21 março 2016

Resenha - Um presente da Tiffany, Melissa Hill



Livro: Um presente da Tiffany
Autor(a): Melissa Hill
Editora: Intrínseca
Páginas: 336
Adquira: Saraiva | Submarino | Travessa | AmericanasLivraria Cultura
Livro cedido através da parceria com a editora
Véspera de Natal na Quinta Avenida: dois homens estão comprando presentes para as mulheres que amam. Gary quer dar para a namorada, Rachel, uma pulseira de berloques. Em parte, como agradecimento por ela ter pagado a viagem a Nova York durante as festas de fim de ano, mas principalmente porque ele deixou, como sempre, tudo para a última hora. Enquanto isso, Ethan está procurando algo mais especial — um anel de noivado para Vanessa, a mulher que conseguiu levar felicidade à sua vida e à de sua filha depois da morte da primeira esposa, que ele amava tanto. A vida desses dois casais acaba se cruzando por acidente. Quando as sacolas de compras dos dois homens se misturam sem que ninguém perceba, Rachel ganha o anel de noivado que seria de Vanessa, e encontrar a joia para entregá-la à sua legítima dona revela-se uma tarefa mais complicada do que Ethan imaginava. Será que o destino tem algo inesperado reservado para os casais? Ou será a magia da Tiffany que está no ar?

Na véspera de natal, a vida de dois casais se cruza em frente a famosa joalheria Tiffany & Co. Uma acidente, uma troca de embrulhos e uma tremenda confusão se instala.

Gary é um machão irlandês. Sua estadia em NY foi um presente da namorada Rachel, uma chefe de cozinha que vê seu negocio deslanchar cada dia mais. Depois de gastar uma pequena fortuna, mesmo sem estar em condições de extravagancia, com presentes para si, cai a ficha que ele não comprou nada para agradar a namorada. Como os últimos presentes foram bem fuleiras e ela está pagando toda a viajem, ele precisaria se esforçar um pouquinho mais. É assim que ele chega até a Tiffany, mas apesar de todo o glamour da caixinha azul com fita branca, o seu embrulho contém apenas um pulseira de berloque. Ele já estava atrasado para encontrá-la, então teria que servir.

Ethan é britânico, viúvo e pai da da sempre preocupada Daisy, que tem apenas oitos anos. Sua ex-mulher foi o grande amor de sua e a forma abrupta como ele a perdeu só fez com que o luto fosse mais difícil de superar. Após um ano de relacionamento com Vanessa, ele acha que é está na hora de levar o relacionamento para um outro nível. Eles combinam por vários e o mais importante, Daisy e Vanessa se dão muito bem. Sua pequena está crescendo e cada dia que passa uma figura feminina se faz mais necessário. Então, porque não? Seu presente para a agente literária é um dos desejados solitários de diamantes da loja, que ele pretende entregar na manha seguinte, junto a pequena árvore de natal que compraram exclusivamente para sua temporada em NY. Um desfecho de contos de fadas para coroar a viajem a tanto esperada.

Quando Ethan percebe a troca, ele entra em parafuso! Afinal de contra, foram investidos uns bons cinco dígitos em libra na compra desse presente. Ele precisa recuperá-lo e já, só que o maucaratismo de Gary em se apossar de algo que não lhe pertence, a simpatia de Rachel e o fato que não querer estragar a surpresa a Vanessa complicam muito a sua vida. Será que ele consegue obter sucesso na empreitada?

Não era estranho que o anel não coubesse no dedo de Vanessa e ficasse perfeito no de Rachel?

Um presente da Tiffany é aquele tipo de livro que te interessa antes mesmo de ler a sinopse. Pelo menos aos sonhadores e românticos como eu. E de fato, o livro tinha todos os itens para me deixar apaixonada: é uma comédia romântica, ambientada no natal de Nova York, que envolve casamento e a Tiffany. Só que nem tudo saiu como esperado. Narrado em terceira pessoa, o livro acompanha Ethan de perto, mas dando pequenos espaços aos demais personagens. Apesar de Melissa Hill ter uma leitura agradável, a narrativa deixou um pouco a desejar. Não sei dizer ao certo o que aconteceu, apenas que não fluía como deveria.

A história se passa predominantemente em Nova York e Dublin! E eu achei a ambientação bem legal. Sem muita descrição, mas o suficiente para você se sentir em casa. Os personagens também foram bem desenvolvidos e minha preferida foi a Daisy. Ela perdeu a mãe muito cedo e essa fato foi determinante na formação de seu caráter. Ela é atenta a tudo, responsável como se fosse um adulto, mas sem perder aquele pingo de inocência característico de toda criança.

Daisy achava uma ótima ideia; em geral tentava se alimentar de forma saudável para ser um bom exemplo ao seu pai. Mas seria bom se empanturrar de sorvete e batatas fritas sem se preocupar em ser uma má influencia. Ao que sabia, meninas de oito anos não tinham de se preocupar com colesterol ou problemas cardíacos, pelos menos não ainda.

O final do livro e recheado de reviravoltas. Além do drama principal, alguns outros questionamentos são levantados ao longo da história e o leitor fica curioso por saber como as histórias paralelas irão interferir no desfecho do casal. O que posso dizer foi que eu passei do pensamento 'que merda é essa' para o 'ahhh, sensato e maduro. Gostei' com um piscar de olhos. Sério, se alguém aqui finalizou essa leitura me chama lá na fanpage e vamos conversar porque algumas coisas ainda estão atravessadas na minha garganta.

De repente as palavras de Jane no seu leitor de morte lhe vieram à cabeça com uma força fantástica.
Procure uma mulher que faça pão para você. [...]
A mesma mulher que estava usando seu anel de noivado naquele momento...?

O livro fala muito sobre relacionamentos, não poderia ser diferente, e levanta diversas questões relacionadas a isso como a confiança, o compartilhamento de ideais e por que não, de sonhos. Mas também temos a questão da amizade e do luto.

A parte gráfica do livro é um amor a parte. Delicada e romântica, a capa passa uma ideia totalmente correta sobre o que esperar da história e ainda é soft touch, só que bem levinho. Nada de dedos marcados e arranhão fácil. Estou pensando seriamente em mandar ampliá-la e fazer um daqueles quadrinhos fofos que tem se usado para decorar home office. Internamente ele está bem simples, com paginas amareladas e fontes confortáveis.

[...] mas o que havia de pouco realista em querer dividir a vida com um homem tranquilo e honesto?

É um livro completo e apesar de não ter sido meu preferido, fiquei feliz em lê-lo. Espero que vocês também tenham uma experiencia igual ou melhor do que a minha.


- - - - -
Postagem válida para o TOP COMENTARISTA, Participe!
Valendo um exemplar de Quarto.
(Livro que deu origem ao filme O Quarto de Jack)

10 comentários

  1. Dreeh,quero muito ler esse livro e ver o que essa troca de embrulhos irá resultar.Esse Gary parece-me a princípio não valorizar muito a sua namorada Rachel,já Ethan,me parece decidido do que quer com Vanessa ,após a profunda dor que foi a perda da sua esposa.Pena que a narrativa tenha deixado um pouco a desejar.Com certeza irei gostar da Dayse,amo crianças responsáveis que não perdem aquele pingo d inocência.São meus personagens preferidos.Fiquei curiosa com final.Amei a capa ,é delicada e romântica,achei ótima a ideia do quadrinho.Irei ler e depois te conto o que achei.Beijos!!!

    ResponderExcluir
  2. Dreeh, pensa na curiosidade de uma pessoa agora haha. Esse livro foi já pro topo da minha lista, um presente da Tiffany é meu sonho, imagina se fosse um anel de noivado haha. Estou muito curiosa a respeito de onde essa troca toda vai levar os casais. Acho realmente maravilhoso ler histórias ou assistir filmes em que crianças se dão bem com a namorada ou futura esposa de seus pais. Demonstra maturidade de ambas as partes, confiança e a vontade de criar grandes laços de amizade. Dayse deve ser uma menina encantadora. Vou tentar ler o livro o quanto antes possível para podermos fofocar hahah
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Vi uma resenha desse livro um tempo atrás e o vi várias vezes pois ele é um lançamento recente da intrínseca, e fiquei curiosa com a história. Pelo título achei que seria algo chato, mas quando li a sinopse e a resenha vi que o livro pode ser ótimo e quero ler.

    Abraços :)

    ResponderExcluir
  4. Essa capa é muito fofaaa!! Porém, eu não curto muito histórias que falam sobre relacionamentos.
    Creio que para quem gosta do tema, esse livro seja perfeito, pois já ouvi muitos elogios a respeito da escrita da Melissa Hill (meu amigo adora ela kkk).

    ResponderExcluir
  5. Olá Andressa,
    Desde o lançamento do livro fiquei muito interessada em lê-lo, e essa capa fofa chama muito a atenção. Adorei a resenha, e gostei de saber que o livro levanta diversas questões sobre relacionamentos. Estou bem curiosa pra saber o desfecho dessa história.
    Beijos

    ResponderExcluir
  6. Oi Dreeh!
    Quando eu estava lendo a sua resenha, fiquei criando na minha mente cenas de um filme de comédia de romântica. O fato de ter uma confusão a ser resolvida me lembra muito filmes desse tipo. Já tinha visto que foi lançado recentemente pela Intrínseca, mas só agora pude ler uma resenha e confesso que fiquei bem curiosa para ler o livro. Espero fazer isso em breve.

    Um beijo,
    http://helendutra.com/

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia a autora e o livro, mas gostei muito da premissa, pois gosto muito de romance, ainda mais quando ele envolve algumas confusões e reviravoltas como este. Gostei muito da resenha e da dica, a capa é muito fofa mesmo, vai ficar lindinha em um quadro.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  8. Terminei de ler o livro e já fui procurar uma resenha! Sinceramente eu não consegui engolir os personagens, fiquei com raiva de todos eles e achei as decisões muito bobas. Um anel CARO estava em jogo minha gente! Mas não, vou magoar os sentimentos dela... HAUSHASUAHSAU

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ray, eu pensei a mesma coisa! Hahahha São milhares de reais/euros/dólares em jogo é ele preocupado com em não ferir os sentimentos dela. Para né! E o final dele foi muito surreal...

      Excluir
    2. Ray, eu pensei a mesma coisa! Hahahha São milhares de reais/euros/dólares em jogo é ele preocupado com em não ferir os sentimentos dela. Para né! E o final dele foi muito surreal...

      Excluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥