14 setembro 2020

Resenha - De repente dois, Natália Dias


Livro: De repente dois
Autor(a): Natália Dias
Editora: Independente
Páginas: 374
Adquira: Amazon

Marco Bittencourt tinha tudo o que queria: uma vida rodeada de luxo, mulheres à sua disposição e liberdade. Porém, tudo isso muda completamente quando Guilhermina Medeiros resolve reaparecer na sua vida. Antes intensa, carismática e alegre, Guilhermina se tornou uma mulher insegura, triste e marcada pelo sofrimento. Ela era um antigo amor que Marco, ingenuamente, achava que já tinha superado. E a mulher não reaparece sozinha, surge com dois bebês, que ela jura pela sua vida que são filhos dele. O homem, que antes não tinha preocupação nenhuma além do seu trabalho como psicólogo e da administração da academia, vê-se responsável por dois bebês e por uma mulher, que incrivelmente ainda mexe com seus sentimentos e desejos. Marco terá que descobrir se conseguirá lidar com a árdua tarefa de ser pai de dois e ainda decidir se está disposto a deixar Guilhermina e todos os seus segredos entrarem novamente na sua vida. HISTÓRIA PROIBIDA PARA MENORES DE DEZOITO ANOS.

Desde que o amor da sua vida o abandonou sem qualquer explicação, Marco Bittencourt tenta seguir a vida e esquecer a mágoa que o corrói a cada instante. Para isso, ele se mantém ocupado com seus pacientes no consultório de psicologia, a administração da academia que lhe pertence e as noites de sexo sem compromisso, até que, seu passado bate à porta, trazendo Guilhermina Medeiros, a mulher que partiu seu coração de volta, mas com uma grande adição, um casal de gêmeos que ela jura que são filhos dele.

Guilhermina, antes conhecida pela sua vivacidade, espírito indomável e vaidade, agora não passa de uma lembrança da mulher que Marco um dia conheceu. O que aconteceu para que aquela mulher forte e cheia de vida se transformasse na versão submissa, insegura e retraída que o encara? Ele não sabe, sua única certeza é que precisa ajudá-la, mesmo que isso reviva todos os meses de dor e sofrimento que enfrentou após seu sumiço.

E enquanto o coração de Marco vai amolecendo na convivência com os gêmeos, os motivos que envolvem a fuga de Guilhermina são entregues, mostrando que situações traumáticas possuem o grande poder de desestruturar vidas e relacionamentos, mesmo os mais sólidos.

Com uma história bem construída e diálogos divertidos, De repente dois é uma comédia romântica com uma pitada de sensualidade. O livro também traz temas importantes e reflexivos, mas a autora não se aprofunda muito nessas questões, permitindo que a obra permaneça com um tom leve, e que o foco principal se desenvolva na retomada das relações entre o casal e na construção da família que se forma.

Acompanhar o empoderamento de Guilhermina e aceitação de seu corpo após a maternidade foi o ponto alto da história, bem como a transformação de Marco de solteirão em exemplo de pai cuidadoso e babão. Eu morri de amores por esse homem! E não posso deixar de mencionar Luna e Mateo, os gêmeos que roubam a cena em muitos momentos da história.

De repente dois é o típico romance para devorar e se apaixonar. Indico o livro para quem busca uma leitura leve, bem escrita, com altas doses de fofura e um final emocionante.


09 setembro 2020

Resenha - A Guardiã, Gabriel Gouvêa


Livro: A Guardiã (A Caverna de Cristal #01)
Autor(a): Gabriel Gouvêa
Editora: Amazon
Páginas: 333
Adquira: Amazon

Aos 14 anos, Ishtar teve sua vida - e toda a sua noção de realidade – completamente modificadas. Já não bastassem os acontecimentos estranhos em sua vida desde o seu último aniversário, um inesperado ataque de um monstro levou-a ao convite que mudaria a sua vida: tornar-se estudante no Colégio dos Guardiões, onde poderia desenvolver poderes incríveis que nem ela mesma sabia possuir. Vivendo agora em uma cidade estranha, onde acaba conhecendo seres de dimensões paralelas, ela terá de aprender a lidar com seus poderes e essa nova realidade, contando com a ajuda dos amigos que fará nessa jornada de aprendizado. A Caverna de Cristal é o primeiro volume da série A Guardiã, e irá agradar aqueles que gostam de livros de fantasia.


Mundos paralelos, demônios e uma guerra entre o bem e o mal são os principais ingredientes da fantasia infanto-juvenil A Guardiã, escrita pelo autor nacional, Gabriel Gouvêa.

Ao completar seus 14 anos, Ishtar percebe que eventos estranhos começaram a acontecer ao seu redor. Ela quer acreditar que tudo não passa de sua imaginação fértil, no entanto, ao ser atacada por um demônio, sua noção de realidade é completamente alterada e ela descobre que seu mundo, é apenas um dentre diversas dimensões existentes no universo, que além da humanidade, existem outras civilizações e espécies, e que uma dimensão negra aprisiona demônios que constantemente tentam atravessar as fronteiras protegidas pelos guardiões.

Após sobreviver ao ataque, Ishtar descobre que sua energia é equivalente ao necessário para se tornar uma guardiã, mas também para atrair demônios. E é por esse motivo que a adolescente é convidada a ingressar no Colégio dos Guardiões na cidade de Médita (capital eleita como símbolo de união entre as raças) e dessa forma, estudar e desenvolver potenciais poderes que ela nem imaginava possuir.

Nessa nova realidade, Ishtar conhecerá costumes e seres de outras dimensões, fará amizades que ultrapassarão as barreiras entre raças e compreenderá mais das responsabilidades e perigos de se tornar uma guardiã.

Primeiro volume de uma trilogia, A Guardiã é um livro introdutório, e o autor não economizou nos detalhes para ambientar o leitor nesse novo universo, o que pode deixar a leitura um pouco mais lenta em alguns pontos, mas nos permite ter a sensação de imersão total na obra. Além de construir uma personagem feminina forte, corajosa e decidida, gostei também da forma como a crítica racial e os preconceitos foram inseridos no contexto da história, levantando reflexões sobre o tema e mostrando que independente de idade, precisamos combatê-los, em qualquer dimensão.

Por se tratar de um primeiro volume, algumas pontas ficam soltas, mas acredito que o autor trabalhará mais essas questões nos próximos livros, então fica a expectativa de encontrar além de respostas, mais informações sobre novas dimensões.

05 setembro 2020

Resenha - Sol da Meia-Noite, Stephenie Meyer


Livro: Sol da meia-noite
Autor(a): Stephenie Meyer
Editora: Intrínseca
Páginas: 736
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Um dos maiores fenômenos editoriais dos últimos tempos, a saga Crepúsculo narra a icônica história de amor de Bella Swan, uma garota tímida e desastrada, que acaba de mudar de cidade, e Edward Cullen, um rapaz misterioso que esconde um segredo aterrorizante: é um vampiro. Desde a primeira troca de olhares, ele fez tudo para ficar longe dela, mas e se as coisas não tiverem acontecido exatamente assim? Até agora, os leitores conheceram essa trama inesquecível apenas pelos olhos de Bella. No aguardado Sol da meia-noite, vamos testemunhar o nascimento desse amor pelo olhar de Edward, mergulhando em um universo novo, sombrio e surpreendente, cheio de revelações. Conhecer Bella foi o que aconteceu de mais irritante e instigante em todos os anos de Edward como vampiro. À medida que conhecemos detalhes sobre seu passado e a complexidade de seus pensamentos, conseguimos entender por que Bella se tornou o eixo central de uma batalha decisiva em sua vida. Como Edward poderia seguir seu coração se isso significava colocar a amada em perigo? Do que ele seria capaz de abrir mão? Em Sol da meia-noite, Stephenie Meyer faz um retorno triunfal ao universo de Crepúsculo e nos transporta mais uma vez para Forks, convidando-nos a revisitar cada detalhe dessa história que conquistou milhões de fãs em todo o mundo. Em meio a uma paixão cercada de perigos sobrenaturais, vamos descobrir como Edward encara seus prazeres mais profundos e as consequências devastadoras de um amor proibido e imortal.


Há mais de dez anos, a história da mortal que se apaixonou por um vampiro me arrebatou de maneira única e inexplicável. Me apresentou o mundo da literatura sob um novo panorama e transformou a garota que anteriormente não tinha o hábito de ler, em uma leitora voraz, que criou coragem para falar de literatura na internet, iniciar sua coleção de livros e conhecer nesse universo mágico, uma geração de fãs que se tornariam seus melhores amigos.

E é por isso que Sol da meia-noite representa muito mais do que o lançamento de um livro, ele é um sonho realizado para os fãs de Crepúsculo, que ao longo dos anos, guardaram essa história no coração, e se permitiram viver suas fantasias dentro de suas próprias realidades.

03 setembro 2020

Resenha - Veloz: Correndo Contra o Amor, Evilane Oliveira


Livro: Veloz: correndo contra o amor (Colors #05)
Autor(a): Evilane Oliveira
Editora: Amazon
Páginas: 214
Adquira: Amazon

Felipe tem algumas coisas que os meninos da sua idade desejam ardentemente, mas ele não dá a mínima para elas. Ele só quer sair da faculdade e trabalhar em uma das oficinas da sua família. Esse é o seu plano. Até o seu brinquedo favorito retornar à cidade. Aurora está com o coração mais quebrado que anos atrás, quando Felipe a afastou, a intimidou perante a escola e a fez correr. Perder os pais mexe com a cabeça de uma pessoa, e isso a modificou profundamente. Agora Aurora só quer ser boa para o seu irmão mais novo. Até que seu carrasco coloca os olhos sobre ela. Felipe um dia a fez correr, mas isso não acontecerá novamente. Dessa vez, ela precisa afastar o gelo na barriga, o suor nas palmas das mãos e o palpitar do coração. Esses podem ser indícios de medo, mas Aurora não pode mentir para si mesma. A cada aproximação e olhares, ela sente a atração pulsando em suas veias. Porém, quem se apaixona por seu algoz? Pelo visto, Aurora.

Felipe e Aurora eram amigos de infância, mas após um mal entendido e muita mágoa acumulada, a amizade se quebrou, transformando-os em verdadeiros inimigos.

Para descontar a dor que Aurora o fez sentir, Felipe se torna cruel e pratica bullying com a garota à cada oportunidade. Aurora vira seu "brinquedo", e é nela que ele desconta toda sua frustração, até quê, uma mudança para outro estado os separa. O que é um alívio para Aurora, mas não para Felipe.

Sete anos depois, Aurora perde os pais em um acidente de carro e retorna para o Rio de Janeiro para morar com os avós. Além do pesadelo de perder sua família, ela precisará enfrentar seu "carrasco". Aurora sabe que Felipe estuda na mesma faculdade que ela precisará frequentar, e como imaginado, o encontro entre eles tratá à tona um passado triste e um histórico de bullying que ela só queria esquecer.

No entanto, algo está diferente agora. Aurora se transformou em uma mulher linda e Felipe em um bad boy desajado. Ao mesmo tempo em que ele tenta odiá-la, também sente uma forte atração. Sabem a história do amor e o ódio caminham lado a lado? É o que temos aqui!

- Sei que estamos andando em uma corda bamba - Aurora me encara e eu aperto o volante -, e eu vou ser a única a cair.

Não vou negar, odiei o Felipe com todas as minhas forças no início da história, mas quanto mais eu lia, mais queria saber o desfecho dessa trama. O saldo? Ri, passei raiva e me emocionei com esses personagens falhos, mas tão bem delineados e marcados pela dor. Então só posso indicar para que vocês leiam e se apaixonem também. Fui dormir as 3h da manhã envolvida por esse romance que me encantou e me deixou com um sorriso bobo no rosto. Fazia tempo que eu não devorava uma história tão rápido! Super indico!

Aos poucos, estou percebendo que o que ele sempre fala é verdade. Eu sou dele.

O livro faz parte da série Colors, mas pode ser lido de forma independente, pois são casais diferentes.

31 agosto 2020

Resenha - A Outra Face, Ricardo Valverde


Livro: A Outra Face
Autor(a): Ricardo Valverde
Editora: Intrínseca
Páginas: 301
Adquira: Amazon

Uma perseguição mortal. Uma paixão improvável e inesperada. Um suspense de tirar o fôlego. O psiquiatra do Vaticano, doutor Federico Vergara, viaja a Istambul para diagnosticar a órfã Hazael Kaige como esquizofrênica e interná-la em um sanatório da cidade. A jovem, que vive nos porões da Catedral de São Jorge, diz receber o espírito de Simão Iscariotes, pai de Judas, e insiste em dizer que não foi ele quem traiu Jesus. Alex, um ex-combatente do exército italiano, é enviado à capital da Turquia com a missão de matá-los caso o combinado tenha o seu curso alterado. Textos secretos e sonhos com o passado podem revelar a verdadeira história de Judas? Será mesmo que ele entregou Jesus?



E com um beijo na face, Judas traiu Jesus...

E se te dissessem que existe outra verdade por traz do beijo da traição que entregou Jesus aos romanos? Você ouviria essa história?

Hazael Kaige, uma jovem que vive nos porões da Catedral de São Jorge afirma receber o espírito de Simão Iscariotes, pai de Judas, que revelou em detalhes os últimos dias antes da crucificação, provando que não foi seu filho quem traiu Jesus. Tais revelações são preocupantes para a igreja, obrigando o Padre Delgado a enviar o médico psiquiatra do Vaticano Dr. Vergara para Istambul. Sua missão: diagnosticar a moça como esquizofrênica e enviá-la para um hospital psiquiátrico de segurança máxima. Para garantir que não haverá falhas no plano, o Comandante Alex é enviado para seguir Vergara e garantir que Hazael seja enviado ao sanatório, caso contrário, ambos deverão ser executados.

Em Istambul, a missão de Vergara se prova infundada. Ao conhecer Hazael e se deparar com o sobrenatural frente a frente, sua fé vacila. Enviá-la para um sanatório seria um equívoco, no entanto, quais seriam os motivos que levariam a igreja a calar a moça? Suas dúvidas e incertezas os colocarão na mira de Alex, que iniciará uma perseguição frenética e sem escrúpulos entre Istambul e Capadócia.

Em meio às fugas, Vergara compreenderá mais sobre a vocação de Hazael e o significado que tais revelações apresentam para a igreja, bem como seu propósito nessa história. Paralelamente, acompanhamos um demônio e sua sede de vingança se apossar de Padre Delgado no Vaticano e influenciar na caçada ao casal. Cientes de que a ameaça que enfrentam não se trata apenas de intervenções humanas, mas de forças demoníacas, Vergara e Hazael precisarão de toda a ajuda para sobreviver a essa missão. Tanto no mundo carnal, quanto no espiritual.

Com uma escrita fluida e bem detalhada, o que nos permite ter a sensação de andar pelas ruas de Istambul e visitar pontos importantes, o autor entrega um suspense repleto de perseguição, fé e esperança, inserindo também uma história de amor que ultrapassará as barreiras da compreensão, mas que certamente deixará o leitor com o famoso quentinho no coração.


24 agosto 2020

Resenha - A Odisseia de Hakim, Fabien Toulmé


Livro: A Odisseia de Hakim (#01)
Autor(a): Fabien Toulmé
Editora: Nemo
Páginas: 272
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Do celebrado quadrinista francês Fabien Toulmé, autor de Não era você que eu esperava e Duas vidas. “Nunca pensei que isso pudesse me acontecer. Mas me dei conta de que qualquer um pode virar um refugiado. Basta que seu país desmorone. Ou você desmorona junto, ou você vai embora.” A história real de Hakim, um jovem sírio que teve de deixar tudo para trás: sua família, seus amigos, seu negócio próprio, seu país. Tornando-se assim um refugiado. Porque a guerra estourou, porque o torturaram, porque o país vizinho parecia capaz de oferecer-lhe um futuro e segurança. Um testemunho poderoso e comovente sobre o que é ser humano em um mundo, muitas vezes, desumano.



Hakim é o filho mais velho de uma família de nove irmãs e irmãos que vem construindo sua vida e carreira na Síria. Sua infância e adolescência se passaram entre a escola e o viveiro de seu pai, motivo pelo qual na vida adulta, ele decidiu seguir a mesma profissão que aprendeu a amar e construir seu próprio negócio de jardinagem. Dedicado e trabalhador, o jovem Hakim já havia conquistado seu espaço nos negócios e adquirido a casa que um dia seria o lar da família que formaria. Tudo estava indo bem, até que em 2011, protestos começam a acontecer em sua cidade, os habitantes não aguentam mais a opressão do governo de Bashar al-Assad e clamam por um pouco de liberdade.

A esses manifestantes, o governo responde com prisão, tortura, sequestro e violência. Hakim tenta não se envolver nos protestos, mas acaba participando “indiretamente”, decisão que lhe custa tudo o que construiu ao longo dos anos. Para ter uma chance de permanecer vivo e recomeçar em segurança longe da guerra civil que oprime a Síria, Hakim precisará abandonar seu país, família, amigos e sonhos. Tornando-se um refugiado.

A Odisseia de Hakim é o primeiro volume de uma história real dividida em três partes. Desde os primeiros capítulos, Fabien Toulmé nos convida a refletir sobre a situação dos refugiados, a triste realidade que é deixar seu país e sua história de vida, os números de mortes que viram estáticas, mas que são pessoas, como eu e você. Pessoas com medo, vivendo o pesadelo da guerra, mas com esperança de apenas construir uma vida digna em outro país.

Essa graphic novel é um verdadeiro exercício de empatia e de solidariedade, não só por Hakim e por sua história de vida narrada por Toulmé, mas por todos aqueles que precisam imigrar com o coração partido ao deixarem sua própria “casa”. Por aqueles que tentam criar raízes longe de sua terra natal.

"Nunca pensei que isso pudesse me acontecer. Mas me dei conta de que qualquer um pode virar um 'refugiado'. Basta que seu país desmorone. E aí, ou você desmorona junto, ou você vai embora."

18 agosto 2020

Magia Quântica - Sílvio Guerrinha


Livro: Magia Quântica
Autor(a): Sílvio Guerrinha
Publicação: Amazon.com Services LLC
Páginas: 162
Adquira: Amazon

Um formulário mágico completo e diferente dos outros. Aborda a magia numa perspectiva moderna, eficaz e científica, alicerçando-se na física quântica. Um compêndio com mais de 150 feitiços em 162 páginas, alguns pouco conhecidos, de diversos sistemas (desde magia egípcia, magia cigana, magia afro-brasileira de umbanda e candomblé, entre mais). O livro é fruto de vários anos de pesquisa, e escrito não por um mero curioso do tema, mas sim por um praticante experiente de longa data. Método inédito divinatório de numerologia por Cagliostro, poderoso exorcismo egípcio, feitiços ciganos que já não existem em livros atuais, são alguns exemplos.



Sobre o autor:            


Sílvio Guerrinha é natural de Portugal, nascido no ano de 1979, Capricorniano. Leitor ávido, escritor profissional e pesquisador dedicado sobre temas espirituais. Estudou e praticou espiritualismo e ocultismo desde os 17 anos, aprendeu sobre Chakras, Mesmerismo e Mediunidade num conhecido Centro Espírita da sua cidade, Sines, Espiritismo Allan Kardec. Seus estudos e práticas incluem meditação, magia, magia egípcia, desenvolvimento psíquico, terapia com cristais, visão remota, metafísica, tarologia, física quântica. Para solidificar e testar seus próprios conhecimentos, ele concluiu um curso online de parapsicologia de 150 horas em 8 de junho de 2018, no Centro de Excelência. Algumas de suas áreas de interesse são: Espiritismo, Umbanda (Espiritismo Afro-Brasileiro), Xamanismo, Metafísica, Parapsicologia, Ufologia, Lei da Atração, Gnose, Cosmopaganismo, Sincromisticismo, Mitologia Egípcia e Suméria, Simbologia Ocultista, Alquimia, Tarologia, Poesia, Física quântica.


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥