14 agosto 2019

Resenha - Uma loucura e nada mais, Mary Balogh


Livro: Uma loucura e nada mais (Clube dos Sobreviventes #3)
Autor(a): Mary Balogh
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Adquira: Amazon

Depois de sobreviver às guerras napoleônicas, Sir Benedict Harper está lutando para seguir em frente e retomar as rédeas de sua vida. O que ele nunca imaginou era que essa esperança viesse na forma de uma bela mulher, que também já teve sua parcela de sofrimento. Após a morte do marido, Samantha McKay está à mercê dos sogros opressores, até que planeja uma fuga para o distante País de Gales para reivindicar uma casa que herdou. Como o cavalheiro que é, Ben insiste em acompanhá-la em sua jornada. Ben deseja Samantha tanto quanto ela o deseja, mas tenta ser prudente. Afinal, o que uma alma ferida pode oferecer a uma mulher? Já Samantha está disposta a ir aonde o destino a levar, a deixar para trás o convívio com a alta sociedade e até mesmo a propriedade que é sua por direito, por esse...



Sir Benedict Harper é um dos sobreviventes das Guerras Napoleônicas. Marcado por sequelas físicas e emocionais, Ben segue tentando superar sua deficiência, enquanto busca um propósito para sua vida. A verdade é que mesmo livre do campo de batalha, ele se julga incompleto. As bengalas que apoiam sua dolorosa caminhada tornaram-se sua prisão e uma lembrança constante de sua incapacidade em levar uma vida normal.

10 agosto 2019

Resenha - International Guy 3, Audrey Carlan


Livro: International Guys (#3)
Autor(a): Audrey Carlan
Editora: Verus
Páginas: 434
Adquira: Amazon

International Guy é a agência de Parker Ellis, um dos maiores especialistas do mundo em vida e amor, que tem como missão ajudar as mulheres em questões tão diversas quanto se sentir sexy e poderosas, aprender a administrar um império empresarial ou conquistar o homem dos seus sonhos. Parker e seus dois sócios atendem mulheres ricas do mundo todo, como atrizes de Hollywood, membros da realeza e CEOs de multinacionais bilionárias. E, às vezes, eles não podem evitar que as coisas esquentem e vão parar na cama de suas clientes. Literalmente. Parker adora sua vida de playboy e não está procurando compromisso. Afinal, há um mundo inteiro à sua frente: os negócios o levam de Paris a Milão, de Berlim ao Rio de Janeiro. Mas, conforme ele pula de cidade em cidade — e de cama em cama —, é possível que acabe encontrando mais que sexo ao longo do caminho... No volume 3 da série, Parker viaja com Bo e Skyler até Londres para ajudar uma escritora best-seller a superar o bloqueio criativo. De lá a equipe vai para Berlim recriar a campanha de marketing de uma indústria automotiva — mas uma surpresa os aguarda. O cliente final é uma farmacêutica que levará os executivos a Washington e os fará se envolver com ética e política, em uma negociação em que o poder e o dinheiro falam mais alto.

O último caso da International Guy quase lhes rendeu uma baixa permanente (uma possibilidade ainda não descartada), mas o sucesso da agência os tem levado a alçar voos cada vez longos. E entre as clientes e sua namorada, Parker passa vez menos tempo em casa.

Ser um best-seller é o sonho de todo escritor, mas ninguém pensa nas expectativas que esse status causa. Você estabelece um patamar para os livros seguintes e agora todos estão de olho em você. Parker vai até Londres resgatar a confiança de uma brilhante autora que, após vender os direitos de sua história aos cinemas, teme decepcionar os fãs com o desfecho de sua série. Ele embarca junto com Skyler, que eles descobriram ter servido de inspiração para a protagonista. Essa se tornou minha história preferida de todas! Além da proximidade com o mundo literário, fazemos um passeio apaixonante por essa cidade.

08 agosto 2019

Resenha - A dama mais desejada, Julia Quinn, Eloisa James e Connie Brockway


Livro: A dama mais desejada (A dama mais... #1)
Autor(a): Julia Quinn, Eloisa James e Connie Brockway
Editora: Arqueiro
Páginas: 272
Adquira: Amazon

Quando a beleza das borboletas encontra os horrores de uma mente doentia. Um thriller arrebatador, fenômeno no mundo inteiro. Perto de uma mansão isolada, existia um maravilhoso jardim. Nele, cresciam flores exuberantes, árvores frondosas... e uma coleção de preciosas “borboletas”: jovens mulheres, sequestradas e mantidas em cativeiro por um homem brutal e obsessivo, conhecido apenas como Jardineiro. Cada uma delas passa a ser identificada pelo nome de uma espécie de borboleta, tendo, então, a pele marcada com um complexo desenho correspondente. Quando o jardim é finalmente descoberto, uma das sobreviventes é levada às autoridades, a fim de prestar seu depoimento. A tarefa de juntar as peças desse complexo quebra-cabeça cabe aos agentes do FBI Victor Hanoverian e Brandon Eddinson, nesse que se tornará o mais chocante e perturbador caso de suas vidas. Mas Maya, a enigmática garota responsável por contar essa história, não parece disposta a esclarecer todos os sórdidos detalhes de sua experiência. Em meio a velhos ressentimentos, novos traumas e o terrível relato sobre um homem obcecado pela beleza, os agentes ficam com a sensação de que ela esconde algum grande segredo.


Hugh Dunne, o conde de Briarly prefere investir seu tempo no treinamento de seus cavalos árabes, um trabalho perigoso que apesar de triplicar seus bens nos últimos dez anos, quase lhe custou a vida recentemente. O susto despertou em Hugh o temor por uma morte prematura, motivo pelo qual o conde decide que chegou o momento de encontrar uma esposa e garantir um herdeiro.
O problema é que Hugh não se interessa pelos bailes da alta sociedade e nem deseja perder seu precioso tempo flertando com jovens debutantes. Por isso, delega a sua adorável irmã Carolyn - marquesa de Finchley, a tarefa de listar as jovens mais adequadas para assumir o título de nova condessa de Briarly.

06 agosto 2019

Resenha - Um lugar bem longe daqui, Delia Owens


Livro: Um lugar bem longe daqui
Autor(a): Delia Owens
Editora: Intrínseca
Páginas: 336
Adquira: Amazon

Por anos, boatos sobre Kya Clark, a “Menina do Brejo”, assombraram Barkley Cove, uma calma cidade costeira da Carolina do Norte. Ela, no entanto, não é o que todos dizem. Sensata e inteligente, Kya sobreviveu por anos sozinha no pântano que chama de lar, tendo as gaivotas como amigas e a areia como professora. Abandonada pela mãe, que não conseguiu suportar o marido abusivo e alcoólatra, e depois pelos irmãos, a menina viveu algum tempo na companhia negligente e por vezes brutal do pai, que acabou também por deixá-la. Anos depois, quando dois jovens da cidade ficam intrigados com sua beleza selvagem, Kya se permite experimentar uma nova vida — até que o impensável acontece e um deles é encontrado morto. Ao mesmo tempo uma ode à natureza, um emocionante romance de formação e uma surpreendente história de mistério, Um Lugar Bem Longe Daqui relembra que somos moldados pela criança que fomos um dia e que estamos todos sujeitos à beleza e à violência dos segredos que a natureza guarda. A obra foi incluída no clube de livros de Reese Witherspoon, que posteriormente adquiriu os direitos de adaptação cinematográfica e vai produzir o filme com a Fox 2000.


Nessa história única e comovente conhecemos Kya, uma menina que com apenas 6 anos já conheceu o significado da palavra abandono quando sua mãe deixou sua família após sofrer inúmeros maus trados de seu marido. Os capítulos do livro são intercalados entre o passado e o presente, onde vemos que ocorreu um assassinato no brejo de um rapaz que mora na cidade e todas as pistas apontam para Kya como suspeita, a partir disso ela vai narrando para nós os acontecimentos de cada ano até chegar na data do crime ocorrido.

04 agosto 2019

Resenha - Nightflyrs, George R. R. Martin


Livro: Nightflyers
Autor(a): George R. R. Martin
Editora: Suma de letras
Páginas: 144
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Misturando ficção científica e terror, Nightflyers é um conto único em enredo e narrativa, e uma obra-prima de George R. R. Martin, um dos maiores nomes da literatura fantástica de todos os tempos.
Nas fronteiras do universo, uma expedição científica composta de nove acadêmicos dá início à missão de estudar os volcryn, uma misteriosa raça alienígena. Existem, no entanto, mistérios mais perigosos a bordo da própria nave. A Nightflyer, única embarcação que se dispôs à missão, é uma maravilha tecnológica: completamente automatizada e pilotada por uma única pessoa. O capitão Royd Eris, porém, não se mistura com a tripulação – conversando apenas através de comunicadores e se apresentando somente por holograma, ele mais parece um fantasma do que um líder. Quando Thale Lassamer, o telepata do grupo, começa a detectar uma presença desconhecida e ameaçadora por perto, a tripulação se agita e as desconfianças aumentam. E a garantia de Royd sobre a segurança de todos é posta à prova quando uma entidade malévola começa uma sangrenta onda de assassinatos.

Esse livro é uma novela de ficção científica. Ela se passa milhares de anos no futuro, os humanos já conseguem viajar por praticamente todo o universo e já não habitamos o planeta Terra. A história central é uma expedição para estudar uma raça alienígena que a princípio só existem boatos de sua inteligência e forma, os volcryn.

O grande responsável por essa aventura é Karoly, que chega a ser um pouco obcecado pela missão e quer encontrar os volcryns a todo custo. Como é uma missão muito complexa e perigosa e eles tinham um orçamento baixo foi bem difícil conseguir uma nave disposta a levar o grupo, até que eles conhecem Royd Eris, dono da Nightflyers, que inicialmente só havia se comunicado com Karoly por ligação então quando foram embarcar na nave tiveram a surpresa de Royd não aparecer fisicamente para eles, esta sempre presente mas em forma de holograma, o que deixou muitos desconfortáveis e assustados por não saberem realmente quem estaria por trás da parede da nave.

A equipe levada era formada por pessoas com dons como telepatia de vários graus e um deles seria o mais poderoso deles, Thales Lasamer, ele começa a sentir que algo muito ruim esta pra acontecer e que existe uma ameaça se aproximando, o que leva grande parte da tripulação a suspeitar do dono da nave e a tentar descobrir quem realmente esta por trás do grande perigo sentido pelo telepata, o que desencadeia uma onda de assassinatos sem explicação a parente.

Essa edição do livro esta linda, com ilustrações incríveis, capa dura e um ótimo acabamento. Mais uma vez Martin nos leva numa nova aventura, tive medo de não conseguir acompanhar a linha de raciocínio do escritor já que não tenho o costume de ler ficção científica, mas ele me surpreendeu trazendo um texto simples e de fácil entendimento. A princípio você se assusta com os nomes dados para as raças de alienígenas mas não demora muito para você se familiarizar. É uma história curta com um enredo empolgante que traz a reflexão de o quão evoluídos nós humanos realmente somos quando encontramos alguém diferente de nós e como lidamos com o diferente.


02 agosto 2019

Resenha - Guerra dos tronos, George R. R. Martin


Livro: Guerra dos tronos (Crônicas de Gelo e Fogo #1)
Autor(a): George R. R. Martin
Editora: Suma de letras
Páginas: 304
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Como Guardião do Norte, lorde Eddard Stark não fica feliz quando o rei Robert o proclama a nova Mão do Rei. Sua honra o obriga a aceitar o cargo e a deixar seu posto em Winterfell para rumar à corte, onde homens fazem o que lhes convém, não o que devem... E onde um inimigo morto é algo a ser admirado. Longe de casa e com a família dividida, Eddard se vê cada vez mais enredado nas intrigas mortais de Porto Real, sem saber que perigos ainda maiores espreitam à distância. Nas florestas ao norte de Winterfell, forças sobrenaturais se espalham por trás da Muralha que protege a região. E nas Cidades Livres, o jovem Rei Dragão exilado na Rebelião de Robert planeja sua vingança e deseja recuperar sua herança de família: o Trono de Ferro de Westeros.

Todos nós conhecemos a série televisiva da HBO, Game of Thrones, que teve sua primeira temporada baseada nesse livro. A primeira temporada realmente foi bem fiel ao livro, que se inicia com uma ameaça desconhecida Além da muralha e a Patrulha da noite tem que fazer algo com relação a isso. A história é contada pelo ponto de vista de alguns personagens principais, assim mostrando o que está acontecendo em todos os pontos dos reinos. Isso foi uma coisa que achei muito interessante porque podemos entender cada atitude dos personagens e nos colocar no lugar deles diante de cada situação.

30 julho 2019

Resenha - Rumo ao Sul, Silas House


Livro: Rumo ao Sul
Autor(a): Silas House
Editora: Faro
Páginas: 272
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
E se você descobrisse que viveu muito tempo sob perspectivas equivocadas? E que foi cruel com uma das pessoas que mais amava no mundo?
Essa é a jornada... Ao sul dos Estados Unidos, numa pequena cidade do Tennessee, o pastor Asher Sharp tem de encarar o seu próprio passado após uma das mais violentas enchentes que aquelas terras já enfrentaram. Então um casal gay pede abrigo ao pastor após ajuda-lo no socorro a outras pessoas, mas perderam tudo na inundação. Asher se vê diante de um dilema, quer abrigar os dois homens mas encara a recusa de sua esposa. Um fato que vai trazer à tona histórias enterradas de sua própria vida, da rejeição ao seu irmão, que era também seu melhor amigo. Algo que o faz questionar todos os valores daquela comunidade e tomar atitudes de ruptura, que desencadeiam uma série de outros eventos.
Decidido a encontrar o irmão de quem ele se afastou e nem sabe o paradeiro, desejando salvar o filho de um ambiente asfixiante, ele parte numa viagem rumo ao sul. Um percurso em que toda a sua história é passada à limpo, em meio a belas paisagens, novas amizades e descobrindo um mundo imenso, muito diferente do seu, algo que pôde ensiná-lo sobre as coisas mais profundas da vida.

Cumberland, uma pequena cidade do Tennessee ao sul dos Estados Unidos foi devastada por uma das mais violentas enchentes já vistas naquelas terras.

Muitos moradores perderam casa, pertences e a vida de parentes e pessoas importantes. Em meio ao caos, cada ajuda deveria ser bem vinda e apreciada, contudo, muitos ainda mantiveram intacto o preconceito e o pré-julgamento.

Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥