05 junho 2021

Resenha - A Pergunta e a Resposta, Patrick Ness





Livro:
 A Pergunta e a Resposta
Autor(a): Patrick Ness
Editora: Intrínseca
Páginas: 528
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora


O Novo Mundo não é mais o mesmo. A promessa de paraíso a cada dia se revela um pesadelo. Nos primeiros anos de colonização do planeta, um germe brutal transformou o pensamento dos homens em um fluxo caótico e incessante de sons, o Ruído. Além disso, infectou e dizimou todas as mulheres. Ao menos era o que Todd Hewitt achava até conhecer Viola... Depois de anos de paz, uma nova guerra se anuncia. Quando Todd fugiu de Prentisstown, enfrentou provações e descobriu segredos terríveis. Agora ele se vê cercado de inimigos e obrigado a encarar inúmeras crueldades para tentar proteger Viola, sem ao menos saber se ela está viva. É nesse cenário incerto que dois grupos vão travar um arriscado embate. De um lado, a poderosa Pergunta. Do outro, a bombástica Resposta. Do que serão capazes para conquistar seus objetivos, mesmo com a existência do Novo Mundo em risco? A Pergunta e a Resposta é o segundo volume da trilogia Mundo em caos, uma distopia de tirar o fôlego que nos lança em uma acirrada batalha pelo poder. Publicada em mais de trinta países, a série consagrou Patrick Ness como um dos maiores nomes da literatura jovem e o primeiro volume ganhará uma adaptação cinematográfica estrelada por Tom Holland e Daisy Ridley.


 
novo mundo é um caos e quase tudo que Todd aprendeu sobre ele é uma mentira. Depois de conhecer uma garota (!!) que supostamente não sobreviveria nessa atmosfera, ele inicia uma jornada arriscadíssima para salvar a ela e a si mesmo.

A pergunta e a resposta começa após o desfecho bombástico do livro anterior, porém o autor baixa o nível da adrenalina, retornando ao ritmo de apresentação do enredo, ou seja, lento. MUITO. LENTO. Todd e Viola são separados assim que chegam na cidade e seus dias são chatos e repetitivos. Conhecemos o local através de seus moradores e se comparada com Prentisstown, Refúgio era de fato, um refúgio. Mas isso está ficando no passado.

O novo líder é um sádico, ganancioso e manipulador. Sim, é um personagem já conhecido, que me arrepia e representa o pior do ser humano! Temos uma nova personagem bem interessante, que não é uma vilã, mas também está longe de ser mocinha. Ela não me conquistou, mas foi importante para a construção da narrativa e a evolução de Viola.

A emoção volta lá pela metade do livro, mas o enredo como um todo não evolui muito. Muitas perguntas e nenhuma resposta. Se não fosse o carisma dos protagonistas, eu teria abandonado o livro! Todd e Viola são praticamente duas crianças, que não querem salvar o mundo, apenas sobreviver e seguir juntos. Por isso acabam sendo imaturos e um tanto ingênuos. Não dá nem para ficar com raiva quando percebemos que eles foram enganados mais uma vez!

A atmosfera da história é de “não confie em ninguém”, mas só percebemos isso com o andar da história. Há momentos de tensão, algumas descobertas previsíveis e um desfecho que te deixa querendo mais. Porém, não acredito que o desfecho vá chegar aqui tão rápido, tendo em vista que esse volume demorou dois anos e a adaptação não fez tanto sucesso assim.

A edição é bem parecida com a do livro anterior, cheia de aplicações e detalhes. Eu sou apaixonada por ela! Não sei o que esperar da continuação, mas é fato que já quero completar essa belezinha na minha estante.

Nenhum comentário

Postar um comentário


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥