19 dezembro 2017

Resenha - Sorrisos Quebrados, Sofia Silva


Livro: Sorrisos Quebrados (Quebrados #1)
Autor(a): Sofia Silva
Editora: Valentina
Páginas: 232
Adquira: Submarino | Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Sorrisos Quebrados gira em torno de três personagens: a jovem Paola, a pequena Sol e seu pai, André. Os três são vítimas de violências distintas, que deixaram marcas profundas em cada um. Trata-se de uma história de superação de dores, magia, estrelas e de como importantes laços humanos podem se formar a partir da autoaceitação, da arte e da tolerância no cotidiano.





Quando Paola casou-se com Roberto, acreditava estar vivendo um verdadeiro conto de fadas. Roberto era lindo, gentil e perfeito, ela mal podia acreditar que havia atraído a atenção do marido por mérito de sua beleza que era um tanto comum. Suas amigas suspiravam com a sorte de Paola ser escolhido por aquele belo homem e sua família acreditava que a moça vivia a verdadeira perfeição do matrimonio, afinal Roberto era rico, bem relacionado, sem dúvida o companheiro perfeito.
No entanto com o passar dos anos, o conto de fadas de Paola foi virando pó. Sua relação sexual com Roberto era quase inexistente e nas poucas vezes que acontecia, ele fazia questão de humilhar a esposa. Paola não podia mais sair com os amigos, vestir as roupas que usava anteriormente ou mencionar a falta de apetite sexual do marido, a cada tentativa de conversa sobre o assunto, a ira de Roberto crescia, junto com os hematomas que cobriam o corpo de Paola.

Com toda a humilhação diária e a falta de perspectiva de encontrar ajuda, já que Roberto trancava a esposa em casa e sua família não acreditava que a filha estivesse vivendo menos do que uma vida perfeita, Paola foi sobrevivendo ao casamento, até que encontrou forças para enfrentar o marido. Ela só não imaginava que a situação poderia piorar ainda mais e que sua luta lhe traria graves sequelas físicas e emocionais que a acompanhariam por toda a vida.

Anos após livrar-se da vida de sofrimento com Roberto, nossa protagonista está internada em uma clínica de reabilitação por vontade própria. Ela sabe que as marcas deixadas em sua pele são irreversíveis, no entanto as cicatrizes instaladas em sua alma ainda podem ser curadas, mesmo que o processo para essa cura seja um tanto lento.

Marcada por um passado que a assombra dia e noite, Paola encontrou na arte e nas cores um motivo para seguir em frente. Antes ela vivia na escuridão, mas com suas tintas ela pinta um mundo colorido, e nesse mundo conheceremos a pequena Sol e seu pai André.

Sol é paciente da clínica, e assim como Paola, também é marcada por sofrimentos que a vida infelizmente colocou em seu caminho. Talvez por esse motivo a conexão entre ambas será imediata, Sol não se importa com a aparência física de Paola, afinal as mesmas cicatrizes que a nova amiga carrega fisicamente, ela carrega em seu interior.

A vida é um labirinto onde todos tentamos localizar a saída e onde poucos têm a sorte de encontrar o parceiro ideal para a aventura que é viver. Alguém que não solta a nossa mão quando erramos na escolha do caminho ou porque não temos mesmo vontade de acertar, pois percebemos que mais do que localizar a saída é conhecer o labirinto.

E embora Paola ainda possua traumas ao se aproximar de outro homem, aos poucos ela vai se permitindo conhecer mais de André, já que para manter Sol por perto ela precisará também aceitar a presença de um pai extremamente cuidadoso.

Quando solicitei Sorrisos Quebrados a Editora Valentina, não imaginei a história que me aguardava, e devo dizer que inicialmente me senti impactada com a violência vivida pela personagem no início do livro, violência essa que é a realidade de muitas mulheres que infelizmente não encontram forças para escapar de seu agressor.

Contudo, Sofia Silva conduziu sua narrativa de forma inteligente e reflexiva, nos permitindo vivenciar junto a Paola suas experiências desde o caos até o momento de sua cura interior.

- Um dia me fecharam num frasco com receio que eu pintasse o mundo.
- E o que fez?
- Pintei o meu mundo no frasco.

Com a narrativa intercalando entre os pontos de vista de Paola e André, o leitor consegue se aprofundar no ponto de vista do personagem masculino e compreender as sequelas existentes em sua vida e na de Sol. André também foi ferido por amar demais, e seu amor foi tão grande a ponto de quase arruína-lo por inteiro. Conhecer seu lado da história e descobrir o quanto ele abriu mão pelo futuro da filha foi lindo e emocionante.

Concluindo, Sorrisos Quebrados é um romance intenso, que nos emociona desde a primeira página e apresenta uma história de duas almas marcadas e quebradas pelo passado. Foi doloroso acompanhar todos os traumas vividos pelas personagens, mas foi emocionante perceber o processo de cura de ambos. Esse é sem dúvida aquele tipo de livro que deveria ser lido, discutido e apreciado por todos.


- - - - -
Postagem válida para o TOP COMENTARISTA, Participe!
Valendo um exemplar de Um beijo a meia-noite.

7 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Namoro este livro desde que foi lançado e não vejo a hora de poder conferir todo este drama e histórias de vidas se cruzando.
    A violência psicológica e física tem sido os assuntos do momento nos últimos tempos(infelizmente) e poder ler isso detalhado em um livro é algo que não quero deixar de fazer.
    Ainda mais quando todas estas marcas podem ser usadas para continuar vivendo, mesmo com a dor do passado.
    Acredito que seja esse o título do livro, poder sorrir, mesmo quando a alma esteja quebrada!
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Consegui comprar esse livro na Black Friday super barato, muito mais pelas indicações que sempre vejo dos blogueiros, espero gostar tanto quanto da história :)

    ResponderExcluir
  4. Oi Glaucia.
    Vi várias resenhas positivas sobre esse livro.
    A temática é pesada, mas acho que devemos ler livros que abordam os diferentes tipos de abusos que podem ser praticados e ver como as pessoas conseguem superar isso. Passa uma mensagem linda de superação.
    Fiquei bem contente de saber que é um nacional de boa qualidade. Já está na minha lista de desejados.
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Olá! Estou doida pra ler esse livro, só vejo falarem super bem dele e cada resenha que leio me deixa ainda curiosa em conferi essa história que parece mega emocionante.

    ResponderExcluir
  6. Glaucia!
    Não sei...Vi que gostou do livro, porém na minha cabeça essa ideia de que está tudo bem com a magreza dela, quando está ao lado dele, me passa a impressão de dependência. E se algo não der certo no relacionamento e ele terminar, como ela ficará? Ainda mais traumatizada, né?
    Gostaria mesmo assim de ler para apreciar como todo tema foi desenvolvido.
    Bom final de semana e FELIZ NATAL!
    “Celebrar o Natal é crer na força do amor, é isto que transforma o homem e o mundo. Feliz Natal!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA dezembro 3 livros + 2 Kits papelaria, 4 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Oiee!
    Faz tempo que tenho ouvido maravilhas sobre esse livro.
    A princípio não havia despertado meu interesse em nada, mas depois de tantos burburinhos acabei indo pesquisar sobre e me surpreendi com a premissa, como todos falam é um livro que prende do início ao fim e te faz ter muitos sentimentos em uma única leitura, amo livros assim, que nos envolvem de um jeito que nos vemos na pele de quem tá vivendo aquilo.
    Ainda vi muita gente falando que a autora é uma fofa *-*
    Esse tá na minha lista pra 2018.
    Bjs!

    ResponderExcluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥