30 novembro 2016

Resenha - Rock Star, S.C. Stephens


Livro: Rock Star ( Trilogia Rock Star # 1,5)
Autor(a): S.C. Stephens
Editora: Valentina
Páginas: 512
Adquira: Saraiva | Submarino | Travessa | Americanas | Livraria Cultura
Livro cedido através da parceria com a editora
Ele é intenso, complicado e perigoso. Ele é demais! O único lugar onde Kellan Kyle sempre se sentiu em casa foi no centro de um palco. Tocando guitarra num bar escuro, ele consegue esquecer o passado doloroso. Nos últimos tempos a sua vida se resume em três coisas: música, seus companheiros de banda e intensos encontros sexuais. Até que uma mulher muda tudo... Kiera é o tipo de garota que Kellan jamais deveria desejar -- ela é inteligente, doce, e também a namorada do seu melhor amigo. Convencido de que nunca conseguirá merecer o amor dela, ele esconde a sua crescente atração... até que o coração atormentado de Kiera oferece a Kellan algumas pistas de que os sentimentos dele podem ser correspondidos. Agora, não importam as consequências, Kellan tem uma certeza: não vai deixar Kiera escapar sem lutar por ela. Em Intenso Demais, Kiera contou sua história. Agora é a sua vez ouvir a versão pela boca do “rock star” sexy que cativou fãs do mundo inteiro.


Quem leu minhas resenhas de Intenso demais, Complicado demais e Perigoso demais já deve estar familiarizado com a minha paixão por essa série e pelo triângulo amoroso entre Kiera, Kellan e seu melhor amigo Denny. Essa série me deixou desesperada e dividida em diversos momentos e quando terminei o terceiro livro me senti completamente órfã. Então quando a Editora Valentina divulgou que lançaria o livro Rock Star que contaria a versão de Kellan relacionada aos fatos do primeiro livro, não pude conter minha emoção, sério, acho que todo fã depois de ler a versão feminina de uma história que ama sempre sonha em conhecer o lado do mocinho, por isso imaginem a minha alegria.


Kellan Kyle cresceu sabendo que era uma criança indesejada pelos pais, fruto de uma traição de sua mãe e desprezado e agredido constantemente pelo “pai”, o rapaz cresceu sem entender o significado de um abraço maternal, ou o carinho de pessoas que desejavam e ansiavam pela sua presença e sua segurança.

A única lembrança boa na vida de Kellan foi quando Denny chegou em sua casa para fazer intercâmbio e consequentemente freou o abuso e a negligencia de seus pais que tentavam manter as aparências. Foi um período curto, mas o menino de quatorze anos sabia que aquela seria a melhor época de sua vida e com a ajuda, a gentileza e os incentivos de Denny, que percebia em Kellan um verdadeiro talento, ele foi capaz de entender o verdadeiro significado da palavra amizade e encontrar sua vocação com a música.

Vivendo sozinho há muito tempo na casa em que passou sua sofrida infância, Kellan agora aos vinte um anos é estrela dos D-Bags, e encontrou em sua banda e na música um motivo para seguir em frente e cicatrizar as feridas de sua alma, contudo sempre existe um vazio em sua sua vida, ele sente falta de calor humano, de carinho e de afeição e tenta a todo custo suprir suas necessidades em noites de sexo com mulheres que parecem interessadas em ter qualquer tipo de contato. Porém o contato nunca ultrapassa o desejo carnal e quando termina, Kellan sente-se ainda mais sozinho.

[...]Lembranças ruins se escondiam em cada esquina -  a solidão da minha infância, a rejeição, as broncas homéricas, as humilhações constantes, os lembretes diários sobre o quanto eu era um fardo indesejável. O veneno emocional que meus pais tinham injetado em mim deixou marcas profundas, mas havia uma coisa boa acontecendo ali e agora;a banda foi o grande motivo para a minha relação com a cidade mudar.

Mas as coisas começam a mudar quando Kellan recebe um telefone de Denny informando que está de mudança para Seattle e precisa de ajuda para encontrar um lugar para morar com a namorada. Pensar em ter o amigo por perto é tudo que ele sempre quis, afinal Denny sempre foi como um irmão mais velho, então instantaneamente ele decide alugar um quarto em sua residência para acomodar o melhor amigo e Kiera. Pensar em ter Denny por perto mais uma vez o deixa eufórico, e o faz relembrar os únicos bons momentos de seu passado, ele só não contava que dentre todas as mulheres do mundo, sua atração por Kiera seria desconcertante e que o destino poderia por em risco sua amizade.

No desenrolar da história vamos descobrindo um pouco mais sobre a infância de Kellan e sobre seus pais, podemos acompanhar também o período em que Denny fez parte de sua família e o quanto à amizade entre os dois teve significado e deu esperança para ele.

Em Intenso demais algumas situações do passado de Kellan são reveladas em suas conversas com Kiera, porém conhecer cada detalhe através da memória de Kellan é extremamente doloroso, minha vontade era prender esses pais por maus tratos e consolar esse menino tão novo que conheceu apenas dor e sofrimento sem ter feito absolutamente nada para merecer isso. Durante seus relatos é possível percebermos o motivo de Kellan se sentir vazio constantemente e aceitar qualquer forma de carinho que Kiera estivesse disposta a lhe dar, mesmo quando o feria em seguida através de suas ações ou incertezas.

Eu não tinha certeza do que procurava, mas sabia que queria mais do que aquilo. Talvez fosse hora de eu dar um tempo com o sexo. Ou talvez eu estivesse apenas esgotado.

Se você não leu o primeiro livro, posso imaginar que esteja pensando que ele merecia sofrer por cobiçar a mulher do melhor amigo, mas afirmo com convicção que Kellan não era o único culpado nessa história, Denny também teve sua parcela de culpa quando fez certa escolha e na minha opinião ele acabou dando sorte para o azar. Minha única raiva é a total indecisão de Kiera, tudo bem, sei que ela estava entre a cruz e a espada, mas sua falta de coragem trouxe ainda mais sofrimento para ambos os lados, minha vontade era dar uma sacudida nela e dizer: Se liga garota!

Para quem conhece a trilogia Rock Star e ainda não leu esse livro, garanto que é o melhor de todos, pelo menos para mim, rs.. E para quem ainda não conhece, sugiro que comece por Intenso demais para não sofrer tanto, tendo em vista que a carga emocional nesse volume é muito mais densa.

Em relação à edição física, só tenho a elogiar a Editora Valentina, a capa segue o mesmo padrão visual dos demais volumes da série, as folhas são brancas, as letras são medianas e não encontrei erros de revisão.

Para quem curte histórias que permitem ao leitor os mais variados sentimentos durante a leitura, essa série é mais do que indicada.

7 comentários

  1. Eu acabei lendo somente o primeiro livro desta série e claro, foi paixão à primeira letra!
    Não tem como passar despercebida por Kellan e seu passado misterioso. Nem pelo amor e desejo que surge entre o casal.
    Espero poder terminar a trilogia e partir para este livro também!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oiii Glaucia, tudo bem?
    Infelizmente dessa vez a obra não despertou meu interesse querida, por isso irei pular a dica, mas achei um arraso essa sua resenha <3
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  3. Ola, tudo bem? Eu li o primeiro livro dessa serie e sinceramente apesar de ter curtido a leitura não achei isso tudo que as pessoas comentam não. Até parei nele. Quando esse livro foi lançado resolvi ler e apesar de ser bem melhor ue o primeiro manteve a minha opinião sobre a serie. Parei nele, mas a leitura é até legal. Beijos

    ResponderExcluir
  4. Oie
    eu acho as capas dessa série bem estranhas, não sou fã do gênero também então acabo nao me atraindo mas sua resenha esta bem legal,. mas que bom que curtiu a leitura e que a edição esta tao caprichada

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Oi!
    Não curti a premissa do livro, achei extremamente clichê dentro do gênero que se encontra.
    Porém sua resenha deu uma explicação ótima sobre a trama. Não que eu vá ler mas....

    Beijos
    http://www.mundoinvertido.com/

    ResponderExcluir
  6. Olá, ainda não li nada da série. Mas não me interessei muito pelo enredo, vejo muitos elogios, mas acho que não leria. As capas são estranhas, e o enredo meio que confuso.

    ResponderExcluir
  7. Oi!

    Eu ainda não li os livros desta série, mas o fato de ter um triângulo amoroso já me deixa em dúvida se irei realmente gostar da história e dos personagens.

    ResponderExcluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥