05 maio 2015

Resenha - Não Conte a Ninguém, Harlan Coben

Há oito anos, enquanto comemoravam o aniversário de seu primeiro beijo, o Dr. David Beck e sua esposa, Elizabeth, sofreram um terrível ataque. Ele foi golpeado e caiu no lago, inconsciente. Ela foi raptada e brutalmente assassinada por um serial killer. O caso volta à tona quando a polícia encontra dois corpos enterrados perto do local do crime, junto com o taco de beisebol usado para nocautear David. Ao mesmo tempo, o médico recebe um misterioso e-mail, que, aparentemente, só pode ter siso enviado por sua esposa. Esses novos fatos fazem ressurgir inúmeras perguntas sem resposta: Como David conseguiu sair do lago? Elizabeth está viva? E, se estiver, de quem era o corpo enterrado oito anos antes? Por que ela demorou tanto para entrar em contato com o marido?

SÉRIE: Volume Único
AUTOR: Harlan Coben
EDITORA: Arqueiro
EDIÇÃO: 2009
CONCEITO:  4 estrelas
PÁGINAS: 256
ADQUIRA: Saraiva | Submarino | Buscapé
Livro cedido através da parceria com a editora
Adicione no SKOOB


David e Elizabeth pertencem às lembranças um do outro desde que se entende por gente. Aos sete anos de idade se viram pela primeira vez e desde então nunca mais se separaram. Seus pais acreditavam que esse amor que tinham pelo outro era coisa de criança e logo passaria, mas o tempo mostrou que era um amor genuíno e os dois jovens finalmente chegaram ao matrimonio. E como acontecem todos os anos, David Beck e sua esposa Elizabeth visitam o lago Charmaine na antiga propriedade da família Beck para comemorar o aniversário do primeiro beijo. Porém na comemoração do 13º aniversário, o casal é surpreendido, David é atingido na cabeça e deixado no lago para morrer e Elizabeth é seqüestrada e posteriormente assassinada brutamente pelo serial killer KillRoy.

[...] Eu compreendi todas as implicações no momento em que acharam o corpo de Elizabeth. Compreendi que nunca mais a veria, que nunca mais a abraçaria, que nunca teríamos filhos e não envelheceríamos juntos. (págs. 19/20)

Oito anos se passaram desde a morte de Elizabeth, e para suportar a perda da esposa, Beck se dedica a ajudar os menos afortunados trabalhando como pediatra em uma clínica que atende a população mais carente. Mas o que antes era calmaria, começa a desmoronar quando Beck recebe um e-mail anônimo com segredos que apenas ele e sua esposa sabiam. Na esperança de que suas suspeitas estejam corretas, Beck começa a seguir as instruções enviadas por e-mail e muitos questionamentos começam a surgir, estaria Elizabeth viva ou aquilo não passara de uma brincadeira? E se fosse uma brincadeira, como saberiam tais segredos?


[...] A dura verdade é que eu não sabia tudo sobre ela. E ela certamente não sabia tudo sobre mim. (pág. 203)

Ao mesmo tempo em que essas mensagens chegam para Beck, à polícia local encontra dois corpos enterrados próximo ao lago em que Beck e sua esposa foram surpreendidos oito anos atrás. Com indícios de que os corpos tem alguma ligação com o assassinato de Elizabeth, a polícia reabre o caso para investigação. E quando mais pistas começam a surgir e assassinatos acontecem com pessoas envolvidas no caso, as suspeitas começam a apontar para o Dr. David Beck.

Ao mesmo tempo em que David precisa provar sua inocência, também precisa descobrir se Elizabeth está viva e a verdade por trás dos emails anônimos recebidos. E David que antes era um viúvo enlutado e considerado um cidadão do bem, agora é suspeito de assassinato e com a ajuda de quem menos esperava, é considerado fugitivo da polícia. Ao decorrer da trama, novos personagens são inseridos mostrando outro lado da história onde no final tudo é interligado.


[...] O problema quando você aceita conviver com esses matizes são as repercussões – não apenas as teóricas, que mancham sua alma, mas as concretas, a destruição imprevisível que tais escolhas deixam para trás. (pág. 204)

Essa foi o meu primeiro contato com a escrita de Harlan Coben e mesmo achando a história interessante e a trama toda amarradinha, não me surpreendi com o final, mesmo não esperando a revelação que acontece na última página. Acho que a história me gerou tantas expectativas que me fez esperar mais.Vale ressaltar que a escrita de Coben é envolvente e viciante, e que Não Conte a Ninguém possui uma trama que vale conhecer. Para quem busca uma história policial com muito suspense, drama e romance, essa história é mais do que indicada.

19 comentários

  1. Heey Glaucia!

    Adorei a resenha, de verdade, ficou excelente.Parabéns! Li esse livro já faz uns 2 anos e me lembro que, na época, adorei. Não sei se iria gostar nos dias de hoje, mas me lembro que me surpreendi com o final (diferente de você). Também foi o único livro que li do autor até o momento. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá, Gláucia. Tudo bem?
    Nunca li nada do Coben, mas sempre que leio resenhas vejo a mesma observação: Final não surpreende. É uma pena isso, pois ao que parece o restante de seus livros é bem interessante e até prende os leitores. Acho que das resenhas que já li a sua foi a que mais me deu vontade de ler um livro dele, pois adorei essa ideia do e-mail misterioso e do bom cidadão se tornando suspeito. Beijos.
    Blog Clicando Livros

    ResponderExcluir
  3. Glaucia ainda não li nada do autor , mas dizem mesmo que a leitura é envolvente e viciante, gosto desse mistérios e suspense que ronda o livro. A sinopse me chamou bastante atenção, pena que o final não foi tão surpreendente a você. beijos

    Joyce
    http://www.livrosencantos.com/

    ResponderExcluir
  4. Oi Gláucia, sempre leio ou ouço coisas excelentes sobre esse autor, e apesar de não ser fã de livros policiais me vi criando certa expectativa com suas obras. Não li nenhuma ainda, mas hoje em dia tenho a sensação de essa expectativa iria me atrapalhar a leitura e fazer com que não fosse assim tão surpreendente, acho que foi justamente isso que aconteceu com vc

    ResponderExcluir
  5. Olá =)

    Li apenas um do Harlan e gostei muito da escrita dele, preciso ler mais. Adorei a sua resenha, mal posso esperar para lê-lo também! Geralmente são livros muito bons mesmo! Estou encantada pela escrita dele.

    Beijos,
    http://www.estantedarob.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Bom, para mim ler um Harlan Coben é um capítulo a parte, pois ele sempre nos leva a uma montanha russa de emoções, também imaginava o final, mas mesmo assim curti muito a leitura desse livro, além do mais ela é super rápida
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Olá Glaucia!!

    Eu solicitei esse livro nesse mês e não vejo a hora de receber. Sempre leio elogios para a escrita do autor e morro de vontade de conhecer. Gosto de livros policiais e tenho curiosidade justamente por isso.
    Fiquei chateadinha por que o livro não te supreendeu taaanto assim no final :(
    Mas vou ler e depois te digo o que eu achei. Gostei da sinceridade ;)


    Beijinhos,
    www.entrechocolatesemusicas.com

    ResponderExcluir
  8. Olá, tudo bem?

    Isso já aconteceu comigo várias vezes, eu fico com uma expectativa enorme para com o autor e quando vou ler a obra ela não é bem o que esperava. Isso aconteceu comigo com o livro A Música do Silêncio, da Arqueiro também. Confesso que nunca li nada do Coben, mas já me indicaram muito. Contudo, me falaram que esse não é o melhor livro dele, então não acho que se eu for começar agora eu vá escolher esse, mas achei a trama bem envolvente e bem trabalhada.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Eu ainda não li nada do autor e tenho as expectativas elevadas. Me surpreende vc não ter adorado porque geral que lê diz que o cara é muito bom. De repente foi mesmo porque vc esperou muito por tudo que ouviu e pelo desenvolvimento da história. Mas não fico desanimada, pelo contrário, quero muito conhecer a escrita desse cara.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Glaucia!
    Com certeza, Harlan é um autor de diversas resenhas positivas. Eu nunca li nada dele, mas não li nem menos o gênero. O lado meio policial investigativo não me chama atenção, embora pelo jeito, esse centre bastante na questão psicologico do personagem ne? Achei interessante, mas não o suficiente para me aventurar no momento. Quem sabe mais para frente. Já tem meu voto de aposta porque o personagem é meu chara :3

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  11. Oi Glau,

    Morro de vontade de ler Harlan. Pena que o final foi meio previsível. Mas, ainda assim, quero dar uma chance ao autor. Não tenho Não Conte a Ninguém, mas tenho outros 2 livros dele e pretendo ler em breve. Curto muito o gênero suspense/policial

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  12. Oi Glaucia, tudo bem? Ainda não li nada do autor, mas morro de vontade... e não tem jeito, por mais previsível, eu sempre me surpreendo. Adorei a história de amor dos dois, e nossa, será que ela tá viva?? Fiquei bem curiosa a respeito de tudo. Adorei a sua resenha!!

    Beijinhos,

    Rafa

    ResponderExcluir
  13. Oi, Glaucia!
    Eu também ainda não li nada dele. Sou bem curiosa pra ler alguns dos livros dele.
    E expectativa as vezes pode não ser muito bom, né!?
    A trama parece ser boa, e suspense, misterio e investigação são coisas que eu adoro em um livro.
    Vamos ver, talvez eu leia esse também só pra conferir.

    Beijinhos!
    Jaque | Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  14. Nunca li nada do Harlan Coben, mas pelo que você disse acho que ele escreve o tipo de livro policial que eu gosto de ler, com toques de romance e drama. Pena que o livro não atendeu completamente suas expectativas, mas se mesmo assim você achou que a leitura valeu a pena vai para a listinha de desejados.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  15. Olá, tudo bem?

    Bom, acho que posso me considerar um fã do Harlan Coben, mesmo só tendo lido quatro de suas publicações no Brasil. Infelizmente ainda não tive a oportunidade de ler Não Conte a Ninguém, mas devo admitir que estou muito ansioso para realizar essa leitura. Sua resenha me deixou ainda mais instigado!

    Um abraço,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Oi Glaucia, tudo bem??
    Nossa mesmo que não tenha sido como esperava ou o final não tenha te surpreendido, senti um frio na barriga ao ler a sua resenha... eu tenho muita vontade de conhecer a escrita desse autor... eu tenho até um livro dele, mas esse entrou na minha listinha... gostei da premissa e de saber que a história é amarrada... xero!!

    ResponderExcluir
  17. Adorei a sua resenha. Ainda não conhecia esse livro, vou lê-lo depois :)

    ResponderExcluir
  18. Olá Glaucia! Eu amei esse livro e é um dos meus preferidos do Harlan. Engraçado que eu já achei o final bem surpreendente. Só achei horrível a adaptação que fizera para o cinema, pois odiei. Acho que a história tem td para receber uma adaptação digna, pois achei o livro muito bom!!

    https://ondevivemashistorias.wordpress.com/

    ResponderExcluir
  19. Oi. A princípio, eu gostei bastante do livro, tanto que li em 2 dias. Ele realmente tem uma escrita que prende, que arrepia e te transmite várias emoções, mas no final fica um ideia meia que "vaga". Mas,é um ótimo livro, então vale a pena conhecer, é o segundo que leio de Harlan Coben, e achei as duas historias super parecidas.
    Vale a pena..

    ResponderExcluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥