28 maio 2015

Especial Cidades de Papel (Filme)

Olá, galerinha. Estou de volta pra falar do mundo pop. Hoje vou falar de um filme mais do que aguardado pelos fãs de livros e do John Green: Cidades de Papel.



Com a chegada da adaptação do livro às grandes telas, resolvi falar um pouco sobre os atores envolvidos. Mas antes vamos saber do que se trata Cidades de Papel.

Quentin Jacobsen nutre uma paixão platônica pela vizinha de escola Margo Roth Spielgeman desde a infância. Naquela época eles brincavam juntos e andavam de bicicleta pelo bairro, mas hoje ela é uma garota linda e popular na escola e ele é só mais um dos nerds de sua turma.

Certa noite, Margo invade a vida de Quentin pela janela de seu quarto, com a cara pintada e vestida de ninja, convocando-o a fazer parte de um engenhoso plano de vingança. E ele, é claro, aceita. Assim que a noite de aventuras acaba e um novo dia se inicia, Q vai para a escola, esperançoso de que tudo mude depois daquela madrugada e ela decida se aproximar dele. No entanto, ela não aparece naquele dia, nem no outro, nem no seguinte.

Quando descobre que o paradeiro dela é agora um mistério, Quentin logo encontra pistas deixadas por ela e começa a segui-las. Impelido em direção a um caminho tortuoso, quando mais Q se aproxima de Margo, mais se distancia da imagem da garota que ele pensava que conhecia.



Para começar, em time que está ganhando não se mexe. Cidades de Papel conseguiu reunir boa parte da equipe de A Culpa é das Estrelas. Nat Wolff, que teve um papel secundário em ACEDE, como Isaac, dessa vez retorna em grande estilo, interpretando Quentin. A modelo britânica Cara Delevingne será a intérprete de Margo.



Nat Wolff nasceu em 17 de Dezembro de 94. É ator e músico e costumava atuar e compor músicas para a série da Nickelodeon, The Naked Brothers Band. Cidades de Papel será o primeiro grande desafio de Nat no cinema, já que sua carreira cinematográfica é pouco conhecida, tendo participado do filme Noite de Ano novo (2011).

Já Cara Delevingne, 12 de Agosto de 92, vem de uma família aristocrata e rica da Inglaterra. Como modelo, já fez campanhas para as marcas mais badaladas do mundo: H&M Authentic Collection, Blumarine, DKNY, Tom Ford, Yves Saint Laurent, Zara, Chanel, Burberry e Dolce & Gabbana... A modelo também já foi notícia por namorar a atriz Michelle Rodriguez, estrela de Velozes e Furiosos.

No cinema, a carreira dela parece promissora. Além de Cidades de Papel, Cara estará no filme Pan (sobre o Peter Pan) e será a Magia em Esquadrão Suicida, um dos filmes mais aguardados do mundo dos quadrinhos e que será lançado em 2016.

Cara e Nat parecem ter se dado bem durante as gravações. Durante as filmagens, era comum os dois postarem fotos em seus perfis no instagram e Cara chegou até a postar uma foto de Nat sem camisa...

Nat, em uma entrevista, disse que durante as audições, nunca tinha ouvido falar de Cara e disse que se surpreendeu com a modelo pois, não é uma modelo de cabeça oca e é muito talentosa. O autor John Green não ficou atrás e também elogiou demais a moça.

Para completo delírio dos fãs brasileiros, duas notícias fantásticas. A primeira, é que John e Nat vêm ao Brasil no começo de Julho para divulgar o filme.  As cidades ainda não foram divulgadas, mas é quase certo que São Paulo e Rio sejam fortíssimos candidatos. A segunda notícia é que o filme teve a sua estreia antecipada no Brasil em duas semanas e acontecerá dia 9 de Julho.

Então é isso. Este foi um breve resumo sobre os atores principais e algumas curiosidades de bastidores do filme. Eu não li o livro. Confesso que a linguagem utilizada por John soa um pouco infantil pra mim (talvez pelo fato de eu já ter passado dos 30? risos), mas curti demais o filme A Culpa é das Estrelas e tenho grandes expectativas para este novo projeto. E vocês, o que estão esperando?


12 comentários

  1. Eu também não li o livro rs
    Mas estou curiosa com esse filme, não ia muito com a Cara, mas ela está em um destaque grande por agora, então deve ser realmente boa!
    Meu problema com o John Green é que eu devo ter começado pelos livros errados dele, li "A Culpa é das estrelas" gostei um pouco, prefiro o filme e "Teorema Katherine" que não gostei mesmo, porém fiquei com trauma e não quero ler mais nada dele kkk

    Beijo,
    http://portaoazul.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Ei Douglas!
    Então, eu li o livro Cidades de Papel, e confesso que não é dos melhores do John Green. Embora o começo do livro tenha sido excelente, conforme o enredo se desenvolve, a narrativa vai perdendo seu brilhantismo e ai começa a ficar bem massante. :( Embora isto, eu gostei muito do humor, mas com certeza não do final.
    O filme seria uma aposta para mim, de fato, mas a escolha da atriz para Margo não me desce a garganta, e isso me fez desistir de querer ver. O material divulgado do filme ficou muito fraquinho em comparação com A Culpa é das Estrelas e perdi o interesse. Talvez eu veja, mas só quando sair dvd mesmo. Pra ir ao cinema assistir, acho que não rola.

    Abraços
    David Andrade
    http://www.olimpicoliterario.com/

    ResponderExcluir
  3. Ola Douglas não li o livro pois a sinopse não me chamou muito atenção, gostei do trailer vou assistir o filme quem sabe gosto. Confesso que os livros do autor nem todos me agradam, comecei a ler Quem é Você Alasca e não terminei achei muito parado.

    abraços

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também li Quem é Voce Alasca. Achei beeeem razoável.

      Excluir
  4. Oi Douglas, realmente as escolhas para o papel foram imprescindíveis para chamar minha atenção, não li muito sobre o que se trata o filme pq tenho o livro em casa e nem a sinopse li, quero ser surpreendida quando ler e não ter tantas informações sobre o enredo é a melhor forma de isso acontecer. Não sou grande fã do john Green então espero que ele consiga me surpreender, pq se não não lerei mais nada dele kkkkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Oii tudo bem?
    Eu ja li resenhas do livro achei o maximo porem nunca parei para ler rsrs!!
    vou ver o filme e depois ler o livro para comparar!
    Um abraço.
    www.marichic.com

    ResponderExcluir
  6. Olá, tudo bem?

    Confesso que não sou muito fã das obras do João Verde não. Apesar de ter achado ACEDE muito comovente e bem realista, não curto muito a maneira como ele apresenta alguns fatos e personagens. Outro fator que me desanimou é que reuniram boa parte da equipe de ACEDE e não gosto quando fazem isso, principalmente quando são adaptações de livros com mesma temática ou do mesmo autor. Mas enfim, pelo menos pelo trailer deu para perceber que será uma boa adaptação, mesmo que não seja uma que vá me agradar HAHAHA.

    Abraços,
    Matheus Braga
    Vida de Leitor - http://vidadeleitor.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Oi Douglas, tudo bem?

    Eu estou esperando esse filme ansiosamente, apesar de ainda não ter lido o livro. Amei o livro e o filme de ACEDE. Nat arrasou como Isaac e estou ansiosa para Cidades de Papel. A Cara eu só fui conhecer recentemente e ela parece está indo para uma carreira promissora, mas vamos aguardar o filme, né? Agora é esperar o filme.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  8. Quando você fala que o John vem ao Brasil é do John Green mesmo que está falando? Ai socorro! Como eu não sabia disso? Surtando em 3, 2, 1... e pegando esse livro pra ler imediatamente! Sou neurótica e faço sempre questão de ler antes de assistir, e a estreia já está próxima.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siiiiiiim, Ju. É ele mesmo rs. Vou tentar colocar esta informação em outro post. Por enquanto não há nada decidido.

      Excluir
  9. Oii Douglas, tudo bem? Gostei bastante do post e de saber mais sobre os atores. Bom, eu não li e nem vou ler "Cidades de Papel", mas vou assistir ao filme, pois também gostei muito da adaptação de ACEDE. E adorei esse trailer, está ótimo... e parece que os autores são realmente bons.

    Quanto ao John Green vir ao Brasil... sério, isso com certeza será uma loucura!! Mas gosto muito dele, e se tiver a oportunidade de poder conhecê-lo, com certeza tentarei.

    Beijinhos,

    Rafaella Lima // Vamos Falar de Livros?

    ResponderExcluir
  10. Olá, Douglas!

    Li Cidades de Papel há algum tempo e devo afirmar que ele foi um dos livros mais fracos do John Green. Sinceramente, a narrativa não me prendeu e achei o conteúdo como um todo sem sentido (que me deu um baita sono) e com um final decepcionante. Espero que esse filme consiga revolucionar tudo e nos traga algo inovador, que dê 'vida' à história. Adorei o post!

    Um abraço,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥