05 setembro 2020

Resenha - Sol da Meia-Noite, Stephenie Meyer


Livro: Sol da meia-noite
Autor(a): Stephenie Meyer
Editora: Intrínseca
Páginas: 736
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Um dos maiores fenômenos editoriais dos últimos tempos, a saga Crepúsculo narra a icônica história de amor de Bella Swan, uma garota tímida e desastrada, que acaba de mudar de cidade, e Edward Cullen, um rapaz misterioso que esconde um segredo aterrorizante: é um vampiro. Desde a primeira troca de olhares, ele fez tudo para ficar longe dela, mas e se as coisas não tiverem acontecido exatamente assim? Até agora, os leitores conheceram essa trama inesquecível apenas pelos olhos de Bella. No aguardado Sol da meia-noite, vamos testemunhar o nascimento desse amor pelo olhar de Edward, mergulhando em um universo novo, sombrio e surpreendente, cheio de revelações. Conhecer Bella foi o que aconteceu de mais irritante e instigante em todos os anos de Edward como vampiro. À medida que conhecemos detalhes sobre seu passado e a complexidade de seus pensamentos, conseguimos entender por que Bella se tornou o eixo central de uma batalha decisiva em sua vida. Como Edward poderia seguir seu coração se isso significava colocar a amada em perigo? Do que ele seria capaz de abrir mão? Em Sol da meia-noite, Stephenie Meyer faz um retorno triunfal ao universo de Crepúsculo e nos transporta mais uma vez para Forks, convidando-nos a revisitar cada detalhe dessa história que conquistou milhões de fãs em todo o mundo. Em meio a uma paixão cercada de perigos sobrenaturais, vamos descobrir como Edward encara seus prazeres mais profundos e as consequências devastadoras de um amor proibido e imortal.


Há mais de dez anos, a história da mortal que se apaixonou por um vampiro me arrebatou de maneira única e inexplicável. Me apresentou o mundo da literatura sob um novo panorama e transformou a garota que anteriormente não tinha o hábito de ler, em uma leitora voraz, que criou coragem para falar de literatura na internet, iniciar sua coleção de livros e conhecer nesse universo mágico, uma geração de fãs que se tornariam seus melhores amigos.

E é por isso que Sol da meia-noite representa muito mais do que o lançamento de um livro, ele é um sonho realizado para os fãs de Crepúsculo, que ao longo dos anos, guardaram essa história no coração, e se permitiram viver suas fantasias dentro de suas próprias realidades.

Então, posso dizer que revisitar Forks, foi também revisitar meu “eu” mais jovem e relembrar todas as sensações que essa história me permitiu sentir naquela época. Diferente do Edward que conhecemos em Crepúsculo, aqui encontramos um personagem mais intenso, metódico e com reflexões intermináveis, o que pode ser cansativo para alguns leitores, mas que só faz demonstrar seu lado “humano” e imperfeito que antes não conseguimos vislumbrar.

Conhecer esse romance por uma nova perspectiva trouxe profundidade em outros pontos importantes na história. Como por exemplo: a aceitação de Bella pelos Cullen e a relação de Edward com seus pais e irmãos. Mas o mais interessante foi o acréscimo dos pensamentos de cada personagem que interagia com ele, o que enriqueceu ainda mais o enredo.

Então sim, Sol da meia-noite foi tudo o que eu esperava e mais um pouco. Ri, me emocionei e me apaixonei mais uma vez ao mergulhar nessa história de amor que continua me encantando ainda hoje. Terminei a leitura com a certeza de quê Edward Cullen e toda a sua intensidade, paixão e cuidados (visto como possessividade por alguns), permanece sendo meu ideal de personagem masculino. Sempre foi ele e sempre vai ser!

Meu cosplay de Victoria em homenagem a saga.

Nenhum comentário

Postar um comentário


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥