25 junho 2019

Resenha - Mister, E L James


Livro: Mister
Autor(a): E L James
Editora: Intrínseca
Páginas: 432
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Uma nova história de amor apaixonante escrita pela autora que arrebatou milhões de corações no mundo todo com a Trilogia Cinquenta tons de cinza. Depois de vender 7 milhões de livros só no Brasil e de ter três de suas obras transformadas em filmes de sucesso, E L James volta com Mister, um novo romance que vai deixar os leitores sem fôlego até a última página.
Maxim Trevelyan é inglês, bonito, rico, nunca precisou trabalhar e quase nunca dorme sozinho. Essa vida fácil muda quando uma tragédia acontece e Maxim herda um título de nobreza, as propriedades da família e toda a responsabilidade que vem com isso. É um papel para o qual ele não está preparado, e que agora deve se esforçar para desempenhar. Mas o maior desafio de Maxim vai ser lutar contra a atração por uma jovem enigmática que conheceu recentemente e que guarda um segredo do passado. Discreta, Alessia é misteriosa e sedutora, e logo o desejo de Maxim por ela se transforma em algo que ele nunca experimentou e não ousa nomear. Mas, afinal, quem é Alessia Demachi? O que ela esconde? Maxim será capaz de protegê-la do mal que a ameaça? E o que ela fará quando souber que ele também tem seus segredos? Do coração de Londres, passando pelo cenário rural da Cornualha até a sombria e ameaçadora beleza dos Bálcãs, Mister é uma história de amor e suspense que vai deixar os leitores de E L James apaixonados.


Maxim Trevelyan tem 28 anos, é inglês, rico e de beleza excepcional. Nascido em uma família nobre, ele nunca precisou trabalhar e nem se esforçar para garantir companhia. Suas preocupações eram tão somente com seus hobbies, dentre eles fotografia e música. Mas tudo muda com a morte precoce de seu irmão Kit, o primogênito e herdeiro dos Trevelyan. Com a tragédia, Maxim precisa assumir o controle dos negócios da família, as propriedades e o título que vem com ele, tornando-se o 13° Conde de Trevethick.

Aos 23 anos, Alessia Demachi fugiu de seu país, de sua família e do destino que lhe foi imposto. Sua chegada à Inglaterra foi conturbada, mas não o suficiente para ofuscar a esperança de um futuro melhor. Com muito esforço e perseverança, ela tenta refazer a vida juntando o pouco que ganha nas faxinas diárias e mantendo um padrão de vida simples e sem conforto. Até que seu caminho se cruza com o de Maxim.

23 junho 2019

Lançamentos do Grupo Companhia das Letras (Junho/ 2019)



O jogo da amarelinha, Julio Cortázar
Tão radical quanto inclassificável, a obra-prima de Julio Cortázar mudou para sempre a história da literatura — e chega agora em nova edição ao leitor brasileiro. “A verdade, a triste ou bela verdade, é que cada vez gosto menos de romances, da arte romanesca tal como é praticada nestes tempos. O que estou escrevendo agora será (se algum dia eu terminar) algo assim como um antirromance, uma tentativa de romper os moldes em que esse gênero está petrificado”, escreveu Julio Cortázar numa carta de 1959, quando iniciava a escrita do que viria a ser O jogo da amarelinha. Publicado em 1963, o relato de amor entre um intelectual argentino no exílio, Horacio Oliveira, e uma misteriosa uruguaia, a Maga, ao acaso das ruas e das pontes de Paris, é um marco da literatura do século vinte. A nova edição brasileira traz uma seleção de cartas do autor sobre a escrita e a recepção de O jogo da amarelinha, tradução de Eric Nepomuceno, projeto gráfico de Richard McGuire e textos de Haroldo de Campos, Mario Vargas Llosa, Julio Ortega e Davi Arrigucci Jr.

21 junho 2019

Resenha - A Rainha Aprisionada, Kristen Ciccarelli


Livro: A Rainha Aprisionada
Autor(a): Kristen Ciccarelli
Editora: Seguinte
Páginas: 369
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
No segundo volume da trilogia Iskari, uma nova heroína entra em cena para lutar pela liberdade de seu povo ― e de sua irmã ― em meio a um conflito que apenas começou. Firgaard foi governada durante décadas por um rei tirano e manipulador, capaz de condenar povos inteiros apenas para aumentar seu poder. Depois de uma grande batalha, Asha, sua filha, conseguiu derrotá-lo. E, assim, Dax, o primogênito, assumiu o poder ao lado de Roa, sua esposa. Roa é uma forasteira vinda das savanas ― um território sob o domínio de Firgaard, que há anos é oprimido e está prestes a entrar em colapso. O maior desejo da nova rainha, mesmo sabendo que não é bem-vinda em seu novo lar, é mudar a vida de seu povo. O que ela não esperava era encontrar uma chance de alterar o curso do destino e trazer de volta à vida sua irmã gêmea, Essie, morta quando criança em um terrível acidente. O único obstáculo? O novo rei.

Nesse livro teremos o protagonismo de Roa, conhecemos ela brevemente no primeiro volume da série como uma mulher Nativa que não passa muita confiança mas que acaba sendo de grande ajuda na hora de derrubar o Rei Dragão, assim vemos que ela se casa com Dax, se tornando a Rainha de Firgaard.

19 junho 2019

Resenha - Nunca Jamais Parte 3, Coleen Hoover e Tarryn Fisher


Livro: Nunca Jamais (Never Never #3)
Autor(a): Colleen Hoover e Tarryn Fisher
Editora: Galera
Páginas: 144
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Coleen Hoover junta-se mais uma vez a Tarryn Fisher neste thriller perfeito para os fãs de Antes de dormir e A garota no trem. Charlize Wynwood e Silas Nash foram melhores amigos desde pequenos. Mas, agora, são completos estranhos. O primeiro beijo, a primeira briga, o momento em que se apaixonaram... Toda recordação desapareceu. E nenhum dos dois tem ideia do que aconteceu e em quem podem confiar. No muito aguardado último volume da série Nunca jamais, Silas e Charlize devem mergulhar fundo em seu passado para descobrir quem são e quem querem se tornar. Correndo contra o tempo atrás das respostas, serão eles capazes de se reencontrar e reestabelecer os velhos laços, ou estará tudo perdido para sempre?

Charlie e Silas continuam perdendo a memória a cada 48 horas, eles não sabem quem são, em quem confiar e nem o motivo de estarem vivendo constantemente esse ciclo de resets. Por isso decidem manter a amnesia em segredo, escondendo a situação até mesmo da própria família.

Suas únicas pistas são as anotações e bilhetes que fizeram nos últimos dois dias para que pudessem se orientar antes do próximo apagão. E, é através dessas informações que eles traçarão um plano para desvendar o mistério da amnesia que ambos estão sofrendo.

Prefiro confiar em versões de nós mesmos de que não nos lembramos do que em pessoas que sequer conhecemos. 

Com a ajuda de antigos diários e cartas trocadas, descobriremos junto a Charlie e Silas a dimensão do amor que existia entre eles, antes que forças externas destruíssem tudo o que um significava para o outro. Enquanto lia, foi difícil não me apaixonar pelo casal e pelo sentimento puro que nutriam desde a infância. E ver esse amor se afogar em meio a tantos conflitos foi de doer o coração.

À medida que Charlie e Silas descobrem mais de si e adentram nas profundezas da vida que antes pertencia, o mistério começa a se desenrolar e com esse confronto entre verdade e realidade eles finalmente irão amadurecer e descobrir o que de fato possui maior importância na vida dos dois.

O desfecho foi tão simples que me surpreendeu, criei mil e uma teorias, mas de longe imaginei a significância do final escolhido pelas autoras. Sei que muitos leitores esperavam bem mais da obra, mas acredito que talvez a ideia de Colleen e Tarryn não fosse arrebatar ou chocar ninguém, mas mostrar que são as coisas mais simples que possuem um real significado na vida de cada um.

17 junho 2019

Resenha - Agora e Sempre, Judith McNaught


Livro: Agora e Sempre (Sequels #1)
Autor(a): Judith McNaught
Editora: Bertrand
Páginas: 350
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

O premiado romance histórico da autora best-seller Judith McNaught com orelha assinada por Carina Rissi. Após perder os pais em um trágico acidente, Victoria Elizabeth Seaton é enviada para a Inglaterra, onde se espera que reivindique seu lugar de direito na sociedade inglesa. Assim que chega à suntuosa propriedade de Jason Fielding, ela é vista por seu tio Charles como a mulher perfeita para o sobrinho. Assustada com a má fama do marquês de Wakefield, Tory jamais pensaria que sob a frieza e a amargura de Jason haveria lembranças de um passado doloroso a atormentá-lo. Ele, por sua vez, acredita ser incapaz de amar de verdade, quem quer que seja. Juntos, Victoria e Jason descobrirão até que ponto se pode conter um coração que quer se entregar e todos os obstáculos que só um amor verdadeiro é capaz de vencer.


Após perder os pais em um acidente, Victoria Seaton é separada da irmã e enviada à Inglaterra para morar com tio Charles e seu sobrinho Jason Fielding, o endurecido e amargurado Marquês de Wakefield.

Antes mesmo de chegar ao novo lar, seu tio já arquiteta um plano para casá-la com Jason, acreditando que Victoria é a pessoa perfeita para amolecer o coração do Marquês. O que ele não sabia é que o coração da moça já pertencia a outro homem, e ela garante que Andrew irá busca-la no momento mais oportuno.

15 junho 2019

Resenha - Vem Comigo, Karma Brown


Livro: Vem comigo
Autor(a): Karma Brown
Editora: Verus
Páginas: 305
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Tegan Lawson tem tudo o que poderia querer da vida, incluindo Gabe, seu marido amoroso, e um bebê a caminho. Mas um acidente deixa a vida de Tegan tão devastada como o carro do qual ela foi resgatada. Entre a perda do bebê e a raiva incontrolável por Gabe, que estava dirigindo naquela noite, Tegan está afundando em tristeza. E, quando ela pensa que chegou ao fundo do poço, Gabe a lembra do ''pote dos desejos'', uma coleção das viagens e experiências dos sonhos do casal. E assim se inicia a aventura. Dos tumultuados mercados da Tailândia até os sabores da Itália e as ondas do Havaí, Tegan e Gabe embarcam em uma jornada para escapar da tragédia e encontrar o perdão. Mas, quando as coisas tomam um rumo chocante no Havaí, Tegan é forçada a encarar a verdade - e a decidir se a vida ainda vale a pena, mesmo que não seja exatamente como ela sonhou. Comovente e cheio de amor e esperança, Vem comigo é um livro inesquecível e uma celebração da força do espírito humano.

Tegan Lawson tem tudo o que sempre sonhou. Um marido carinhoso, uma família que a ama incondicionalmente e um bebê saudável a caminho. O futuro lhe reserva inúmeras possibilidades e a chegada do primeiro filho intensifica dia após dia seu desejo de ser mãe. Até que um trágico acidente muda completamente a trajetória de sua vida.

Desestruturada com a perda do bebê e culpando Gabe por estar dirigindo acima da velocidade e sem as duas mãos ao volante naquele fatídico dia, Tegan se afunda cada vez mais no luto e na depressão. E, é para ajudar a esposa a seguir em frente que Gabe sugere que usem o “pote dos desejos”, uma coleção de experiências e viagens que ambos sonhavam fazer juntos.

13 junho 2019

Resenha - Uma Mulher no Escuro, Raphael Montes


Livro: Uma Mulher no Escuro
Autor(a): Raphael Montes
Editora: Companhia das letras
Páginas: 256
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Um crime brutal cometido há vinte anos, uma única sobrevivente, o retorno calculado do assassino. Em quem Victoria deve confiar? Neste thriller psicológico, Raphael Montes une romance e suspense em uma narrativa intrincada e sedutora.Victoria Bravo tinha quatro anos quando um homem invadiu sua casa e matou sua família a facadas, pichando seus rostos com tinta preta. Única sobrevivente, ela agora é uma jovem solitária e tímida, com pesadelos frequentes e sérias dificuldades para se relacionar. Seu refúgio é ficar em casa e observar a vida alheia pelas janelas do apartamento onde mora, na Lapa, Rio de Janeiro. Mas o passado bate à sua porta, e ela não sabe mais em quem pode confiar. Obrigada a enfrentar sua própria tragédia, Victoria embarca em uma jornada de amadurecimento e descoberta que a levará a zonas obscuras, mas também revelará as possibilidades do amor. Um psiquiatra, um amigo feito pela internet e um possível namorado — qual dos três homens está usando tudo o que sabe para aterrorizar a vida de Vic? E o que afinal ele quer com ela? Na literatura nacional, Raphael Montes é unanimidade quando se trata de livros de suspense. Uma Mulher no Escuro traz sua primeira protagonista feminina e confirma o autor como um dos mais originais da atualidade — além de deixar o leitor intrigado do começo ao fim.


Uma mulher no escuro é uma leitura instigante. Porém, ao longo do livro, eu sentia que estava sendo tudo fácil demais. Conhecendo o estilo de narrativa do autor e tendo sido avisada por ele que tinha uma pegada de Dias Perfeiros, sabia que estava sendo induzida a acreditar em algo que não deveria ser. Redobrei a atenção e sentia que seria surpreendida no final, mas ele sempre se superou.

Raphael Montes guia o leitor da forma como sabe melhor. Ele desvia nossa atenção com coisas irrelevantes enquanto solta pequenas informações de maneira despercebida. Pela primeira vez minha linha de raciocínio estava correta, mas eu não levei muita fé e nem percebi os fatos que a confirmavam. Os sinais enviados pelos personagens eram muito confusos e eu acabei comemorando o desvendar do mistério antes do fim da história. E lógico, errei.

Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥