17 abril 2015

Resenha - Atormentada, Jeannine Garsee

Rinn é uma garota bipolar, que mantém o transtorno sob controle com a ajuda de medicação. Ela mora com a mãe e estuda no Colégio River Hills, onde dizem que a piscina é assombrada por Annaliese, uma adolescente que se afogou ali vinte anos antes. Quando coisas terríveis começam a acontecer aos seus colegas e não a ela, Rinn promete descobrir por que não pode ser “atingida” pelo espírito de Annaliese. Ela consegue fazer contato com o fantasma, que não se mostra nada pacífico. Ao descobrir o motivo, Rinn pede ajuda para seu namorado Nate, e elabora um perigoso plano para descobrir a verdade. Logo realidade e fantasia se confundem, até Rinn perceber que é quase impossível diferenciá-las. Diante de uma força malévola que ameaça a vida de todos de quem ela gosta, Rinn se pergunta se de fato pode confiar no que sente ou se está novamente perdendo o contato com a realidade.

SÉRIE: Volume Único
AUTOR: Jeannine Garsee
EDITORA: Jangada
EDIÇÃO: 2013
CONCEITO: 4 estrelas
PÁGINAS: 368
ADQUIRA: Saraiva| Submarino | Buscapé
Livro cedido através da parceria com a editora
Adicione no SKOOB



Aos 14 anos Corrine Katherine Jacobs ou Rinn, foi diagnosticada como bipolar. E como se não bastasse esse diagnóstico, a menina também sofre distúrbios psicóticos como alucinações e ouve vozes. Para manter seus distúrbios sobre controle, Corrine precisa tomar diversos remédios diariamente, o que acontece por um tempo. Porém ao sentir a necessidade de viver fora dos controles que os remédios lhe impõe, Rinn decide parar um período com os medicamentos por conta própria, trazendo de volta as alucinações e a vozes que lhe dizem o que fazer. E nesse intervalo de tempo, Rinn mata a sua avó e tenta tirar sua própria vida.

-Porque eu matei a minha avó. Então, quis morrer também. (pág. 51)

A morte da avó paterna traz uma tristeza tão grande para a família de Rinn que acaba os separando. Em busca de um novo recomeço, a garota e sua mãe mudam-se para River Hills, uma pequena cidade do interior de Ohio, onde sua mãe cresceu. Mesmo odiando o lugar, Rinn entende que esse recomeço é necessário e se esforça tanto para tomar seus medicamentos corretamente, como para fazer amigos na escola.




A princípio tudo corre bem. Rinn fez novos amigos no colégio, começa a namorar o lindo e atencioso Nate, e conhece o túnel assombrado da escola onde Annaliese, uma antiga aluna morreu afogada na piscina há 20 anos, mesma época em que sua mãe estudará naquela escola. Embora muitos alunos tenham medo de passar por esse túnel, Rinn não acredita nessas bobagens de assombrações, até que um belo dia, ela e os amigos decidem fazer um ritual de invocação a Annaliese no túnel.

Eu sabia que alguma coisa terrível estava para acontecer. Mas eu não sabia dizer se as Vozes estavam me chamando ou tentando me avisar para sair. (pág. 55)

Após o ritual, Rinn percebe que coisas estranhas começam a acontecer. Seus amigos apresentam sintomas e transtornos de personalidades inexplicáveis. Mas as coisas começam a piorar quando os integrantes do ritual começam a morrer. Rinn não consegue entender a ligação entre as pessoas que estão sendo mortas ou só atormentadas, mas sabe que precisa fazer algo para parar a sede de vingança do fantasma de Annaliese. E mesmo pedindo ajuda, Rinn não consegue convencer a ninguém por conta das suas alucinações.


Uma coisa que eu aprendi é que, mesmo que seja considerado oficialmente louco, você não pode usar isso como desculpa para as coisas que faz. Provar que você é um doente mental não lhe dá um passaporte para a liberdade. (pág. 151)

Atormentada é um livro envolto por mistérios, suspense e terror, somos arrastados para dentro das páginas desse livro e junto de Corrine ficamos perdidos entre a realidade e as alucinações, sendo impossível parar até desvendar toda essa teia de mistérios. A bipolaridade da personagem não foi algo que pesasse na trama, pelo contrário, foi introduzida de forma leve, sendo apenas um elemento complementar para deixar a história ainda mais assustadora e o ritmo mais frenético.

É você Annaliese, se escondendo dentro de mim? Como você seria se estivesse viva? As pessoas gostavam de você? Odiavam você? (pág. 261)


Confesso que fiquei assombrada enquanto lia esse livro e tive que dar uma pausa para respirar. Assim como a personagem, tive meus momentos de Tormento durante a leitura, como se assistisse a um filme de terror. Em Atormentada, conhecemos uma personagem forte e destemida, que mesmo após um passado de Tormento, consegue forças para enfrentar o fantasma de Annaliese. No final a autora deixa uma nota sobre o livro que me deixou com um misto de admiração e medo.

Indico o livro para todos aqueles que adoram suspense, terror e mistério.


17 comentários

  1. Olá Glaucia,
    tenho que ser sincero, quando vi essa capa pensei: vish, parece ser um livro bem chatinho e parado mas as capas enganam, principalmente nesse caso. Atormentada parece realmente ser muito bom e envolvente. Rinn é uma personagem bem peculiar e que me deixou curioso. Espero ter a chance de ler esse livro em um futuro próximo pois adoro o gênero.
    Abraços.
    http://www.ler-e-ser-feliz.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem?

    Adoro livros de terror que envolvem fantasmas, apesar de sempre morrer de medo depois que termino de ler. Gostei do fato da autora não ter usado a bipolaridade da protagonista como algo muito exagerado, isso poderia ter até mesmo feito com que a leitura se tornasse chata. Todo esse lance de ritual e invocação me lembrou muito aqueles filmes americanos que as pessoas invocam demônios nas escolas pra atormentar os colegas mas acabam pagando um preço alto por isso. Sem falar que a capa é linda.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oooi!

    Gente, gente, gente, gente!!! Eu não consegui parar de ler sua resenha!
    Fiquei até com medo sem mesmo conhecer a historia a fundo. Sua resenha conseguiu me mostrar o enredo e deixar curiosa. Confesso que sou supeeeer medrosa, mas muito mesmo mega curiosa, looogo vou querer ler esse livro e entender mesmo o que tá acontecendo com a Riss.

    Parabéns pela resenha!


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  4. Oi Glaucia!
    Nossa, parece realmente um livro bem intenso não D: Caramba, Rinn enfrenta uma barra. Não conhecia essa obra do catálogo da Jangada, mas já gostei. Doenças psicológicas são sempre temas bem relevantes em leitura. Eu sempre acho que engrandece a gente de alguma forma. E a história de Rinn já me cativou. Melhor ainda sabendo que é uma narrativa tão viciante *-* Já vai pra lista de próximo pedido.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  5. Oi Gláucia,
    Gostei muito do tema desse livro! Fiquei tensa pela vida e pelo passado de Rinn, quero saber como ela enfrenta isso na escola e como sobrevive com esse 'fantasma" em sua cabeça por ter matado a própria avó!
    A capa é linda e já entrou pra lista de desejados!
    Beijos
    Chrys Audi
    Blog Todas as coisas do meu mundo

    ResponderExcluir
  6. Eu tava curtindo a parte da bipolaridade da personagem e tal, mas falou de fantasma, assombração, misturar realidade e fantasia... aí já ficou bem distante de mim. Gostei da capa, é lindíssima com esse efeito da água.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  7. A capa do livro é encantador, e a resenha mais ainda , gostei muito da trama , e do desenrolar da estória, realmente fiquei interessada na leitura.. ^^

    ResponderExcluir
  8. Eu acho a capa desse livro tão linda que até me sentia tentada a tentar ler, mas você me mostrou que não devo nem tentar... qualquer traço de terror já me espanta, não gosto de livros que me assustam. Se dá a sensação de assistir a um filme de terror, realmente não é para mim.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  9. Oi Glaucia, sua linda, tudo bem?
    Fiquei triste no início ao saber que a doença dela causou a morte da avó dela, nossa, super pesado isso. Gostei da mãe dela que não a abandonou e está tentando fazer de tudo para ajudá-la. Ai vem você e faz uma reviravolta e me apresenta uma história que aprece ser eletrizante com muito mistério. Gostei da parte em que não saberemos o que é realidade e alucinação. Não vejo a hora de ler. Sua resenha ficou ótima!!!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oi Glaucia, tudo bem?

    Sempre quis ler esse livro e ele já está na minha lista faz algum tempo. Adoro um bom mistério e suspense, e com certeza deve ser uma história muito boa e pretendo ler assim que possível.

    Adoro quando os autores abordam doenças psicológicas, e quero saber como autora colocou isso na trama. Sua resenha só me animou mais, parabéns pela resenha.

    Beijos
    Leitora Sempre

    ResponderExcluir
  11. Oi Glaucia, tudo bem? Quero esse livro já!! Adoro história com mistérios e suspense e esses que a gente entra no livro e consegue sentir as coisas que os personagens sentem são melhores ainda. Achei interessante a autora ter trazido uma doença psicológica para a trama, que a torna ainda mais completa, e é sempre importante mostrar. Também gostei de saber que a protagonista é uma pessoa corajosa e determinada.

    Fiquei curiosa com a nota da autora que te deixou com um misto de admiração e medo.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  12. Oi, Glaucia!
    Eu li esse livro já tem bastante tempo. E eu assim como você me senti assombrada também durante a leitura, realmente a realidade com que tudo é descrito, nos deixa angustiadas e olhando em volta a todo momento. Mas eu adorei a leitura. Gosto de um bom suspense e terror.

    Beijinhos!
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  13. Oi Glaucia tudo bom?
    Mano eu não sabia que era tão louco esse livro!
    eu adoro a capa e não é a primeira resenha positiva que eu leio desse livro, por isso tenho ele no kindle, mas ainda não li sabe.
    espero gostar da leitura assim como vc, mas sou medrosa com esse lance de personagem ouvindo vozes viu.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  14. Glaucia que triste a doença dela ter ocasionado a morte da avó, o que já deve ser um enorme peso para ela. Gostei da capa e a premissa do livro me chamou atenção por toda carga emocional da protagonista e esses mistérios. Já está indo parta a lista de leitura. beijos

    Joyce

    ResponderExcluir
  15. Nossa é uma historia bem intrigante, não gosto mto de terror, mais gosto mto de suspense
    esse livro deve ser mto bom, queria saber o pq Rinn nao e atingida pela annaliese
    mto misterioso ameei kkk msm não tendo coragem pra ler acho que eu me arriscaria haha
    amei a resenhaa.. bjos

    ResponderExcluir
  16. Tem um pouco de spoilers nessas quotes 🌚🌚

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem nada que tire a surpresa da história.

      Excluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥