma dívida com a srta. Lawrence... E ele nunca deixa de quitar seus débitos. Estabelecê-la em uma de suas propriedades, no interior, e, então, retornar a Londres e à cama de suas amantes parece ser o arranjo perfeito. Sua rotina não precisa ser abalada. Exceto que o espírito livre de Alex cativa Jordan, profunda e rapidamente. Um pouco tarde demais, o duque percebe que seu coração de pedra não é tão duro quanto imaginou, e sua esposa pode ser um perigo muito maior que aquela bala.

Alexandra Lawrence é uma jovem diferente das mocinhas de sua época. Corajosa, inteligente e vivaz, nossa protagonista perdeu o pai aos 14 anos e precisou assumir desde muito cedo a administração de seu lar e a situação financeira da família que beirava o abismo. Apesar da vida simples e das poucas regalias que se podia permitir, Alex via cada dificuldade como um obstáculo a ser superado, sempre acreditando que assim como a chegada de cada estação, havia a promessa de algo maravilhoso lhe acontecer.

O que ela não esperava era ver seus planos mudarem de maneira inesperada após salvar a vida do famoso libertino Jordan Townsende, duque de Hawthorne. Devido a um mal entendido, a reputação de Alex fica comprometida e não resta alternativa a Jason além de casar-se com a jovem a fim de livra-la de um escândalo. A verdade é que Jason deve a Alex sua própria vida e para quitar essa dívida decide prosseguir com o casamento e estabelecer a esposa em uma de suas propriedades no interior. Dessa forma poderia retornar a Londres e continuar com a vida regada a libertinagem. Ele só não imaginava que seu coração de desacreditado do amor seria conquistado pela garota inocente, sincera e generosa com quem se casara.

15 julho 2019

Resenha - Já disse que te amo?, Estelle Maskame


Livro: Já disse que te amo? (Já Disse Que Te Amo? #1)
Autor(a): Estelle Maskame
Editora: Arqueiro
Páginas: 336
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
PRIMEIRO VOLUME DA TRILOGIA JÁ DISSE QUE TE AMO. Romance, lealdade e drama em uma trilogia que envolve o leitor desde a primeira página. Três verões inesquecíveis de segredos, mágoas e amores proibidos e avassaladores. Eden Munro foi para a Califórnia aproveitar o sol, as praias e celebridades. Seria um verão maravilhoso se ela não tivesse que conhecer sua nova família, repleta de estranhos: um pai que não vê há três anos, uma madrasta simpática até demais e três irmãos postiços. Na casa chique, ela vai ter que ficar bem ao lado do quarto de Tyler Bruce, o mais velho dos irmãos. Ele tem olhos verdes que transbordam raiva e sarcasmo, um ego maior que uma mansão de Beverly Hills e cara de poucos amigos. Eden nunca tinha conhecido alguém tão desagradável e tão... intrigante. Aos poucos, Eden tenta entender o que faz de Tyler uma pessoa tão envolvente quanto o clima da Califórnia. Em meio às festas e às novas amizades, ela percebe que está se apaixonando pela única pessoa que não deveria. Já Disse Que Te Amo? é o primeiro livro da trilogia de Estelle Maskame, que teve mais de 4 milhões de acessos no Wattpad.

Eden não tem qualquer contato com o pai há três anos. Por isso quando recebe um convite para passar as férias de verão com ele e sua nova família na ensolarada Califórnia, a ideia lhe parece insana. ⠀Ela sabe que a ausência e a falta de esforço do pai em fazer parte da sua vida não o faz merecer sua companhia, mas a oportunidade de se afastar do clima chuvoso e dos problemas de Portland parece promissora. Por isso ela decide embarcar para Los Angeles e viver novas experiências no “Estado Dourado”.

Chegando à nova casa do pai, Eden é recepcionada pela madrasta e os dois filhos mais jovens, todos muito gentis e amáveis. Ela só não imaginava que Tyler - seu irmão postiço mais velho fosse tão grosseiro e arrogante. E para piorar a situação, seu vizinho de quarto.

13 julho 2019

Lançamentos da Faro Editorial (Julho/ 2019)



Feitos de Sol, Vinícius Grossos

E se você soubesse que o mundo está prestes a acabar, qual seria o último momento que você gostaria de guardar para sempre? E se fosse sua última chance de seguir seu coração e descobrir um mundo novo de possibilidades? E se você encontrasse o verdadeiro amor prestes a enfrentar o bug do Milênio? Essas eram algumas das dúvidas que Cícero tinha em mente, no auge de seus 15 anos e prestes a vivenciar a virada dos anos 2000. Mas tudo isso mudou no instante em que Vicente atravessou o seu caminho e colocou tudo de pernas para o ar. A Faro Editorial lança em julho “Feitos de Sol”, o novo romance de Vinicius Grossos, um dos mais amados autores nacionais de YA. Vinícius incluiu nesta obra cenas que ele próprio viveu: a luta por aceitação em um lar religioso e o medo do fim do mundo. Neste romance, vamos acompanhar os planos finais de dois meninos que viram suas vidas se entrelaçarem quando um grande desastre estava prestes a acontecer. Vicente, um jovem reprimido por uma família extremamente religiosa e conservadora. Cícero, um garoto criado apenas pela mãe com muito carinho, mas com enormes dúvidas quanto ao seu papel no mundo. Unidos pelo destino em busca da última edição de uma revista da qual eram fãs, Vicente e Cícero vão descobrir o valor da amizade e do primeiro amor, o peso do ódio e do preconceito, e meio a momentos inesquecíveis em uma das décadas mais fantásticas: os anos 90. Um a história delicada e divertida sobre o primeiro amor e suas consequências.


Da Liberdade Individual E Econômica - Princípios Do Pensamento Liberal, John Stuart Mill


"Se apenas uma pessoa fosse de opinião contrária, a humanidade não poderia silenciar a sua voz." Base para o pensamento político liberal moderno, este tratado de um dos maiores pensadores da história, debate o conceito de liberdade e exalta a individualidade, a diversidade e a inconformidade, como comportamento saudável das civilizações. Explorando quais são os limites do governo na vida do indivíduo, o autor foi um dos pioneiros a refletir o papel da autoridade social e a soberania individual. Trata-se de um relato poderoso, que conceitua princípios extremamente atuais. As palavras de Mill sobre a necessidade de proteger a liberdade individual da “tirania da maioria” continuam altamente influentes. Elas integram sua defesa da liberdade de expressão como um processo de determinação da verdade, bem como o direito de ser “protegido” da falsidade é o mesmo que ser “protegido ou impedido” da possibilidade de conhecer a verdade. Neste livro, você encontrará o pensamento sobre as liberdades básicas, suas máximas e suas objeções à intervenção dos governos e instituições.
Uma obra atemporal que constitui um documento histórico em que se baseiam todas as
discussões nas sociedades democráticas.

11 julho 2019

Resenha - O perfume da folha de chá, Dinah Jefferies


Livro: O perfume da folha de chá
Autor(a): Dinah Jefferies
Editora: Paralela
Páginas: 432
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Em 1925, a jovem Gwendolyn Hooper parte de navio da Escócia para se encontrar com seu marido, Laurence, no exótico Ceilão, do outro lado do mundo. Recém-casados e apaixonados, eles são a definição do casal aristocrático perfeito: a bela dama britânica e o proprietário de uma das fazendas de chás mais prósperas do império. Mas ao chegar à mansão na paradisíaca propriedade Hooper, nada é como Gwendolyn imaginava: os funcionários parecem rancorosos e calados, e os vizinhos, traiçoeiros. Seu marido, apesar de afetuoso, demonstra guardar segredos sombrios do passado e recusa-se a conversar sobre certos assuntos. Ao descobrir que está grávida, a jovem sente-se feliz pela primeira vez desde que chegou ao Ceilão. Mas, no dia de dar à luz, algo inesperado se revela. Agora, é ela quem se vê obrigada a manter em sigilo algo terrível, sob o preço de ver sua família desfeita.

perfume da folha de chá é uma obra recheada de segredos e aparências que nada condizem com a realidade dos personagens, a obra se passa num país chamado Ceilão que curiosamente é o Sri Lanka dos dias atuais, o que torna essa trama ainda mais interessante e prazerosa, não somente pelo contesto em que está inserida, mas também pelo cenário onde ela é construída.

Tudo se passa no ano de 1925 quando Gwendolyn Hooper, com 19 anos, vai para o Ceilão, já casada com Laurence, que é proprietário de uma fantástica fazenda de chá, ele é um dos maiores empresários do seu tempo.

09 julho 2019

Resenha - Vilão, V. E. Schwab


Livro: Vilão (Villains #1)
Autor(a): V. E. Schwab
Editora: Record
Páginas: 364
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Uma história sobre ambição, inveja, desejo e superpoderes, da autora da série Tons de Magia.
Victor e Eli, dois jovens brilhantes, arrogantes e solitários, se conheceram na Universidade de Merit e logo se deram bem, identificando um no outro a mesma sagacidade e a mesma ambição. No último ano da faculdade, o interesse em comum numa pesquisa sobre adrenalina, experiências de quase morte e poderes sobrenaturais lhes oferece uma possibilidade antes inimaginável: de que uma pessoa, sob as condições certas, seja capaz de desenvolver habilidades extraordinárias. No entanto, quando colocam em prática essa teoria, as coisas dão muito errado. Dez anos depois, Victor foge da prisão, determinado a encontrar seu antigo amigo — agora inimigo. Para localizá-lo, ele conta com a ajuda de uma garotinha, Sydney, cuja natureza reservada esconde uma habilidade sem igual, mas extremamente perigosa. Enquanto isso, há dez anos Eli tem uma única missão: erradicar todas as pessoas ExtraOrdinárias que encontra — exceto sua ajudante, Serena, uma mulher enigmática e persuasiva, capaz de impor sua vontade a qualquer um. Armado com poderes terríveis e movido pela lembrança da traição e da perda, Victor caça seu arqui-inimigo em busca de vingança e de um embate no qual sabe que um dos dois deve morrer.

Victor Vale e Eliot Cardale se conheceram e ficaram amigos na universidade de Merit quando cursavam medicina. Ambos eram jovens brilhantes, arrogantes e ambiciosos e apesar da amizade, viviam uma constante disputa interna de quem era o melhor. Isso se intensificou no último ano de faculdade ao realizarem uma pesquisa e descobrirem que após uma EQM (experiência de quase morte), algumas pessoas desenvolviam poderes extraordinários, tornando-se os chamados EOS (ExtraOrdinários).

A fim de comprovar e estudar os efeitos da pesquisa, eles se submetem ao experimento. Victor adquire habilidades relacionadas ao controle da dor, enquanto a EQM de Eli o trás de volta ao mundo dos vivos com a capacidade de cura e regeneração. E o que em teoria deveria ser um avanço para ciência, se torna um caso de polícia.

07 julho 2019

Lançamentos da Editora Intrínseca (Julho/ 2019)



Um lugar bem longe daqui, Delia Owens

Por anos, boatos sobre Kya Clark, a “Menina do Brejo”, assombraram Barkley Cove, uma calma cidade costeira da Carolina do Norte. Ela, no entanto, não é o que todos dizem. Sensata e inteligente, Kya sobreviveu por anos sozinha no pântano que chama de lar, tendo as gaivotas como amigas e a areia como professora. Abandonada pela mãe, que não conseguiu suportar o marido abusivo e alcoólatra, e depois pelos irmãos, a menina viveu algum tempo na companhia negligente e por vezes brutal do pai, que acabou também por deixá-la. Anos depois, quando dois jovens da cidade ficam intrigados com sua beleza selvagem, Kya se permite experimentar uma nova vida — até que o impensável acontece e um deles é encontrado morto. Ao mesmo tempo uma ode à natureza, um emocionante romance de formação e uma surpreendente história de mistério, Um lugar bem longe daqui relembra que somos moldados pela criança que fomos um dia e que estamos todos sujeitos à beleza e à violência dos segredos que a natureza guarda. A obra foi incluída no clube de livros de Reese Witherspoon, que posteriormente adquiriu os direitos de adaptação cinematográfica e vai produzir o filme com a Fox 2000.


O labirinto do fauno, Guillermo del Toroi & Cornelia Funke


Quando estreou nos cinemas, O Labirinto do Fauno encantou público e crítica com sua história que mesclava sonho e realidade, trazendo para o universo da fantasia o cruel cotidiano da Espanha fascista de Franco. Mais de dez anos depois, a produção permanece conquistando fãs e mostrando que boas histórias são atemporais. Nesta edição mais do que especial, o escritor, diretor e roteirista mexicano Guillermo del Toro — a mente por trás do filme e um dos artistas mais inventivos dos últimos tempos — se une a Cornelia Funke, premiada escritora de contos de fadas modernos e autora da trilogia Mundo de Tinta, para narrar a jornada de uma menina pelo Reino dos Homens e pelo Reino Subterrâneo. No ano de 1944, Ofélia e a mãe cruzam uma estrada de terra que corta uma floresta longínqua ao norte da Espanha, um lugar que guarda histórias já esquecidas pelos homens. O novo lar é um moinho de vento tomado pela escuridão e pela crueldade do capitão Vidal e seus soldados, dispostos a tudo para exterminar os rebeldes que se escondem na mata. Mas o que eles não sabem é que a floresta que tanto odeiam também abriga criaturas mágicas e poderosas, habitantes de um reino subterrâneo repleto de encantos e horrores, súditos em busca de sua princesa há muito perdida. Uma princesa que, segundo os sussurros das árvores, finalmente retornou ao lar. No livro, a narrativa de Ofélia é intercalada com ilustrações e contos de fadas inéditos, baseados em elementos-chave de O Labirinto do Fauno. A obra é uma impactante ode ao poder das histórias, seja em imagens ou palavras, e a sua capacidade de transformar a realidade a nossa volta.



Medicina dos Horrores, Lindsey Fitzharris

Em Medicina dos horrores, a historiadora Lindsey Fitzharris narra como era o chocante mundo da cirurgia do século XIX, que estava às vésperas de uma profunda transformação. A autora evoca os primeiros anfiteatros de operações — lugares abafados onde os procedimentos eram feitos diante de plateias lotadas — e cirurgiões pioneiros, cujo ofício era saudado não pela precisão, mas pela velocidade e pela força bruta, uma vez que não havia anestesia. Não à toa, os mais célebres cirurgiões da época eram capazes de amputar uma perna em menos de trinta segundos. Trabalhando sem luvas e sem qualquer cuidado com a higiene básica, esses profissionais, alheios à existência de micro-organismos, ficavam perplexos com as infecções pós-operatórias, o que mantinha as taxas de mortalidade implacavelmente elevadas. É nesse cenário, em que se considerava mais provável um homem sobreviver à guerra do que ao hospital, que emerge a figura de Joseph Lister, um jovem médico que desvendaria esse enigma mortal e mudaria o curso da história. Concentrando-se no tumultuado período entre 1850 e 1875, a autora nos apresenta Lister e seus contemporâneos e nos conduz por imundas escolas de medicina, os sórdidos hospitais onde eles aprimoravam sua arte, as “casas da morte” onde estudavam anatomia e os cemitérios, que eles volta e meia invadiam para roubar cadáveres. Chocante e revelador, Medicina dos horrores celebra o triunfo de um visionário, cuja busca para atribuir um caráter científico à medicina terminou por salvar milhões de vidas.


As férias da minha vida
, Clara Savelli

Há muito tempo, Ísis sonha com sua viagem de quinze anos. Na cabeça dela, estava tudo certo: iria para a Disney com a melhor amiga, Viviane. Quando os pais da amiga mudam os planos porque querem que Brenda, irmã mais nova de Vivi, vá junto, a frustração é grande. Dois anos depois, a viagem dos sonhos vai finalmente se concretizar. Só que a comemoração dos quinze vai ser aos dezessete. E a viagem terá outro destino... Por influência de Cecília, a tia hilária de Vivi e Brenda, elas embarcam rumo à República Dominicana, um país que Ísis nem sabe apontar no mapa. Apesar de ser a adulta responsável pelo trio, Cecília vive com a cabeça no mundo da lua e só está preocupada com aplicativos de relacionamentos e as bebidas que o Caribe tem a oferecer. Ísis não faz ideia de como seus pais ultracontroladores concordaram com a viagem, mas, já que autorizaram, ela quer aproveitar ao máximo! Um mês de sol, praia, partidas de vôlei e tranquilidade... A República Dominicana era a descrição perfeita do paraíso. No entanto, o universo parece ter outros planos, que envolvem surpresas, reviravoltas e, quem sabe, até um novo amor. Em As férias da minha vida, Ísis vai descobrir que nem sempre a vida segue um roteiro. E que isso pode trazer experiências inesquecíveis.


O desaparecimento de Josef Mengele,  Olivier Guez


Josef Mengele, o médico nazista que ficou conhecido como Anjo da Morte no campo de concentração de Auschwitz, escolhia o destino de suas vítimas: as câmaras de gás, os trabalhos forçados ou seu laboratório, alimentado diariamente com anões, gigantes, deformados e gêmeos para pesquisas e experimentos macabros. Ele consegue escapar dos tribunais no fim da Segunda Guerra Mundial, mudando-se para a América do Sul em 1949, quando chega à Argentina. Escondido sob vários pseudônimos, Mengele acredita poder levar uma vida nova em Buenos Aires. A Argentina de Perón é benevolente, o mundo inteiro quer esquecer os crimes cometidos pelos nazistas. Mas a perseguição recomeça e o médico precisa fugir para o Paraguai e depois para o Brasil. Sua mudança de esconderijo para esconderijo não cessou até a sua morte misteriosa em uma praia brasileira no ano de 1979. Como um médico da mais temida organização nazista pôde passar despercebido por trinta anos? O desaparecimento de Josef Mengele é um mergulho em um mundo corrompido pelo fanatismo, a política, o dinheiro e a ambição, habitado por velhos nazistas, agentes do Mossad, espiões e ditadores. Olivier Guez traça a odisseia da fuga de Josef Mengele pela América do Sul, em um romance-verdade sobre sua vida clandestina depois da guerra.

05 julho 2019

Resenha - A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata, Mary Ann Shaffer e Annie Barrows


Livro: A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata
Autor(a): Mary Ann Shaffer e Annie Barrows
Editora: Rocco
Páginas: 304
Adquira: Amazon

O título conta a história de Juliet Ashton, uma escritora em busca de um tema para seu próximo livro. Ela acaba encontrando-o na carta de um desconhecido de Guernsey, Dawsey Adams, que entra em contato com a jornalista para fazer uma consulta bibliográfica. Começa aí uma intensa troca de cartas a partir da qual é possível identificar o gosto literário de cada um e o impacto  transformador que a guerra teve na vida de todos. As correspondências despertam o interesse de Juliet sobre a distante localidade e narram o envolvimento dos moradores no clube de leituras – a Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata –, além de servirem de ponto de partida para o próximo livro da escritora britânica. O clube, criado antes de existir de fato, foi formado de improviso, como um álibi para proteger seus membros dos alemães. O que nenhum dos integrantes da Sociedade imaginava era que os encontros pudessem aproximar os vizinhos, trazer consolo e esperança e, principalmente, auxiliar a manter, na medida do possível, a mente sã. As reflexões e as discussões a respeito das obras os livraram dos pensamentos sobre as dificuldades que enfrentavam e ainda serviram para aproximar pessoas de classes e interesses tão díspares, de pescador a frenólogo, de dona de casa a enfermeira. Instigada pela força dos depoimentos, a jornalista decide visitar Guernsey, onde a convivência com as pessoas que conheceu por cartas e a descoberta sobre as experiências dos ilhéus lhe dão uma nova perspectiva. A viagem proporciona à escritora mais do que material para seu livro. Guernsey oferece a chance de recomeçar após a Guerra, fazer amizades sinceras e encontrar o amor – em suas diversas formas. O que ela encontra por lá, e as relações que trava, mudam sua vida para sempre. A autora Mary Ann Shaffer não sobreviveu para assistir ao sucesso da sua estreia literária – ela morreu em fevereiro de 2008, aos 73 anos. A sociedade literária e a torta de casca de batata recupera um mundo que se perdeu entre os escombros da guerra, feito de camaradagem e solidariedade, delicadeza e simpatia. Nele, a guerra – e a morte – é vencida por um batalhão de personagens igualmente sensíveis e sedutores, que conduzem os leitores pelas mãos, através de um narrativa, humana e marcadamente feminina, até o fim.



Em janeiro de 1946, Juliet Ashton é uma escritora de 33 anos em busca de um tema inspirador para seu próximo livro. Ela quer escrever sobre algo em que possa mergulhar de cabeça e coração, mas um bloqueio criativo a vem impedido de prosseguir com sua obra.

O tema surge juntamente com uma carta de um desconhecido das Ilhas de Guernsey - local ocupado pelas tropas alemãs no período da Segunda Guerra. Após encontrar o endereço da jornalista em um antigo livro, Dawsey Adams entra em contato para fins de consulta bibliográfica. E para expressar seu amor pela literatura, escreve sobre o clube de leitura - A Sociedade Literária e a Torta de Casca de Batata, criado por improviso para proteger seus integrantes durante os cinco anos em que Guernsey e seus moradores sofreram as consequências da guerra.

Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥