10 março 2016

Resenha - Lugares Escuros, Gillian Flynn



Livro: Lugares Escuros
Autor(a): Gillian Flynn
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Adquira: Saraiva | Americanas | Livraria da Travessa
Livro cedido através da parceria com a editora
Libby Day tinha apenas sete anos quando testemunhou o brutal assassinato da mãe e das duas irmãs na fazenda da família. O acusado do crime foi seu irmão mais velho, que acabou condenado à prisão perpétua. Desde aquele dia, Libby passou a viver sem rumo. Uma vida paralisada no tempo, sem amigos, família ou trabalho. Mas, vinte e quatro anos depois, quando é procurada por um grupo de pessoas convencidas da inocência de seu irmão, Libby começa a se fazer as perguntas que até então nunca ousara formular. Será que a voz que ouviu naquela noite era mesmo a do irmão? Ben era considerado um desajustado na pequena cidade em que viviam, mas ele seria mesmo capaz de matar? Existiria algum segredo por trás daqueles assassinatos? Gillian Flynn intercala a trajetória detetivesca de Libby com flashbacks dos acontecimentos do dia dos crimes com tanta habilidade que o leitor é levado a diferentes direções. Escrito com primor, Lugares escuros não só mostra como a memória é passível de falhas, mas também evidencia as mentiras que uma criança pode contar a si mesma para superar um trauma.

Aos 31 anos, Libby sobrevive graças a um fundo monetário de doações de pessoas sensibilizadas com sua trágica história até hoje. Um tanto rude e depressiva, ela não se importa em viver dessa maneira. Quanto mais tivesse, melhor.

No entanto, ao mesmo tempo em que recebe a notícia de que o dinheiro do fundo está acabando, já que as pessoas não lembram mais do trauma dela, um grupo intitulado Kill Club, que acredita que o irmão dela possa ser inocente, a procura e oferece dinheiro para que ela compareça a uma reunião do grupo. Daí em diante revivemos com Libby os momentos que levaram ao fatídico acontecimento.
Eu tenho uma maldade dentro de mim, tão real quanto um órgão. Corte minha barriga e talvez ela escorra para fora, viscosa e escura, e caia no chão para que você possa pisar nela. É o sangue dos Day. Há algo de errado com ele.
O livro se passa em dois momentos. Um no presente e outro nos dias que antecedem a tragédia, pelo ponto de vista de Patty e Ben, mãe e irmão de Libby. O fato de Libby começar a se questionar sobre seu irmão ser realmente o assassino e de ela tentar remontar tudo o que aconteceu, nos leva a uma leitura interessante. Por vezes me peguei montando teorias e tentando juntar peças, coisas que dificilmente faço quanto estou assistindo um filme ou lendo um livro.

Gillian Flynn
consegue criar personagens interessantes e não convencionais. O vocabulário, por vezes, é um pouco pesado. Mas nada que desagrade. Apenas refletem a moral de certos personagens.

A personagem principal foge bastante das protagonistas femininas de outros livros mas, assim como em Garota Exemplar, Libby representa uma mulher às avessas. Não possui uma moral exemplar e, em certo momento, diz que poderia ter recebido mais dinheiro se não tivesse que dividir atenções com outras crianças que também passaram por algum tipo de trauma.

Eu não era uma criança adorável e me tornei uma adulta extremamente detestável. Se alguém fizesse um retrato da minha alma, veria um amontoado de rabiscos com presas.
Pouco a pouco a história se desenrola, num bom ritmo e, passado e presente se juntam e somos capazes de conhecer a realidade de ambos os lados.

O primeiro contato que tive com a autora foi com o filme Garota Exemplar e confesso que gostei bastante do estilo dela. E como os filmes dificilmente superam os livros, acredito que o livro deva ser melhor ainda. Infelizmente ainda não tive a oportunidade/tempo de ler.

Mas voltando a falar de Lugares Escuros, é uma leitura que vale bastante o tempo, ainda mais se você curte um bom thriller. Gillian Flynn com certeza já está entre minhas autoras prediletas do momento e espero comseguir um tempo para ler Garota Exemplar e o primeiro livro escrito por Flynn, Objetos Cortantes.


- - - - -
Postagem válida para o TOP COMENTARISTA, Participe!
Valendo um exemplar de Quarto.
(Livro que deu origem ao filme O Quarto de Jack)

9 comentários

  1. Eu ainda não li o livro, mas vi o filme e ja adorei o filme que costuma ser bem menos do que os livros. Parabens pela resenha, o meu livro esta na fila pra ser desbravado.

    Ana Paula
    http://paixaoporleituras.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. fiquei com mta vontade de ver o filme!!!

    ResponderExcluir
  3. fiquei com mta vontade de ver o filme!!!

    ResponderExcluir
  4. Gillian Flynn é simplesmente uma das minhas autoras favoritas!! Amei tanto o livro quanto o filme "Garota Exemplar".
    Infelizmente não consegui ler Objetos Cortantes e Lugares escuros. :/ Mas pela resenha, achei interessante o fato de Libby possuir uma personalidade diferente. Me interessei muito pelo livro.

    ResponderExcluir
  5. Meu primeiro contato com a autora também foi com o filme Garota Exemplar que também não li mas pretendo. Gostei muito da premissa desta obra, da personagem principal ser novamente uma mulher as avessas, digamos que a vilã da história. Fiquei muito curiosa para desvendar os mistérios presentes nesta obra.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  6. Douglas,fiquei interessada em ler essa obra após ler a sinopse.Gosto muito da escrita dessa autora e a forma dela conduzir os tramas.Amo narrativas intercaladas,presente e passado,que nesse caso são os dias que antecedem a tragédia.Gostei muito de saber que Libby representa uma mulher às avessas.Leia sim,Garota Exemplar e Objetos Cortantes.Ótimos Thrillers.

    ResponderExcluir
  7. Oi Douglas!
    Gostei muito da sua resenha. Já tinha ouvido falar muito bem da autora devido a "Garota Exemplar", mas infelizmente não tive ainda oportunidade de ler nenhum de seus livros. Fiquei curiosa por essa história e já adicionei na minha lista interminável de desejos literários.

    ResponderExcluir
  8. Olá Douglas,
    Já faz um bom tempo que quero ler algum livro da autora, só vejo comentários bons de sua escrita, principalmente do livro Garota Exemplar, pretendo ler tanto o livro quanto o filme, que ainda não tive a oportunidade de assistir. Como estou buscando ler mais livros que fogem da minha zona de conforto vou apostar nos thriller da Gillian Flynn.

    ResponderExcluir
  9. Gosto demais da Gillian Flynn, os thrillers dela são de tirar o fôlego e ler sem parar até o livro acabar, já li Garota Exemplar e Objetos Cortantes, que são muito bons, dou preferência à Objetos Cortantes, e estou muito curiosa para ler Lugares Escuros, que eu nem sabia do que se tratava até ler sua resenha, e tenho certeza que é tão bom quanto os outros livros da autora.

    Abraços :)

    ResponderExcluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥