19 janeiro 2020

Resenha - Rede de Sussurros, Chandler Baker


Livro: Rede de Sussurros
Autor(a): Chandler Baker
Editora: Intrínseca
Páginas: 384
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Há anos, Sloane, Ardie e Gracie trabalham juntas em uma empresa de roupas esportivas. As três sempre se ajudaram, passando por promoções empolgantes, reuniões intermináveis, casamento, maternidade, divórcio e os desafios impostos pela política no escritório. Elas também têm seus segredos e cada uma fez algo de que se arrepende. Com a morte repentina do presidente da empresa, tudo indica que Ames, o chefe delas, será alçado à liderança da companhia. Ames é um homem complicado, que as três conhecem há muito tempo e que sempre esteve cercado por sussurros a respeito do tratamento que dispensa às subordinadas. Esses sussurros vinham sendo ignorados, varridos para debaixo do tapete e acobertados por aqueles que estão no poder. Depois de descobrirem que Ames adotou uma conduta inaceitável em relação a uma nova funcionária, elas decidem falar. E essa decisão provoca uma mudança catastrófica no escritório. Mentiras serão reveladas. Segredos serão expostos. E nem todo mundo sobreviverá. Suas vidas — como mulheres, colegas, mães, esposas, amigas e até adversárias — estão prestes a mudar drasticamente.

Uma rede de apoio, criada por mulheres e passada secretamente entre elas, com intuito de alertar sobre condutas impróprias e evitar que uma delas se torne a próxima vítima; e não é só isso. Sussurramos por ai aquilo que ouvimos, geração após geração. Como devemos nos comportar, quais atitude devemos ignorar, os exemplos que devemos seguir... Ignoramos por décadas as humilhações sofridas, com medo da retaliação. Porque uma mulher tem que aceitar em silêncio a ruína da sua vida, mas o homem que a arruinou, jamais aceitará a humilhação que seus próprios atos lhe infringem. Só que não mais.

16 janeiro 2020

Resenha - It: a Coisa, Stephen King


Livro: It: a Coisa
Autor(a): Stephen King
Editora: Suma de letras
Páginas: 1103
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Durante as férias escolares de 1958, em Derry, pacata cidadezinha do Maine, Bill, Richie, Stan, Mike, Eddie, Ben e Beverly aprenderam o real sentido da amizade, do amor, da confiança e... do medo. O mais profundo e tenebroso medo. Naquele verão, eles enfrentaram pela primeira vez a Coisa, um ser sobrenatural e maligno que deixou terríveis marcas de sangue em Derry. Quase trinta anos depois, os amigos voltam a se encontrar. Uma nova onda de terror tomou a pequena cidade. Mike Hanlon, o único que permanece em Derry, dá o sinal. Precisam unir forças novamente. A Coisa volta a atacar e eles devem cumprir a promessa selada com sangue que fizeram quando crianças. Só eles têm a chave do enigma. Só eles sabem o que se esconde nas entranhas de Derry. O tempo é curto, mas somente eles podem vencer a Coisa. Em 'It - A Coisa', clássico de Stephen King em nova edição, os amigos irão até o fim, mesmo que isso signifique ultrapassar os próprios limites.

It foi o livro que eu escolhi para conhecer a escrita do rei do terror, mas não foi a primeira obra de Stephen King que finalizei. Foram necessários três meses e muitas outras leituras em paralelo, incluindo O Cemitério e A pequena Caixa de Gwendy, para que eu conseguisse desvendar a história do mal que rodeava Derry e compreender a verdadeira força que unia o clube dos otários.⠀
Enquanto desbravava esse calhamaço de 1103 páginas e adentrava passado e presente desses personagens, eu entendi o real motivo dessa ser uma obra tão aclamada. Mais do que elaborar uma história de um ser maligno e sobrenatural que se alimentava da cidade, King criou um obra que fala sobre o poder da amizade, da confiança e do medo.

Foi impossível não me apegar aos personagens, cada um com seu dilema, seus traumas, suas dificuldades e obstáculos a serem superados. O maior deles: vencer a Coisa. Se houve excesso? Sim! Acredito que algumas cenas poderiam ter sido cortadas, em especial uma bem polêmica envolvendo as crianças. Confesso que essa me chocou bastante.

Apesar de concluído em 1985, o livro aborda temas importantes e ainda muito atuais, como preconceito religioso, relacionamento abusivo e racismo, deixando no ar a certeza que Pennywise não era o único detentor do mal em Derry. A maldade estava impregnada também em seus habitantes e em suas atitudes.

Mesmo com as ressalvas, It a Coisa foi uma experiência incrível e surpreendente que me ganhou a cada página e deixou meu coração apertado com seu término.

15 janeiro 2020

Resenha - Glória e Ruína, Tracy Banghart


Livro: Glória e Ruína (Graça e Fúria #2)
Autor(a): Tracy Banghart
Editora: Seguinte
Páginas: 312
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Na continuação de Graça e Fúria, Serina e Nomi Tessaro vão dar início a uma revolução que vai mudar a vida de todas as mulheres de seu país. As irmãs Serina e Nomi Tessaro nunca imaginaram que acabariam em lugares tão distintos: Serina em uma ilha-prisão, Monte Ruína; Nomi no palácio de Bellaqua, como uma graça, à disposição do príncipe herdeiro do reino. Depois de sofrer uma grande traição, Nomi também é mandada para a ilha e, ao chegar lá, para sua surpresa, encontra Serina à frente de uma rebelião das prisioneiras contra os guardas. Agora as irmãs têm um objetivo em comum: mudar o funcionamento de toda a sociedade. Além disso, elas sabem que Renzo, gêmeo de Nomi, está em perigo. Relutantes, elas se separam mais uma vez, e Nomi retorna à capital, enquanto Serina permanece em Monte Ruína para garantir que todas as mulheres encontrem um lugar seguro para viver. Só que nada sai como o planejado ― e as duas vão ter de enfrentar os seus maiores medos para mudar o país de uma vez por todas.


Resenha Nomi e Serina Tessaro nunca imaginaram que suas vidas mudariam tão drasticamente depois que deixaram seu lar para viver no palácio de Viridia, para que a mais velha se tornasse uma Graça do príncipe herdeiro. Porém, agora o reino enfrenta uma onda de incertezas com Asa assumindo o trono e apenas elas podem mudar o destino do país.

Enquanto isso Serina, que foi parar em Monte Ruína por um crime que não cometeu, consegue instaurar uma rebelião na ilha prisão e dominá-la. Agora as detentas têm um plano para sair desde lugar assombrado e viver as vidas que lhe foram tomadas.

13 janeiro 2020

Resenha - Szabo, Gino Netto


Livro: Szabo
Autor(a): Gino Netto
Editora: Autografia
Páginas: 342
Adquira: Amazon


Carlos Marcondes trabalha em Londres como motorista particular, mantendo em segredo seu histórico como membro de uma organização secreta. No entanto, sua ex-chefe precisa que um trabalho seja realizado em segredo e ele é o único em quem ela confia. Para completar, um milionário encarrega Marcondes de prestar serviços de acompanhante para Gigia, uma amiga que chegará durante seus compromissos fora da cidade. A tarefa parece fácil, mas se torna perigosa quando Marcondes e Gigia viajam para Madri e um misterioso assassinato acontece. Enquanto passa por um emaranhado de coincidências, Marcondes descobre que está envolvido em truques maiores do que suas intenções de resolver o problema para sua ex-chefe. Ele precisa desvendar os mistérios por trás dos eventos para provar sua inocência, antes que seja preso por um inspetor da polícia espanhola.


Marcondes é um brasileiro que reside em Londres e precisa manter suas habilidades curriculares em segredo. Ele era membro de uma organização clandestina, mas desde seu desligamento, as habilidades adquiridas em campo como agente de inteligência não tiveram muita serventia, por isso, ele não pensa duas vezes quando surge a oportunidade de pagar suas contas de forma honesta trabalhando como motorista particular de um milionário.

As coisas mudam quando sua ex-chefe o convoca para uma missão secreta, alegando que o ex-agente é o único que possui as características necessárias para concluir esse trabalho. Em contrapartida, Marcondes precisa dar conta do compromisso que assumiu com seu chefe atual - garantir a segurança e bem estar de Gigia, uma amiga que chegará a Londres no período em que o milionário estará ausente. Parece uma tarefa fácil de conciliar, mas a dinâmica da história muda quando Marcondes aceita bancar o guarda-costas pessoal da moça e parte com a ruiva misteriosa para a Espanha a fim de ajudá-la com um acerto de contas.

O plano era prático, em Madri Marcondes conseguiria ajudar Gigia e dar sequência a missão confiada por sua ex-chefe. No entanto, uma sucessão de acontecimentos o coloca como suspeito de um assassinato. Na mira da polícia espanhola, Marcondes percebe que foi envolvido em um jogo repleto de mentiras e artimanhas. Agora o ex-agente precisará juntar as peças desse grande quebra-cabeça para provar sua inocência.

Repleto de ação, traição, reviravoltas e mistérios, Szabo entrega uma trama repleta de segredos, espionagem e organizações secretas. O início pode deixar alguns leitores perdidos devido à complexidade da construção da trama e seus muitos personagens e alguns comportamentos de Marcondes também podem vir a incomodar, mas as peças se encaixam de forma satisfatória no final e a personagem também se redime. O difícil aqui foi conseguir descobrir quem era o verdadeiro culpado, eu suspeitei de tudo e de todos, mas de longe consegui prever quem era o vilão dessa história, ponto para o autor que conseguiu me enganar direitinho.

Em suma, Szabo é um romance policial com uma narrativa rápida e de fácil entendimento. A trama possui um ritmo frenético e sombrio que prende o leitor da primeira a última página. Indico o livro para os fãs do gênero, mas também para leitores que desejam sair da sua zona de conforto e prestigiar a literatura nacional que vem surpreendendo e ganhando cada vez mais espaço nas nossas estantes e listas de desejados.



Sobre o autor:

Foto: Gilvan Vieira


Gino Netto é carioca e profissional da área de Tecnologia da Informação (programador desde 1999 e analista de sistemas) e autor do romance SZABO. Neste trabalho de estréia ele extrai elementos do universo tecnológico e acrescenta pitadas de mistério e ação em um Thriller perfeito para os amantes do gênero.

Para mais informações: https://gino.netto.nom.br/ 

10 janeiro 2020

Resenha - A Viúva de Safira, Dinah Jefferies


Livro: A Viúva de Safira
Autor(a): Dinah Jefferies
Editora: Paralela
Páginas: 376
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Dinah Jefferies volta a retratar o Ceilão inglês do começo do século XX em mais um romance histórico de tirar o fôlego, com a participação especial de Gwendolyn, Laurence e outros personagens amados de O perfume da folha de chá. O ano é 1935. No Ceilão, uma rica colônia britânica do sul da Ásia, Louisa e Elliot vivem um casamento feliz. Ela, filha de um importante comerciante da região; ele, um charmoso homem de negócios. Juntos, eles aparentam ser um casal que tem tudo. Exceto aquilo que mais desejam: um filho. Durante as diversas tentativas de Louisa de engravidar, seu marido parece cada vez mais distante, passando a maior parte do tempo em uma fazenda de canela das redondezas. Mas a morte repentina de Elliot ― tão trágica quanto misteriosa ― é seguida de revelações chocantes, atirando a jovem numa espiral de incertezas. Quem era, de fato, aquele homem? Por que ele tinha tantos inimigos? Como foi capaz de cometer uma traição tão terrível? Em busca de respostas, Louisa embarca em uma jornada devastadora. Quando finalmente descobre o terrível segredo por trás de seu casamento, seu mundo vira de cabeça para baixo. Será que ela encontrará forças para seguir em frente? Ou sofrerá, para sempre, as consequências do que parece imperdoável?



Viúva de Safira é o mais recente lançamento de Dinah Jefferies pela Editora Paralela no Brasil. Depois de encantar leitores com O Perfume da folha de chá e Antes da Tempestade, dessa vez a autora nos entrega uma história com O Ceilão de 1935 como pano de fundo. Nessa trama conheceremos a história de Louisa, uma jovem de boa família que vive um casamento feliz com o marido na rica colônia britânica do sul da Ásia.

08 janeiro 2020

Resenha - Daisy Jones & The Six, Taylor Jenkins Reid


Livro: Daisy Jones & The Six
Autor(a): Taylor Jenkins Reid
Editora: Paralela
Páginas: 360
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Embalado pelo melhor do rock'n'roll, um romance inesquecível sobre uma banda dos anos 1970, sua apaixonante vocalista e o amor à música. Da autora de Em Outra Vida, Talvez?. Todo mundo conhece Daisy Jones & The Six. Nos anos setenta, dominavam as paradas de sucesso, faziam shows para plateias lotadas e conquistavam milhões de fãs. Eram a voz de uma geração, e Daisy, a inspiração de toda garota descolada. Mas no dia 12 de julho de 1979, no último show da turnê Aurora, eles se separaram. E ninguém nunca soube por quê. Até agora. Esta é história de uma menina de Los Angeles que sonhava em ser uma estrela do rock e de uma banda que também almejava seu lugar ao sol. E de tudo o que aconteceu — o sexo, as drogas, os conflitos e os dramas — quando um produtor apostou (certo!) que juntos poderiam se tornar lendas da música. Neste romance inesquecível narrado a partir de entrevistas, Taylor Jenkins Reid reconstitui a trajetória de uma banda fictícia com a intensidade presente nos melhores backstages do rock'n'roll.




Daisy Jones era dona de uma beleza clássica. Linda por fora, mas destruída por dentro. Nascida em uma família rica de LA, Daisy tinha acesso a tudo que o dinheiro podia proporcionar, mas em sua vida não havia ninguém que estivesse interessado em saber quem ela era de fato, nem mesmo seus pais. Ela era desesperada para criar vínculos com as pessoas, queria se sentir conectada com o mundo e foi com a música que ela encontrou essa conexão.

06 janeiro 2020

Resenha - A Pequena Caixa de Gwendy, Stephen King e Richard Chizmar


Livro: A Pequena Caixa de Gwendy 
Autor(a): Stephen King e Richard Chizmar
Editora: Suma de letras
Páginas: 168
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

A pequena cidade de Castle Rock testemunhou alguns eventos estranhos ao longo dos anos, mas existe uma história que nunca foi contada... até agora. Viaje de volta a Castle Rock nesta história eletrizante de Stephen King, o mestre do terror, e Richard Chizmar, autor premiado de A Long December. O universo misterioso e assustador dessa pacata cidadezinha do Maine já foi cenário de outros clássicos de King, como Cujo e A zona morta, e deu origem à série de TV da Hulu. Há três caminhos para subir até Castle View a partir da cidade de Castle Rock: pela rodovia 117, pela Estrada Pleasant e pela Escada Suicida. Em todos os dias do verão de 1974, Gwendy Peterson, de doze anos, vai pela escada, que fica presa por parafusos de ferro fortes (ainda que enferrujados pelo tempo) e sobe em ziguezague pela encosta do penhasco. Certo dia, um estranho a chama do alto: “Ei, garota. Vem aqui um pouco. A gente precisa conversar, você e eu”. Em um banco na sombra, perto do caminho de cascalho que leva da escada até o Parque Recreativo de Castle View, há um homem de calça jeans preta, casaco preto e uma camisa branca desabotoada no alto. Na cabeça tem um chapeuzinho preto arrumado. Vai chegar um dia em que Gwendy terá pesadelos com isso.


Gwendy Peterson tem doze anos e começou a sofrer bullying na escola devido ao excesso de peso. Por isso, todas as manhãs, ela sobe correndo os mais de 300 degraus da Escadaria Suicida que leva a Castle View. Em uma dessas corridas seu caminho se cruza com o do Sr. Farris, um homem de calça preta, paletó preto e um chapeuzinho preto na cabeça. E apesar de saber que não se deve falar ou receber presentes de estranhos, Gwendy aceita a misteriosa caixa de botões que o Sr. Farris lhe oferece, sem imaginar que ao se tornar guardiã daquela simples caixa mudaria completamente o rumo da sua história.

Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥