09 dezembro 2013

Resenha - A mulher do viajante no tempo, Audrey Niffenegger


SÉRIE: Volume Único
AUTOR: Audrey Niffenegger
EDITORA: Ponto de Leitura
PÁGINAS: 654
CONCEITO: 5 estrelas

Adicione no SKOOB.

É difícil ficar para trás. Espero Henry, sem saber dele, me perguntando se ele está bem. É difícil ser quem fica.
(...) As coisas parecem simples até pensarmos nelas. Porque a ausência intensifica o amor?
Há muito tempo, os homem iam para o mar, enquanto as mulheres ficavam na praia, esperando e procurando o barquinho no horizonte. Agora espero Henry. Ele some sem quererm sem avisar. Espero. Tenho a sensação de que cada minuto de espera é um ano, uma eternidade. Cada minuto é lento e transparente como vidro. A cada minuto que passa, vejo uma fila de infinitos minutos, à espera. Porque ele foi aonde não posso ir atrás? (pág.9 )


Henry não pode viver sua vida como uma pessoa normal, ele até tenta, mas nem sempre com êxito. Isso porque ele sofre de um raro distúrbio genético que faz com que ele viaje no tempo. Sem avisar, seu relógio biológico da uma virada e leva ele tanto para o passado quanto para o futuro. Essas viagens são causadas normalmente por momentos de stress, e ele não tem nenhum controle sobre quando vai acontecer ou onde ele irá parar. Sem poder levar uma única peça de roupa – ou qualquer outra coisa – consigo, ele acaba passando por momentos complicados e por isso tem de aprender a se virar sozinho. Desde criança foi assim. Clare por outro lado vive sua vida normalmente e tem de aprender a lidar com as peculiaridades do relacionamento deles. Clare o conhece desde criança, mas ela sempre conheceu o Henry do futuro, nunca o do presente. A trama de desenvolve, em sua maior parte, com base nesse encontro. E tudo o que você espera de um livro, você encontra aqui e muito mais!

Eu posso escrever um testamento sobre esse livro, e mesmo assim eu nunca conseguirei passar com precisão tudo aquilo o que ele representa. O livro se divide em três partes e se subdivide em capítulos, no inicio de cada um deles vem indicado à data e a idade dos personagens. No inicio eu demorei a me situar um pouco, mas isso não demorou mais do que três capítulos. Quando penso que esse foi o primeiro romance que a Audrey Niffenegger escreveu fico abismada. Ela escreve de uma forma tão envolvente! Rica em detalhes e o enredo é de uma criatividade.... Ela conseguiu estruturar a doença de Henry de uma brilhante. Eu me atreveria a dizer que foi o enredo sobre viajem no tempo mais criativo e completo que já li.

Existem muito personagens no livro! A família de ambos, os colegas de trabalho de Henry, a amiga que mora com Clare.. Eles são um dos pontos que mais gostei no livro. Bem estruturados, cada um tem seu papel e é responsável por um momento emocionante do livro.  A narrativa feita em primeira pessoa pelo casal protagonista passa de forma brilhante todos os sentimentos deles. E são muitos! Em todas essas paginas, são contados cerca de 40 anos de história, que graças a todos os motivos que já falei antes, são muito bem definidos. Não confundido em momento nenhum a cabeça do leitor.

A minha edição é uma pokect, e nunca fiquei tão satisfeita! A Editora Ponto de Leitura faz uma capa relativamente durinha e as folhas são normais! Nada daquelas folhas transparentes mais moles do que jornal. Além de vir com o texto integral. Eu já estou pensando em me aventurar mais com essas edições, principalmente dos livros mais caros haha

É difícil falar sobre as nuances do livro sem dar spoiler. Mais difícil ainda é falar sobre um livro que eu gostei tanto, que mexeu tanto comigo e que com certeza entrou para a lista dos melhores livros já lidos. Então só vou dizer para que leiam esse livro! Vocês irão se emocionar com esse relacionamento nada perfeito e onde eles conseguirem superar todas as dificuldades pelo simples fato de se amarem!

5 comentários

  1. Eu consegui a edição normal em uma promoção e nem acreditei, só vejo elogios e morro de vontade de ler a história. Gosto de livros que tenham muitos personagens, a história fica mais rica e se foram bem explorados, o resultado deve ser muito positivo.

    Bjos!!
    Cida
    Moonlight Books

    ResponderExcluir
  2. Eu já vi o filme e adorei, mas pra ser sincera não teria assistido se soubesse na época que tinha livro. Fico com medo de isso estragar minha leitura, uma vez que eu já sie o que vai acontecer. Mas vou me arriscar, pelo que você falou super vale a pena, nem que seja só pela narrativa!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Oi Dreeh, tudo bem? Eu também tenho a versão pokect desse livro, mas ainda não o li acredita?

    Acredito que ele seja ótimo mesmo, pois apenas tendo visto o filme eu já me apaixonei pela história.

    Beijos

    Pah, Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
  4. Nunca li mas parece ser ótimo! Adorei a resenha, ficou perfeita.
    www.espacegirl.com

    ResponderExcluir
  5. Já tinha ouvido falar desse livro mas apenas a sua resenha me despertou a vontade de lê-lo! Parece ser um romance com um enredo bem original, gostei muito. Parabéns pela resenha!
    Beijinho :*

    ResponderExcluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥