10 julho 2017

Resenha - A distância que nos separa, Kasie West


Livro: A distância que nos separa
Autor(a): Kasie West
Editora: Verus Editora
Páginas: 240
Adquira: Saraiva | Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Caymen Meyers aprendeu desde cedo a não confiar nos ricos. E, depois de anos observando-os, ela tem certeza de que eles são bons em apenas uma coisa: gastar dinheiro em inutilidades, como as bonecas de porcelana da loja de sua mãe. Assim, quando Xander Spence entra na loja, basta um único olhar para Caymen perceber que ele tem muita grana. Apesar de ele ser um fofo e entendê-la como ninguém, Caymen é esperta e sabe que o interesse de Xander não vai durar. Porque, se tem algo que ela aprendeu com a mãe, é que caras ricos vão inevitavelmente partir o seu coração. Mason, o cantor de rock tatuado — e classe média —, tem muito mais a ver com ela, certo? Então por que ela não consegue tirar Xander da cabeça? Quando a amizade e a lealdade de Xander estão prestes a convencer Caymen de que ser rico não é uma falha de caráter, ela descobre que o dinheiro tem um papel muito maior no relacionamento dos dois do que ela poderia imaginar. Será que Caymen vai arriscar ter o coração partido para encontrar o seu verdadeiro amor?


Caymen ainda não sabe o que quer fazer da vida após o ensino médio, mas continuar trabalhando na loja de bonecas de porcelana da mãe não é uma opção. Sendo a filha responsável que sempre foi, ela pretende adiar a faculdade para ajudar a mãe de forma integral, até que a loja gere lucro o suficiente para contratar uma ajudante de verdade. Mas a longo prazo, permanecer ali não é uma opção. Ela só precisa descobrir como contar isso para sua mãe sem deixá-la chateada.

A grande maioria dos clientes da Dolls and More são os riquinhos da cidade e, apesar de tratá-los com cordialidade, Caymen sabe que não deve confiar em ninguém que tenha muito dinheiro. Esse foi um ensinamento de sua mãe, que ela nunca pensou em questionar, até o dia em que ela conhece Xander Spence. Ele não pode negar sua origem, mas também não pode ser definido apenas por ela. A cada novo encontro, Caymen se surpreende mais a personalidade dele, mas nenhuma atitude enfraqueceria tanto sua vontade de se afastar do garoto como o fato dele entendê-la como ninguém.

Eu o observo enquanto me aproximo. Olhos destreinados poderiam não perceber a riqueza que emana do cara, mas conheço riqueza, e ele exala esse cheiro.

Ao mesmo tempo que esconde de sua mãe a amizade com Xander, ela não tem problema nenhum em apresentar o tatuado Mason. O vocalista da banda local está nitidamente interessado em Caymen e ela sabe que um relacionamento com ele muito mais viável. Mason é muito gente boa, mesmo com sua mania de fazer contato físico com as pessoas ao seu redor, mas será que Caymen conseguirá vê-lo como algo mais que um amigo?

Romance clichê, cheio de fofura e com uma trama digna de filme da sessão da tarde, é isso que espero quando leio um livro da Kasie West. A temática adolescente narrada de maneira fluida e contagiante, fizeram desta uma leitura rápida e prazerosa. A única coisa que me incomodou na foi a autora não ter desenvolvido melhor as problemáticas abordadas. Alguns assuntos com potencial para discussão que foram levantados, principalmente na reta final do livro, mas a autora não aprofundou nenhum deles e ainda me deixou com a sensação de algumas pontas ficaram soltas. Não chegou a ser um defeito que tirou o brilho da história, mas poderia ter adicionado mais conteúdo para o leitor.

A sinopse nos leva a crer que a história vai gira em torno da escolha de Caymen sobre confiar seu coração a Xander ou não, mas acho que a indecisão dela sobre o futuro é muito mais relevante para o leitor. Quando terminamos o colégio, a sociedade espera que o jovem saiba exatamente que carreira deseja seguir. Acontece que ninguém da condições para que esse mesmo jovem conheça as possibilidades existentes. Que são muitas! A autora encontrou uma forma de explorar essas possibilidades e foi bem interessante. Infelizmente se tornaria uma prática inviável se todos decidissem fazer por conta própria, mas ainda sim foi interessante.

Acho que a infelicidade é o resultado de expectativas frustradas.

Graficamente o livro está impecável. A editora está criando uma identidade visual para as obras da autora, o que eu acho muito bacana, que transmite facilmente toda a atmosfera da história. Acredito que a fotografia da capa represente uma determinada cena, mas eu ficaria muito mais feliz se a protagonista tivesse sido representada com roupas que combinem mais com ela no seu dia a dia. Roupas confortáveis, um copo de café e o casal passeando em uma calçada... seria perfeito! A diagramação é simples e confortável para leitura.

Esse é um livro jovem, indicado para aqueles momentos em que você precisa de uma leitura leve e descontraída.

11 comentários

  1. Eu adoro um bom romance clichê e não sei por qual motivos, isso de incluir um tatuado de banda de rock me deixa ainda mais animada. Talvez, sonho de adolescência!
    Gostei muito do que li acima e acho que todos nós, deveríamos ler um livro assim,leve e sem pretensão de vez em sempre!
    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi, Dreeh!
    Eu amo um livro que é, literalmente fofo e envolvente. E que nos lembra aqueles típicos filmes adolescentes da sessão da tarde que a gente nunca se cansa de assistir e nos leva a matar um pouco a saudade da adolescência com seus eternos conflitos amorosos. A capa é lindinha demais!!! Quero ler também!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  3. Gosto de clichês e sinto que esse livro está bem completinho no quesito "romance"!
    Amei o primeiro livro dela e mal vejo a hora de ter em mãos esse novo.
    Parece ser bem lindo, gostosinho e que nos envolve do inicio ao fim.
    Espero conferir em breve. Sinto que vou amar esse casalzinho.
    Beijos
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir
  4. Por mais que possa parecer clichê, me alegra ver que o enredo possui muitas partes emocionantes. Não escondo que esse é o meu gênero favorito de toda a vida, ainda mais porque sempre é bom ler um drama e se apaixonar por um casal diante de suas problemáticas, encontros e desencontros. Quero ler e me encantar com as cenas e torcer para que tudo dê certo no desfecho!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  5. DREEH!
    Questionamentos sempre estão presentes nos livros, o fato é saber se eles fazem diferença para a trama ou não, no caso aqui, acredito que não sejam relevantes as perguntas que se fez.
    Sou totalmente a favor dos clichês, principalmente em romances, com vai haver amor sem ter clichê? Não existe isso e nem sei porque as pessoas falam tanto do pobre do clichê...
    Adorei o enredo e os protagonistas e fiquei curiosa por ler.
    “Bendito seja eu por tudo o que não sei, gozo tudo isso como quem sabe que há o sol” (Fernando Pessoa)
    Cheirinhos
    Rudy
    TOP COMENTARISTA DE JULHO 3 livros, 3 ganhadores, participem.
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Gosto desses romances mais clichês, acho eles super gostosinhos de ler. Acho frustrante quando os pais colocam certas expectativas nos filhos e os impedem de seguirem sua vida, por mais que a Caymen goste do Xander, ela não admite por receio do que sua mãe disse e também tem medo de deixar a loja pelo que sua mãe vai pensar, enfim, espero que os dois fiquem juntos no fim, o que provavelmente acontece, mas não canso de torcer pelo casal que gosto.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Dreeh,
    Li no mês passado Namorado de Aluguel e me encantei com o romance fofo, a narrativa da autora é muito gostosa de se ler, foi uma leitura leve e muito contagiante, me peguei em várias cenas com um sorriso bobo no rosto. Então, fico empolgada em saber que A distância que nos separa segue o mesmo estilo. Adoro um romance clichê, eles têm os seus encantos, nada melhor do que uma leitura fluida e fofa após uma ressaca literária daquelas.
    Adoro livros que abordam os dilemas que um jovem adulto tem que enfrentar após o termino do ensino médio, que caminho seguir num futuro incerto. Geralmente, histórias com essa abordagem são de certa forma reflexivas, mesmo que inseridas em uma trama mais leve.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Li o primeiro livro da autora Amor de Aluguel, e tive o mesmo problema quanto o desenvolvimento da trama, porém após algumas conversas com outros leitores e percebi que este gênero tem esta premissa de ser um pouco superficial, porém ainda sim sua escrita e cativante e envolvente. Acredito que estas questões adolescentes, como a decisão de qual carreira seguir e algo que me identifiquei por isso quero muito ler este livro.

    Participe do TOP COMENTARISTA de Julho, para participar e concorrer aos livros "O Casal que mora ao lado" e "Paris para um e outros contos".
    http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. Olá!
    Gostei muito da sua resenha!
    Já tinha visto várias opiniões sobre esse livro é sempre vejo positivamente. O ruim do livro que há um triângulo amoroso porque ela fica meia que dívida entre os dois personagem masculino. A forma de que é trata a decisão adolescente de qual profissão seguir realmente é bem legal, faz nos se identificar a isso. Com certeza um livro muito bom para ser lido.

    ResponderExcluir
  10. Ainda não li nenhum livro da autora, a leitura parece ser gostosinha, pena ter essas pontas soltas não gosto disso, mas aborda bem a realidade dos jovens que muitas vezes não sabem que caminho seguir ficam inseguros e divididos. E espero que a personagem não fique divida entre os dois garotos não gosto disso rs.

    ResponderExcluir
  11. Oi Dreeh ;)
    Já li Namorado de Aluguel da autora e adorei a escrita dela, então estava doida pra ler A Distância que nos Separa!
    Se seguir a mesma linha do que eu já li, é clichê sim, mas com muita fofura como você disse.
    Parece um livro que tem personagens cativantes e ensina uma lição ao final da leitura!
    Espero gostar desse tanto quanto de Namorado de Aluguel :)
    Bjos

    ResponderExcluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥