19 maio 2017

Nos Cinemas - Antes que eu vá





Filme: Antes que eu vá
Diretor(a):  Ry Russo-Young
Distribuidora: Paris Filmes
Duração: 1h38mim
Lançamento: 18 de maio de 2017
Classificação: 12 anos
Samantha Kingston (Zoey Deutch) é uma jovem que tem tudo o que uma jovem pode desejar da vida.. No entanto, essa vida perfeita chega a um final abrupto e repentino no dia 12 de fevereiro, um dia que seria um dia como outro qualquer se não fosse o dia de sua morte. Porém, segundos antes de realmente morrer, ela terá a oportunidade de mudar a sua última semana e, talvez, o seu destino.


É dia doze de fevereiro. Esse será dia especial para Samantha, mas que não pela quantidade de rosas que irá receber ou pelo passo que dará em seu relacionamento. Ele ficará marcado por ser o último dia de sua vida.

Talvez pra você exista um amanhã. Talvez existam mil ou dez. Mas para alguns de nós, só existe hoje.

Sam e suas três amigas são as mais populares e descoladas do colégio. Elas não hesitam em reafirmar sua posição e zombam constantemente daqueles alunos que não se enquadre nos padrões estabelecidos por elas. Seu alvo principal é Juliet, uma garota considerada esquisita por fugir totalmente do modelo de adolescente aceitado socialmente. Além de passar seus momentos vagos fazendo pinturas abstratas, suas roupas são largas, fora de moda e seu cabelo sempre está desordenado.

Todos ficam espantados quando Juliet aparece inesperadamente no meio de uma festa. Porém ela não foi até ali para socializar com as pessoas que a desprezavam, seu objetivo era humilhar suas algozes da mesma forma como faziam com ela. Só que seu plano não da muito certo, resultando em insultos e agressões de todos os lados, principalmente para própria Juliet. A discussão acaba com o clima das garotas, que decidem ir embora após a fuga de Juliet. As quadro sofrem um acidente de carro no caminho de casa, mas Sam não acorda no hospital ou no meio da estrada. Quando ela abre os olhos, são 6:30 do dia 12 de fevereiro novamente.


Antes que eu vá é uma adaptação do livro homônimo, escrito pela Lauren Oliver, publicado no Brasil em 2011 pela Editora Intrínseca. A história vai abordar temas comuns para o público juvenil, sendo o mais relevante o bullying, com uma perspectiva de quem sobre e de quem pratica. Além disso o filme nos faz questionar a forma como levamos a nossa vida. O que você mudaria no seu dia se pudesse revivê-lo várias vezes?

Na primeira vez que revive seu dia, Sam se deixa abater pela sensação de déjà-vu. Tentando entendo o porquê dessa situação, ela começa a fazer pequenas alterações no dia, mas percebe que não importa o que faça, tudo é esquecido no momento em que ela acorda. Quanto mais vezes ela acorda, mais ela vai alterando suas ações ao longo do dia. Essa mudanças deram dinamismo ao filme, não permitindo que o filme se tornasse chato.

Um dos maiores problemas encontrados em adaptações é a dificuldade em resumir a história sem deixar nenhum furo. A pior coisa que existe é sair do cinema com a sensação de que só você não entendeu determinada situação. Como a história não tinha alto grau de complexidade, eu não esperava encontrar esse problema no filme, mas é sempre um alivio constatar que o roteiro foi realmente bem feito. Aliás, identifiquei vários diálogos do livro, um detalhe que sempre agrada aos fãs.

Outro problema crítico em adaptações é a escolha do elenco. Os produtores acabam optando por atores mais pops, principalmente para os papeis principais, que acabam deixando a desejar na atuação. Mais uma vez, problema não identificado, pelo contrário. Adorei todas as atuações, inclusive a da Zoey Deutch, que conseguiu transmitir muito bem toda a frustração de sua personagem com a situação.


O filme passa a mensagem de que devemos viver cada dia como se fosse o último, dando valor as coisas que realmente são importantes e oferecendo o nosso melhor para aqueles que estão a nossa volta. É como diz a música "[...] não é sobre correr contra o tempo pra ter sempre mais, porque quando menos se espera a vida já ficou pra trás". mas acho que a mensagem mais importante é realmente sobre o BULLYING. Hoje em dia esse é um assunto muito debatido, mas muitas pessoas ainda insistem que é mimimi dessa geração e tentam forçar argumentos baseados exclusivamente em experiências pessoais.

A verdade é que nós nunca sabemos como o outro vai reagir as nossas atitudes. Isso é válido para crianças, adolescentes e adultos. Você não conhece o outro mais do que ele próprio! Todo esse boom sobre o assunto me faz refletir demais e eu fico orgulhosa ao perceber que, dificilmente, eu fui o porquê de alguém.

Se você curtiu a temática do filme e gosta de jogos eletrônicos, procure por Life is strange. Nele, a protagonista descobre que pode voltar no tempo e mudar algumas situações, mas cada decisão tomada afetará o futuro de formas diferentes. Eu conheci ele ano passado e me diverti bastante.

Com uma trilha sonora bem escolhida, o Antes que eu vá consegue emocionar e surpreender o espectador em seus momentos finais. O filme tem tudo para agradar dos mais jovens aos mais velhos, sejam eles fãs do livro ou não.

- - - - -
Postagem válida para o TOP COMENTARISTA, Participe!
Valendo um exemplar de O Sol Também é Uma Estrela.

10 comentários

  1. Olá,
    Antes Que Eu Vá e um filme que quero assistir muito, no momento não li o livro mas quero poder assistir e ler também. A trama do filme e super interessante, além de ser um tema bem debatido por todo mundo e sempre temos que abrir os olhos para isso!

    ResponderExcluir
  2. Queria muito poder assistir ao filme mas ainda vou preferir ler o livro primeiro, achei bem legal e não conhecia nada até pouco tempo atras acho que vale a pena conferir os dois.
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  3. Parece que o filme conseguiu passar bem a ideia do livro, aquele sentimento que a leitura deixa. E faz pensar, faz a gente ficar com esse leve incomodo, de tentar valorizar mais as coisas e ser melhor...acho que só por isso já fez muito bem a adaptação.
    Gostei do elenco dele, achei a escolha da protagonista muito boa e parece que fizeram jus ao livro. É gostoso a gente ler e ter uma boa adaptação pra conferir. Acho que não vou me decepcionar com essa, pelo que vi até agora parece bem legal.

    ResponderExcluir
  4. Dreeh!
    Não li o livro ainda e também não fui assistir o filme, aliás, até cheguei na porta do cinema, mas a fila estava enorme ontem e acabamos desistindo.
    Ela teve uma oportunidade de mudar suas ações e pensamentos e espero que tenha aproveitado.
    Bom ver que o filme foi fiel ao livro em vários aspectos.
    “A sabedoria dos homens é proporcional não à sua experiência mas à sua capacidade de adquirir experiência.” (George Bernard Shaw)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE MAIO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Nossa estou louca pra ver o filme, li o livro e simplesmente amei!! Anciosa😄

    ResponderExcluir
  6. Oi!
    Ainda não li esse livro e também não sei quando assistirei o filme, pois onde moro não tem cinema.
    Enfim, não sabia que tratava de bullying e tenho a impressão que no fim as decisões em torno disso é que vão "salvar" a protagonista, seja lá como for.
    Adoro essas reflexões sobre o que fazemos de nossas vidas e acredito que vou gostar muito tanto do livro quanto do filme :)

    Beijos
    Duas Leitoras - Promoção de aniversário rolando no blog! Serão 3 vencedores!

    ResponderExcluir
  7. Li o livro já tem um bom tempinho, na capa original e não na do filme. E confesso que não curti tanto assim a história. Demorei demais para engatar a leitura e tirar algo positivo.
    Com a chegada do filme, espero que consiga de fato, captar a mensagem. Gostei da escolha da atriz para a interpretação.
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Eu ainda não li o livro, mas estou querendo ver o filme!
    Esse é o tipo de filme que tenho certeza que vou adorar!
    A trama é super boa. Vou chorar pakas!

    ResponderExcluir
  9. Eu não li e nem assisti ainda, a historia nos leva a pensar em muitas coisas, nossas atitudes, comportamentos, entre outras coisas. Achei a personagem e suas amigas mimadinhas e frescas, espero que com essas novas vida ela amadureça e aprenda algo de bom.

    ResponderExcluir
  10. Queria muito poder assistir ao filme só depois que de ler o livro que parece ser lindo e emocionante, e que nos faz questionar e refletir sobre a situação em que a protagonista passa. Enfim, estou ansiosa para assistir essa adaptação, porém terei de esperar até que saia na internet, ou em DVD, pois talvez não terei oportunidade de ir aos cinemas.

    ResponderExcluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥