24 maio 2019

Resenha - Imperfeitos, Lauren Layne


Livro: Imperfeitos (Recomeços #2)
Autor(a): Lauren Layne
Editora: Paralela
Páginas: 256
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Quantas vezes um mesmo coração aguenta ser despedaçado? Essa é a pergunta que atormenta Michael St. Claire, o ex-bon vivant que, após ser rejeitado por Olivia e abandonado pelo melhor amigo, deixa o glamour nova-iorquino para trás e vai trabalhar num clube de tênis numa cidadezinha no Texas. Há um motivo secreto por trás dessa escolha geográfica: é lá que se encontram seu pai biológico e seu meio-irmão, Devon, que não fazem ideia de sua existência. O que o plano de Michael não previa era conhecer Chloe, a garota mais inteligente, sarcástica e original que ele já vira. Em pouco tempo, eles se tornam grandes amigos, e quando Michael descobre que Chloe é apaixonada por Devon ele resolve que irá ajudá-la. Mas será que dois corações rejeitados conseguem, juntos, construir um recomeço? Ou irão apenas se machucar, perdidos na eterna busca por aceitação e pertencimento?


ESSA RESENHA NÃO POSSUI SPOILER DOS LIVROS ANTERIORES.
LEIA A RESENHA DE EM PEDAÇOS E COMO UM FILME.


Michael St. Claire perdeu seu pai, seu melhor amigo e o amor da sua vida. A mais recente perda veio com a descoberta que o homem a quem sempre chamou de pai, provavelmente só lhe deu um sobrenome para incobrir a infidelidade da esposa. E agora Michael atravessou o país arquitando um plano para chegar até seu meio irmão, Devon.

22 maio 2019

Lançamentos da Editora Intrínseca (Maio/ 2019)



F*deu Geral, Mark Manson
Um livro sobre esperança?

Vivemos em uma época interessante. Materialmente, nunca estivemos melhor - temos mais liberdade, mais saúde e mais riqueza do que em qualquer momento da história da humanidade. No entanto, tudo ao redor parece terrivelmente f*dido: aquecimento global, governantes horrorosos, economia em crise e todos constantemente ofendidos nas redes sociais. Temos acesso a tecnologia, educação e comunicação de maneiras que nossos ancestrais jamais sonhariam e, mesmo assim, sentimos essa desesperança esmagadora. O que está acontecendo, afinal? Se você também está se fazendo essa pergunta, o livro de Mark Manson é sua próxima leitura obrigtória. Em A Sutil Arte de Ligar o F*da-se, Manson, de maneira brilhante, deu forma à ansiedade que permeia a vida moderna - agora, em F*deu Geral, ele desvia seu olhar das falhas inevitáveis de cada indivíduo para as inúmeras calamidades que tomam o mundo. Ao trazer desde pesquisas psicológicas a pérolas da sabedoria atemporal de filósofos como Platão e Nietzsche (e Tom Waits), Manson disseca religião e política e trata de como as duas, desconfortavelmente, vieram a se assemelhar. Também explora nossa relação com o dinheiro, o entretenimento e a internet, e desafia de modo franco nossas definições de fé, felicidade, liberdade e, até mesmo, a própria definição de esperança. Um passeio inusitado e divertido pela dor em nossos corações e o estresse em nossas vidas


O que aconteceu com Annie, C.J. Tudor

Quando Joe Thorne era adolescente, sua irmã mais nova desapareceu. Vinte e cinco anos depois, um e-mail anônimo o leva mais uma vez ao passado: “Eu sei o que aconteceu com sua irmã. Está acontecendo de novo.” Atolado em dívidas e bem longe do vilarejo onde cresceu, Joe precisa escapar das pessoas perigosas que estão atrás dele, mas também vê a oportunidade de resolver o que arrasta consigo há mais de duas décadas. Retornar a Arnhill parece a única opção. Mas voltar também significa abrir velhas feridas e reencontrar pessoas e lugares que ele nunca mais pensou que veria. Afinal, alguns segredos são grandes demais — e Joe não faz ideia de onde está se metendo. Neste suspense de ares sobrenaturais, o leitor é carregado por reviravoltas sombrias que o deixam na expectativa até o fim. O que Aconteceu com Annie é uma viagem ao lugar mais escuro de um passado que precisa ser esquecido.

Raízes do Mal, Gwenda Bond
Série Stranger Things Vol. 1
Primeira história oficial do universo expandido de Stranger Things. Descubra o passado sombrio da mãe de Eleven e do médico perverso envolvido no projeto MKULTRA. Uma das séries de maior sucesso dos últimos tempos, Stranger Things surpreendeu espectadores de todas as idades. Agora, a poucos meses da estreia da aguardada terceira temporada, a Intrínseca lança o primeiro livro oficial da série, que explora o passado de dois dos personagens mais enigmáticos da produção: Terry Ives, a mãe de Eleven, e o dr. Martin Brenner, o homem que separou as duas. Em plena década de 1960, os Estados Unidos estão passando por profundas mudanças políticas e sociais, e Terry Ives, estudante de uma cidadezinha em Indiana, se vê à parte dos acontecimentos. Cansada de ser uma mera espectadora das mudanças à sua volta, ela enxerga sua grande chance de entrar para a história ao se voluntariar para participar de um projeto ultrassecreto do governo chamado MKULTRA, realizado no laboratório de Hawkins. É lá que ela conhece o dr. Martin Brenner, um homem cruel capaz das maiores atrocidades para alcançar seus objetivos. Terry logo se vê presa em uma trama repleta de manipulações e perigos, travando com Brenner uma guerra em que a mente humana é o campo de batalha. E sua única chance de vitória reside em uma menininha com poderes sobre-humanos e um número no lugar do nome. Obra oficial de Stranger Things, Raízes do mal expande o universo da série, aprofundando a trama, e volta no tempo para explicar como os destinos de Terry, Brenner, Eleven e Eight se cruzaram pela primeira vez.


Era da Destruição - Parte 1, Jeff Lemire
Série Black Hammer Vol. 3

Ao unir elementos de grandes clássicos dos quadrinhos, tramas únicas e personagens complexos, Black Hammer se tornou uma das HQs mais bem-sucedidas dos últimos tempos. Vencedora do prestigiado Eisner Awards, a história dos cinco heróis decadentes que se veem presos em uma cidade fora dos limites do tempo — e de suas tentativas de escapar desse purgatório — conquistou muitos fãs no Brasil e no mundo. Ao vencerem o poderoso e maligno Antideus, os maiores heróis de Spiral City desapareceram sem deixar vestígios. Todos acreditam que eles estão mortos, mas há dez anos vivem isolados em uma pacata fazenda, relegados ao esquecimento e à melancolia de dias sem glória. Obrigados a disfarçar seus poderes, sua natureza e suas origens aos olhos dos habitantes locais, eles personificam uma típica família disfuncional, tentando criar para si uma vida comum, mas que ainda é atormentada pelos mistérios que envolvem sua chegada e sua permanência na cidade. O terceiro volume reúne os cinco primeiros fascículos de Era da destruição. Nesta primeira parte, grandes segredos começam a ser revelados quando os ex-heróis recebem uma visita inesperada que tanto pode lhes mostrar o caminho para casa, como ser um prenúncio do caos e da destruição que estão por vir. Criada por Jeff Lemire e Dean Ormston, a série Black Hammer é uma história arrebatadora sobre memória, família, o peso do passado e o medo do futuro.


Why Not,  Raquel Landim
O Brasil assistiu nos últimos anos ao rápido crescimento da JBS, que, nas mãos dos irmãos Wesley e Joesley Batista, saiu da condição de pequena empresa familiar para transformar-se em gigante mundial. Já no auge do sucesso, Joesley trocou seu iate Blessed (“Abençoado”, em inglês) por um novo e maior, que batizou de Why Not (“Por que não?”). O sugestivo nome parecia indicar os rumos que os irmãos estavam dispostos a percorrer. Por que não subornar políticos para aprovar leis que favorecessem a empresa? Por que não crescer contando com atalhos e privilégios de uma rede estatal de benefícios? Por que não gravar políticos, clandestinamente e em situações comprometedoras, tendo em vista uma possível delação premiada? Narrando esse caso no ritmo de um thriller político e empresarial, após dois anos de apuração e mais de uma centena de entrevistas, a jornalista Raquel Landim remonta em Why Not a história da JBS desde sua origem até os bastidores da negociação do polêmico acordo de colaboração premiada, que garantiria imunidade judicial aos irmãos Batista apesar de seus crimes. Com inegável talento para negócios, Wesley e Joesley perceberam desde cedo que poderiam crescer ainda mais se contassem com a ajuda do governo, mesmo que para isso tivessem que adotar métodos nada convencionais, dando início ao que se tornaria um dos maiores esquemas de corrupção já descobertos em uma empresa privada brasileira. Todos os detalhes desta incrível história os leitores acompanharão em Why Not como se fossem um observador invisível no submundo do poder e da ganância.

20 maio 2019

Resenha - Rainha do ar e da escuridão, Cassandra Clare


Livro: Rainha do ar e da escuridão (After #3)
Autor(a): Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 742
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Sangue inocente foi derramado nos degraus do Salão do Conselho, e o mundo dos Caçadores de Sombras se encontra à beira de uma guerra civil. Parte da família Blackthorn foge para Los Angeles, em uma tentativa de descobrir a origem da doença que está acabando com os bruxos. Enquanto isso, Julian e Emma tomam medidas desesperadas e embarcam em uma perigosa missão para o Reino das Fadas a fim de recuperar o Volume Negro dos Mortos. O que encontram é um segredo capaz de destruir o Mundo das Sombras e abrir um caminho tenebroso para um futuro que nunca poderiam ter imaginado. Em uma corrida contra o tempo, Emma e Julian devem salvar o mundo dos Caçadores de Sombras antes que o poder mortal da maldição parabatai destrua tudo o que amam.


ESSA RESENHA NÃO POSSUI SPOILER DOS LIVROS ANTERIORES.


O universo dos Caçadores de Sombras é cheio de heróis que, em circunstâncias menos mortais, seriam apenas adolescentes inconsequentes. E os Artifícios das Trevas está cheio deles. Cada um com seu mundinho de problemas, que corre em paralelo a eminente batalha que vem destruindo a Clave de dentro para fora. Narrado em terceira pessoa, acompanhamos umas dez problemáticas simultâneas, deixando a história acelerada desde o início. Acontece tanta coisa, que existem três clímax! Só não consigo dizer que não senti as 750 páginas. Faz anos que li algo da Cassandra Clare e a evolução de sua narrativa ficou clara, mas ainda é muito detalhista.

18 maio 2019

Resenha - Uma Coisa Absolutamente Fantástica, Hank Green


Livro: Uma Coisa Absolutamente Fantástica
Autor(a): Hank Green
Editora: Seguinte
Páginas: 344
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Enquanto volta para casa depois de trabalhar até de madrugada, a jovem April May esbarra numa escultura gigante. Impressionada com sua aparência — uma espécie de robô de três metros de altura —, April chama seu amigo Andy para gravar um vídeo sobre a aparição e postar no YouTube. No dia seguinte, a garota acorda e descobre que há esculturas idênticas em dezenas de cidades pelo mundo, sem que ninguém saiba como foram parar lá. Por ter sido o primeiro registro, o vídeo de April viraliza e ela se vê sob os holofotes da mídia mundial. Agora, April terá de lidar com os impactos da fama em seus relacionamentos, em sua segurança, e em sua própria identidade. Tudo isso enquanto tenta descobrir o que são essas esculturas — e o que querem de nós. Divertida e envolvente, essa história trata de temas muito relevantes nos dias atuais: como lidamos com o medo e o desconhecido e, principalmente, como as redes sociais estão mudando conceitos como fama, retórica e radicalização.


Nesse livro conhecemos o autor Hank Green que começou fazendo vídeos no YouTube com seu irmão John Green e até hoje trabalha numa produtora especializada em conteúdo educacional para o YouTube, nesse livro de estreia ele nos traz um pouco desse universo das mídias sociais e videos.

April May é uma garota comum com seus vinte e poucos anos lutando para ser bem sucedida no seu trabalho como desing em Nova York. Um dia quando voltava de mais um dia longo e cansativo de trabalho ela se depara com uma escultura de um Robô Gigante e percebe que era realmente incrível aquilo estar ali naquela hora, por isso ela resolve ligar para seu melhor amigo e youtuber Andy com o intuito de criar um vídeo falando dessa novidade. O que April May não esperava era que esse vídeo iria ser um grande sucesso no mundo todo, pois o robô, apelidado de Carl, apareceu em todos os países exatamente ao mesmo tempo e ninguém tem a minima ideia de quem ou o que o colocou ali. Diante dessa situação April e Andy começam a ser convidados por programas de tv para falar sobre o ocorrido já que foram os primeiros a ter contato direto com o robô.

16 maio 2019

Resenha - Uma Mulher na Escuridão, Charlie Donlea


Livro: Uma mulher na escuridão
Autor(a): Charlie Donlea
Editora: Faro
Páginas: 304
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Ao limpar o escritório de seu pai, falecido há uma semana, a investigadora forense Rory encontra pistas e documentos ocultados da justiça que a fazem mergulhar num caso sem solução ocorrido 40 anos atrás. No verão de 1979, cinco mulheres de Chicago desapareceram. O predador, apelidado de Ladrão, não deixou nenhum corpo ou pista — até que a polícia recebeu um pacote enviado por uma mulher misteriosa chamada Angela Mitchell, cujas habilidades não-ortodoxas de investigação levaram à sua identidade. Mas antes que a polícia pudesse interrogá-la, Angela desapareceu. Agora, Rory descobre que o Ladrão está prestes ser posto em liberdade condicional pelo assassinato de Angela: o único crime pelo qual foi possível prendê-lo. Sendo um ex-cliente de seu pai, Rory reluta em representar o assassino, que continua afirmando não ser o assassino de Angela. Agora o acusado deseja que Rory faça o que seu pai prometeu: provar que Angela ainda está viva. Enquanto Rory começa a reconstruir os últimos dias de Angela, outro assassino emerge das sombras, replicando o mesmo modus operandi daqueles assassinatos. A cada descoberta, Rory se enreda mais no enigma de Angela Mitchell, e na mente atormentada do Ladrão.Traçar conexões entre passado e presente é a única maneira de colocar um ponto final naquele pesadelo, mas até Rory pode não estar preparada para a verdade...


Rory Moore é uma investigadora forense, conhecida por suas habilidades na reconstituição de crimes não solucionados. Sua forma de atuar é peculiar. Ela não atende ou retorna ligações, não cumpri horários e não tolera a invasão de seu espaço pessoal. Mas sua capacidade de investigar cada caso ao qual se propõe reconstituir e descobrir o que aconteceu a cada vitima é brilhante, motivo pelo qual seus serviços são desejados por muitos. Porém, seus casos são escolhidos a dedo.

Quando recebe a notícia da morte de seu pai, Rory precisa retornar ao escritório de advocacia da família para finalizar os últimos casos sob responsabilidade de Frank Moore e redirecionar os processos ainda em andamento. No entanto, antes de encerrar as atividades do escritório, um antigo caso a intriga. Seu pai trabalhou 40 anos para um cliente em especial, um homem apelidado de “Ladrão”.

14 maio 2019

Lançamentos da Faro Editorial (Maio/ 2019)


Uma mulher na escuridão, Charlie Donlea
Ao limpar o escritório de seu pai, falecido há uma semana, a investigadora forense Rory encontra pistas e documentos ocultados da justiça que a fazem mergulhar num caso sem solução ocorrido 40 anos atrás. No verão de 1979, cinco mulheres de Chicago desapareceram. O predador, apelidado de Ladrão, não deixou nenhum corpo ou pista — até que a polícia recebeu um pacote enviado por uma mulher misteriosa chamada Angela Mitchell, cujas habilidades não-ortodoxas de investigação levaram à sua identidade. Mas antes que a polícia pudesse interrogá-la, Angela desapareceu. Agora, Rory descobre que o Ladrão está prestes ser posto em liberdade condicional pelo assassinato de Angela: o único crime pelo qual foi possível prendê-lo. Sendo um ex-cliente de seu pai, Rory reluta em representar o assassino, que continua afirmando não ser o assassino de Angela. Agora o acusado deseja que Rory faça o que seu pai prometeu: provar que Angela ainda está viva. Enquanto Rory começa a reconstruir os últimos dias de Angela, outro assassino emerge das sombras, replicando o mesmo modus operandi daqueles assassinatos. A cada descoberta, Rory se enreda mais no enigma de Angela Mitchell, e na mente atormentada do Ladrão.Traçar conexões entre passado e presente é a única maneira de colocar um ponto final naquele pesadelo, mas até Rory pode não estar preparada para a verdade...

12 maio 2019

Resenha - O Caso da Mansão Deboën, Edgar Cantero


Livro: O Caso da Mansão Deboën
Autor(a): Edgar Cantero
Editora: Intrínseca
Páginas: 352
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Eles se conheceram na infância, nas férias em Blyton Hills - a cidade debruçada no lago mais enigmático que uma criança poderia imaginar. Anos depois, Andy é uma mulher extremamente solitária e sente que não se encaixa em lugar algum; Kerri busca consolo para seus medos e complexos na bebida; Nate se interna voluntariamente em hospitais psiquiátricos e tem a constante companhia do fantasma de Peter, o amigo que se tornara um astro de Hollywood mas morreu de overdose. Nenhum dos quatro podia imaginar que seu futuro seria fadado ao fracasso por conta de uma aventura adolescente envolvendo a Mansão Deboën. Mais de uma década antes, em 1977, eles eram apenas quatro jovens inquietos, acompanhados de um simpático cachorro, quando foram até o lago da cidade de Blyton Hills para desvendar um mistério. Em vez de monstros assustadores e espíritos vingativos, o Clube dos Detetives de Blyton, como eles se intitulavam, descobriu que tudo não passava da tramoia de um criminoso fantasiado. Mas o que eles viram e ouviram naquele dia jamais deixa de aterrorizá-los. Com a vida estagnada e imersa em um caos insuportável, Andy se convence de que é preciso enfrentar o passado que não os permite seguir em frente. O grupo então se reúne para tentar entender o que realmente aconteceu naquele fatídico verão e, desta vez, terão certeza de que a resposta é muito mais macabra e perigosa do que imaginavam. Uma narrativa que celebra a nostalgia dos anos 1990, a amizade e os fantasmas (reais ou não) que precisamos enfrentar para superar maldições e maus agouros, O Caso da Mansão Deboën une doses do terror consagrado por H.P. Lovecraft ao humor sagaz das clássicas histórias de detetives juvenis, popularizadas por produções como Scooby-Doo.



Neste livro com uma pegada bem Scooby Doo conhecemos um grupo de adolescentes que em suas férias de verão se reúnem em uma pequena cidade, Blyton Hills, para solucionar pequenos casos. Seu último caso foi na Mansão Deboën no anos de 1977 onde  tiveram uma experiencia nem um pouco agradável, que mudou para sempre suas vidas.

Treze anos depois de tudo o que aconteceu e após terem ficados tanto tempo separados, eles se juntam com o intuito de retornar a cidade e refazer seus passos, acreditando que ainda permanece algo em aberto nesse caso. Ao voltar para a cidade, eles descobrem que há muitas peças faltando e que talvez o perigo esteja nas profundezas do Lago Adormecido que rodeia a Mansão Deboën e dessa vez talvez não seja apenas um homem fantasiado de monstro mas algo muito mais assustador e perigoso.

10 maio 2019

Resenha - A Poção Mortal, Amy Alward


Livro: A Poção Mortal (Potion #3)
Autor(a): Amy Alward
Editora: Jangada
Páginas: 352
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Depois de encontrar o diário de poções da sua bisavó, escapar das garras de uma alquimista malévola, recuperar a memória do seu avô e se tornar uma Mestra Alquimista, não é hora de Sam Kemi ter um bom e merecido descanso? Mas agora que a Princesa Evelyn está casada com o sinistro Príncipe Stefan e começa a apresentar os estranhos sintomas de um vírus desconhecido, parece que as aventuras de Sam estão apenas começando. Com uma equipe de TV registrando cada passo de Sam e o tempo quase se esgotando, nossa garota alquimista terá agora que enfrentar erupções vulcânicas, animais mitológicos e o pérfido jogo de um Príncipe cheio de segredos, se quiser salvar a Princesa e a vida de todos os seus súditos... de um sono eterno!



Em a Poção Perdida, Samantha Kemi precisou novamente colocar-se em risco a fim de localizar o diário de poções de sua bisavó. E quando tudo parecia estar resolvido e a paz restabelecida, um novo perigoso surge ameaçando comprometer o povo e o Reino de Nova.

Após o casamento da Princesa Evelyn com o Príncipe Stefan, Sam percebe algumas mudanças no comportamento da amiga, principalmente na falta de comunicação. A verdade é que Sam nunca confiou em Stefan e em suas intenções. E para confirmar suas suspeitas, a princesa de Nova tem apresentado indícios de uma doença contagiosa que pode pôr em risco todo o Reino.

08 maio 2019

Resenha - As Regras do Amor e da Magia, Alice Hoffman


Livro: As Regras do Amor e da Magia
Autor(a): Alice Hoffman
Editora: Jangada
Páginas: 368
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Em 1620, depois de ser acusada de bruxaria por amar um inquisidor, Maria Owens lança uma maldição em todas as gerações de mulheres de sua família: qualquer homem que se apaixonasse por elas estaria condenado à morte. Mais de trezentos anos depois, Susanna Owens mora na cidade de Nova York, com os três filhos adolescentes - a temperamental Franny, a doce Jet e o carismático Vincent -, e faz de tudo para protegê-los, escondendo o passado da família e criando algumas regras: é proibido andar ao luar, usar o tabuleiro Ouija, acender velas, criar gatos e corvos ou ler livros de magia. E o mais importante: é proibido se apaixonar! Mas não demora muito para que os irmãos comecem a descobrir seus poderes sobrenaturais e, junto com eles, os segredos e a maldição que assombra sua família. Agora, precisam buscar uma forma de violar as leis da magia sem sucumbir à maldição de Maria Owens. As Regras do Amor e da Magia é uma história que antecede o clássico cult Da Magia à Sedução, resgatando a história da família Owens e personagens já conhecidos. Um livro sobre magia, coragem e o desafio de aceitar a si mesmo para viver o verdadeiro amor.



As regras do amor e da magia de Alice Hoffman é uma prequel do livro Da Magia a Sedução que ganhou adaptação para o cinema em 1998, estrelado por Sandra Bullock e Nicole Kidman. Nessa trama iremos conhecer mais dos irmãos Owens e da maldição lançada em todas as gerações de mulheres dessa família.

No século XVII, Maria Owens foi acusada de bruxaria ao se apaixonar por um inquisidor e por isso lançou uma maldição em todas as mulheres Owens condenando qualquer homem que se apaixonasse por elas.

06 maio 2019

Resenha - Amigos para a vida, Andrew Norris


Livro: Amigos para a vida
Autor(a): Andrew Norris
Editora: Valentina
Páginas: 208
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Francis não tem amigos. Ele sofre bullying porque é diferente. Em casa, vive trancado no sótão, onde tem uma fabulosa coleção de bonecas vestidas com roupas que ele mesmo cria. Adora moda e pediu de aniversário uma máquina de costura. Um certo dia na escola, na hora do intervalo, Francis vai se sentar num banco, no lado mais afastado do pátio, porque prefere a solidão a ser zoado. Mas nesse dia, sentindo-se triste, ele vê alguém atravessar o gramado na sua direção. É uma menina de mais ou menos a sua idade, embora não a reconheça como aluna da escola. Ela se senta na outra ponta do banco, em silêncio. Francis fica curioso. E então lhe estende a sua caneca de chá. A menina olha para ele, surpresa e chocada. Afinal, ela é um fantasma, chama-se Jessica, e Francis é a primeira pessoa que consegue vê-la desde que ela morreu. Entre os dois surgirá uma amizade extraordinária e transformadora. Amigos Para a Vida é uma delicada história de amizade – e seu poder transformador – entre quatro adolescentes fora dos padrões dominantes, celebra o direito de ser diferente e é leitura obrigatória para todos que combatem o bullying. Um livro divertido, corajoso e genuinamente emocionante.


Amigos para a vida foi um livro que inicialmente me enganou com sua capa fofinha e romântica e com um enredo aparentemente clichê. Comecei essa leitura de forma despretensiosa, sem imaginar que através da história de vida de Francis e Jessica, Andrew Norriss construiria uma trama repleta de alertas e reflexões importantes.

Francis Meredith é um adolescente solitário que possui um verdadeiro talento para o mundo da moda. Talento esse que dificultou seu convívio no âmbito escolar com os demais colegas de classe pelo simples motivo de Francis ser “diferente”. Desde que descobriram bonecas modelos na mochila de Francis, o garoto vem sofrendo bullying diariamente e sua única reação é se afastar de todos durante os intervalos de aula.

04 maio 2019

Resenha - Pacote Completo, Lauren Blakely


Livro: Pacote Completo (Big Rock #4)
Autor(a): Lauren Blakely
Editora: Faro
Páginas: 240
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Chase levava uma vida tranquila como médico na movimentada Nova York, sucesso entre as mulheres, parecia que não faltava nada... até que descobre que seu contrato de aluguel está para vencer e se vê entre duas opções: morar na rua e dividir apartamento com a deslumbrante irmã do seu melhor amigo. O problema é que conseguir um bom apartamento em Nova York é mais difícil do que encontrar o amor verdadeiro. E se eu tiver que dividir um espaço com alguém, que seja com uma garota tão maravilhosa como a irmãzinha do meu amigo. Só peço que os céus me ajudem. Eu posso resistir à Josie. Sou disciplinado, e, se me esforçar, consigo manter meus pensamentos sob controle, mesmo no minúsculo apartamento que dividimos. Mas, certa noite, bem atordoada com um dia difícil, ela insistiu para deitar-se ao meu lado, sob as mesmas cobertas. Isso a ajudaria a dormir, foi o que ela disse... MAS COMO UM HOMEM COMUM PODE RESISTIR A UMA SITUAÇÃO COMO ESSA? O difícil vai ser segurar a tentação diante da tensão sexual que desperta toda vez que os dois dividem bons momentos. Entre conversas, pizzas e risadas, o clima esquenta e Chase percebe que aquela que em pouco tempo já se tornou uma amiga, pode ser algo mais... talvez um pacote completo.




Chase e Josie são melhores amigos faz muitos anos e sempre conduziram esse relacionamento de afeto e querer bem com maestria. Quando a saudade batia, bastava marcar um café para colocarem o papo em dia ou simplesmente fazer uma sessão de degustação das receitas criadas por Josie, que é especialista na arte da culinária e testava suas receitas usando o paladar apurado do amigo.

Ambos são dedicados e fazem o que amam profissionalmente. Chase é médico e leva uma vida agitada no hospital onde trabalha e Josie vem ganhando reconhecimento em sua confeitaria a cada dia. Porém, mesmo com muito trabalho e tanta dedicação, a grana está curta, o que vem dificuldade muito a vida de Chase e Josie.

02 maio 2019

Resenha - Mundo em Caos, Patrick Ness


Livro: Mundo em caos (#1)
Autor(a): Patrick Ness
Editora: Intrínseca
Páginas:480
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Em um mundo pós-apocalíptico, uma infecção rara e perigosa causou o inimaginável: a morte de todas as mulheres. O mesmo germe fez com que os pensamentos dos homens se tornassem audíveis, e agora o caótico Ruído está por toda parte. É impossível guardar segredos no Novo Mundo. Todd Hewitt é o único garoto entre os homens da cidade de Prentisstown, e mal pode esperar para se tornar um deles. No entanto, o lugar esconde algo grave, capaz de mudar o futuro de Todd e do Novo Mundo para sempre. A apenas um mês de se tornar homem, um segredo impensável é revelado, e ele se vê forçado a fugir antes que seja tarde demais. Acompanhado por seu fiel escudeiro, o cachorro Manchee, ele empreende uma jornada repleta de perigos e se depara com uma criatura estranha e silenciosa: uma garota. Mas quem é ela? E por que não foi morta pelo germe como todas as mulheres? Publicado em mais de trinta países, Mundo em caos é o primeiro volume de uma distopia perturbadora sobre os laços que forjamos em situações extremas e traz à tona a infinita insensatez humana diante das diferenças. A adaptação cinematográfica da obra terá Tom Holland e Daisy Ridley como protagonistas. A Intrínseca relança em uma edição especial, com tradução inédita e um conto extra, a série que consagrou Patrick Ness como um dos maiores nomes da literatura jovem.


O Novo Mundo é um lugar barulhento, mesmo que ninguém abra a boca para pronunciar uma única palavra. Todd Hewitt já nasceu nesse lugar, onde a mente incoerente dos animais pode ser ouvida e o pensamento dos homens fica exposto a quem estiver ao redor. O ruído é a maior praga desse mundo. Um germe no ar, que levou muitos homens a loucura e matou todas as mulheres que vieram na nave dos colonizadores. Mas, se hoje toda a população se resume aos homens de Prentisstown, a culpa é também dos Sparkles. Uma grande guerra aconteceu contra os nativos, eliminando-os totalmente.

Essa é a questão. Ruído é ruído. [...] A mente dos homens é um lugar confusão, e o Ruído é com se fosse rosto vivo dessa confusão. No Ruído existe a verdade, mas também existem as fantasias e o que ele imagina, e o Ruído diz uma coisa e o  completo oposto ao mesmo tempo, e a verdade está ali, isso é certo, mas como saber o que é verdade e o que não é quando você vê tudo?

24 abril 2019

Lançamentos da Editora Companhia das Letras (Abril/ 2019)



A Rainha Aprisionada, Kristen Ciccarelli
Série Iskari Vol. 2

No segundo volume da trilogia Iskari, uma nova heroína entra em cena para lutar pela liberdade de seu povo ― e de sua irmã ― em meio a um conflito que apenas começou. Firgaard foi governada durante décadas por um rei tirano e manipulador, capaz de condenar povos inteiros apenas para aumentar seu poder. Depois de uma grande batalha, Asha, sua filha, conseguiu derrotá-lo. E, assim, Dax, o primogênito, assumiu o poder ao lado de Roa, sua esposa. Roa é uma forasteira vinda das savanas ― um território sob o domínio de Firgaard, que há anos é oprimido e está prestes a entrar em colapso. O maior desejo da nova rainha, mesmo sabendo que não é bem-vinda em seu novo lar, é mudar a vida de seu povo. O que ela não esperava era encontrar uma chance de alterar o curso do destino e trazer de volta à vida sua irmã gêmea, Essie, morta quando criança em um terrível acidente. O único obstáculo? O novo rei.


A Viúva da Safira, Dinah Jefferies

Dinah Jefferies volta a retratar o Ceilão inglês do começo do século XX em mais um romance histórico de tirar o fôlego, com a participação especial de Gwendolyn, Laurence e outros personagens amados de O perfume da folha de chá. O ano é 1935. No Ceilão, uma rica colônia britânica do sul da Ásia, Louisa e Elliot vivem um casamento feliz. Ela, filha de um importante comerciante da região; ele, um charmoso homem de negócios. Juntos, eles aparentam ser um casal que tem tudo. Exceto aquilo que mais desejam: um filho. Durante as diversas tentativas de Louisa de engravidar, seu marido parece cada vez mais distante, passando a maior parte do tempo em uma fazenda de canela das redondezas. Mas a morte repentina de Elliot ― tão trágica quanto misteriosa ― é seguida de revelações chocantes, atirando a jovem numa espiral de incertezas. Quem era, de fato, aquele homem? Por que ele tinha tantos inimigos? Como foi capaz de cometer uma traição tão terrível? Em busca de respostas, Louisa embarca em uma jornada devastadora. Quando finalmente descobre o terrível segredo por trás de seu casamento, seu mundo vira de cabeça para baixo. Será que ela encontrará forças para seguir em frente? Ou sofrerá, para sempre, as consequências do que parece imperdoável?


Imperfeitos, Lauren Layne
Série Recomeços Vol. 2
Será que Michael conseguirá encontrar um final feliz depois de ser rejeitado por Olivia? Uma comédia romântica surpreendente sobre como recomeços podem ser a cura para um coração partido. Quantas vezes um mesmo coração aguenta ser despedaçado? Essa é a pergunta que atormenta Michael St. Claire, o ex-bon vivant que, após ser rejeitado por Olivia e abandonado pelo melhor amigo, deixa o glamour nova-iorquino para trás e vai trabalhar num clube de tênis numa cidadezinha no Texas. Há um motivo secreto por trás dessa escolha geográfica: é lá que se encontram seu pai biológico e seu meio-irmão, Devon, que não fazem ideia de sua existência. O que o plano de Michael não previa era conhecer Chloe, a garota mais inteligente, sarcástica e original que ele já vira. Em pouco tempo, eles se tornam grandes amigos, e quando Michael descobre que Chloe é apaixonada por Devon ele resolve que irá ajudá-la. Mas será que dois corações rejeitados conseguem, juntos, construir um recomeço? Ou irão apenas se machucar, perdidos na eterna busca por aceitação e pertencimento?


Querido Evan Hansen, Val Emmich

Dos criadores do premiado musical da Broadway Dear Evan Hansen, esta é uma história emocionante sobre solidão, luto, saúde mental e amizades inesperadas.
Evan Hansen sempre teve muita dificuldade de fazer amigos. Para mudar isso, decide seguir as recomendações de seu psicólogo e escrever cartas encorajadoras para si mesmo, com esperança de que seu último ano na escola seja um pouco melhor. O que não esperava era que uma das cartas fosse parar nas mãos de Connor Murphy, o aluno mais encrenqueiro da turma. Quando Connor comete suicídio e sua família encontra a carta de Evan, todos começam a pensar que os dois eram melhores amigos. Sem conseguir explicar a situação, Evan acaba refém de uma grande mentira. Ao mesmo tempo, graças a essa (falsa) amizade, o garoto finalmente se aproxima de Zoe, a menina de seus sonhos, e passa a ser notado no colégio. No fundo, Evan sabe que não está fazendo a coisa certa, mas se está ajudando a família de Connor a superar a perda, que mal pode ter? Evan agora tem um propósito de vida. Até que a verdade ameaça vir à tona, e ele precisa enfrentar seu maior inimigo: ele mesmo.


ABCD delas,  Janaina Tokitaka
Este é um livro abecedário muito diferente. A cada letra, o leitor vai conhecer histórias raras e valiosas de mulheres que revolucionaram seus campos de atuação. Foram essas heroínas do dia a dia que contribuíram para que as mulheres de hoje pudessem trabalhar em diferentes áreas, mesmo em profissões que um dia foram consideradas “masculinas”.
Cada história biográfica é apresentada na forma de um pequeno conto muito bem-humorado acompanhado de lindas ilustrações que homenageiam as mulheres retratadas. O leitor será convidado a descobrir a história da aviadora brasileira Anésia Pinheiro Machado, da bióloga inglesa Margaret Elizabeth Fountaine, da chef de cozinha francesa Eugénie Brazier e de tantas outras profissionais incríveis. 


Antologia da Literatura Fantástica, Adolfo Bioy Casares

Clássico absoluto da literatura em língua espanhola, este volume reúne 75 contos fantásticos de todos os tempos, de mestres do gênero como Edgar Allan Poe, H. G. Wells, Franz Kafka e Julio Cortázar, entre outros. Numa noite de 1937, ao conversar sobre ficções fantásticas, três amigos ― Jorge Luis Borges, Adolfo Bioy Casares e Silvina Ocampo ― resolveram criar uma antologia com seus autores preferidos. Do filósofo Martin Buber ao explorador Richard Burton, passando pela tradição dos contos orientais, além de Cortázar, Kafka, Cocteau, Joyce, Wells e Rabelais, são 75 histórias ― não só contos, como fragmentos de romance e peças de teatro ― que nos apresentam uma literatura marcada pelo imaginário e por um modo diferente de representar a realidade. “A nossa sociedade ― global, multilinguística, imensamente irracional ― talvez só possa descrever a si mesma com a linguagem intuitiva da fantasia”, anota a escritora Ursula K. Le Guin no posfácio desta edição.


A Carta à Rainha Louca, Maria Valéria Rezende

Mesclando linguagem histórica e uma crítica profundamente atual, Maria Valéria Rezende cria um romance sem par na literatura contemporânea, no qual mulheres mostram sua força frente às mais impensáveis repressões. Olinda, 1789. Isabel das Santas Virgens, presa no convento do Recolhimento da Conceição, escreve à rainha Maria I, conhecida como a Rainha Louca. Em suas cartas, ela, tida por muitos como também lunática, conta os destemperos cometidos pelos homens da Coroa – e por aqueles que galgaram tal posto – contra mulheres, escravizados e todos os que se encontravam mais vulneráveis. Por meio dos tormentos passados por ela e por sua senhora Blandina, nossa narradora expõe o pano de fundo da colonização brasileira e da situação da mulher que ousava desafiar. Com uma pesquisa histórica ímpar e usando o vocabulário próprio do setecentos mesclado a uma linguagem moderna, Maria Valéria Rezende recria com maestria a história de duas mulheres em um período conturbado do passado brasileiro. Como promete à rainha, Isabel conta “toda a verdade sobre o que em Vosso nome se faz nestas terras e a mim me fizeram.”

Mortina, Barbara Cantini

A pequena Mortina quer, como qualquer outra criança, fazer amigos. Mas há um detalhe: ela é uma menina-zumbi, e sua tia Fafá Lecida não a deixa sair de casa… Até que o Dia das Bruxas chega e, com ele, a chance de Mortina se aventurar fora de casa. Mortina é uma menina diferente de todas as outras: ela é uma menina-zumbi. Passa os dias no Palacete Decrépito com sua tia Fafá Lecida e seu inseparável amigo, o galgo albino Tristão.
O maior sonho de Mortina é ter amigos de sua idade para brincar, mas sua tia nunca deixa que ela saia de casa, porque tem medo da reação dos humanos ao conhecerem a pequena zumbi. Para sua alegria, um dia a oportunidade perfeita aparece: o Dia das Bruxas, quando todas as crianças saem às ruas com as fantasias mais horripilantes. Mortina nem vai precisar trocar de roupa para encarar a maior aventura de sua vida.


O Verão Tardio,  Luiz Ruffato
Uma narrativa poderosa sobre um homem e suas tentativas de reatar os fios do passado. Uma jornada às bordas de um Brasil cindido, em que o diálogo não parece mais possível. O verão tardio, sexto romance de Luiz Ruffato, é uma história de inadequação. Depois de mais de vinte anos, Oséias, um homem abandonado por mulher e filho, decide regressar a sua cidade-natal, Cataguases, em Minas Gerais. Durante seis dias, seguimos passo a passo suas andanças, visitas a familiares, encontros com velhos personagens locais. A sombra do suicídio de uma de suas irmãs, Lígia, e a comunicação falha com praticamente todos a sua volta acompanham suas tentativas de reatar os fios do passado. Em meio a um Brasil que parece ir do projeto à ruína a todo momento, O verão tardio propõe uma reflexão sobre uma sociedade em que as classes sociais romperam completamente o diálogo e, como afirma um de seus personagens, se tornaram “planetas errantes” prontos para entrarem em rota de colisão e se destruírem.

22 abril 2019

Resenha - A Paciente Silenciosa, Alex Michaelides


Livro: A Paciente Silenciosa
Autor(a): Alex Michaelides
Editora: Record
Páginas: 350
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Um assassinato, uma verdade oculta. As raízes do silêncio são muito mais profundas do que se pode imaginar. Alicia Berenson escreve um diário para colocar suas ideias em ordem. Ele é tanto uma válvula de escape quanto uma forma de provar ao seu adorado marido que está bem. Ela não consegue suportar conviver com a ideia de que está deixando Gabriel preocupado, de que está lhe causando algum mal. Alicia Berenson tinha 33 anos quando matou seu marido com cinco tiros. E nunca mais disse uma palavra. O psicoterapeuta forense Theo Faber está convencido de que é capaz de tratar Alicia, depois de tantos outros falharem. E, se ela falar, ele será capaz de ouvir a verdade?



Alicia Berenson tinha 33 anos quando assassinou o próprio marido de 44. Eles viviam na região Noroeste de Londres e aparentemente tinham um casamento e vida perfeita. Ambos eram amantes da arte, sendo ela pintora e Gabriel um renomado fotógrafo de moda.

Seis anos atrás, num verão considerado o mais quente do ano, Gabriel Berenson levantou cedo, e um carro foi buscá-lo as 5:15 da manhã na casa onde morava com Alicia para uma sessão de fotos em Shoreditch. Ele passou o dia fotografando modelos da Vogue e só retornou às 23h. Meia hora depois de sua chegada, a vizinha ouviu vários tiros e ligou para a polícia. As 23:35, uma viatura chegou a residência da família que se encontrava com a porta aberta e mergulhada na mais profunda escuridão. Lá encontraram Alicia imóvel junto à lareira com uma expressão de terror no rosto. Na cadeira, Gabriel jazia preso por fios que atavam seus punhos e tornozelos e com vários tiros no rosto. No chão ao seu lado, havia a arma do crime e uma quantidade de sangue absurda. Sangue que também escorria dos cortes profundos que havia nos punhos de Alicia. Ela não queria ser salva, mas sobreviveu.

18 abril 2019

Lançamentos da Editora Intrínseca (Abril/ 2019)


Nove desconhecidos, Liane Moriarty
Nove pessoas se reúnem em um spa bem distante da cidade. A quilômetros da civilização, sem carro nem celulares, elas não têm qualquer contato com o mundo exterior. Apenas tempo para pensarem em si mesmas e se conhecerem melhor. Algumas estão lá para perder peso, algumas para tentar recomeçar a vida, outras por razões inconfessáveis até para elas mesmas. No meio de tanto luxo e mimo, sucos e meditação, todos sabem que vão precisar se esforçar nos próximos dez dias. Mas ninguém é capaz de imaginar o tamanho do desafio. Frances Welty, escritora de romances best-sellers, chega à Tranquillum House com um problema nas costas, um coração partido e um corte no dedo extremamente dolorido. Ela logo fica intrigada com os colegas de retiro — a maioria não parece precisar de fato de um spa. Mas quem mais a deixa curiosa é a diretora. Será que ela tem as respostas que Frances nem sabia que estava procurando? Será que Frances deve colocar suas dúvidas de lado e mergulhar em tudo que o spa tem a oferecer? Ou é melhor fugir enquanto é tempo? Não demora muito para que todos os hóspedes estejam se fazendo esta pergunta.


Oblivion song, Robert Kirkman e Lorenzo de Felici
Série Oblivion Song Vol. 1

Anos atrás, 300 mil habitantes da Filadélfia foram transportados para Oblivion, uma nova dimensão aterrorizante que surgiu de forma inexplicável e destruiu áreas da cidade. Os desaparecidos tentam sobreviver enfrentando seres monstruosos em um ambiente inóspito e atordoante, marcado por raros momentos de calmaria. O governo investiu muitos recursos em incursões para resgatar as vítimas, mas depois de dez anos as buscas foram encerradas. Mesmo lamentando a perda de entes queridos, a vida seguiu seu curso para grande parte da cidade, e monumentos, memoriais e museus foram erguidos em homenagem aos que se foram. No entanto, se depender do cientista Nathan Cole, ninguém vai ficar para trás. Nathan desenvolveu uma tecnologia extremamente instável que lhe permite visitar Oblivion todos os dias. Ele arrisca a própria vida em viagens solitárias, perigosas e muitas vezes infrutíferas na tentativa de resgatar sobreviventes. Cada vez que volta de lá, se mostra mais determinado. Mas o que Nathan procura? Por que não consegue resistir ao chamado de Oblivion, à canção silenciosa de um mundo prestes a ruir e a levá-lo junto? Criador de The Walking Dead — série vencedora do prestigiado Eisner Awards —, Robert Kirkman retorna com seu talento para contar histórias de caos em cenários pós-apocalípticos. Oblivion Song: Canção do Silêncio narra o luto, os traumas e os limites impensáveis que ultrapassamos para consertar os erros do passado. Com o traço único de Lorenzo De Felici, o primeiro volume reúne os seis fascículos iniciais da série.



Tempo de luz, Whitney Scharer

Quando chega a Paris, Lee Miller está disposta a dar início à carreira como fotógrafa. Modelo de sucesso em Nova York, ela não queria mais ser o objeto de lentes alheias e se sentia pronta para mostrar o mundo sob a própria perspectiva. Eis que o ambiente boêmio da cidade propicia um inusitado encontro com Man Ray, dando início a uma história de amor, amadurecimento e descobertas que transformará a vida dos dois. Mais velha, morando em uma fazenda em Sussex, Lee entremeia suas memórias do tempo em que morou em Paris com as reminiscências dos anos sombrios, porém produtivos, em que atuou como correspondente fotográfica durante a Segunda Guerra Mundial. No livro, Whitney Scharer mostra também um lado desconhecido de Man Ray, como amante e mentor. Em um ambiente livre e artístico, porém sexista, ele e seu círculo de amigos famosos não levam o trabalho das mulheres a sério, fazendo com que Lee reflita sobre suas próprias questões e talentos. A ficcionalização brilhante de Scharer de um casal icônico torna essa história surpreendente, mostrando as nuances e ambiguidades do processo artístico.


A vida não é justa, Andréa Pachá

Nos quase vinte anos à frente de uma Vara de Família, Andréa Pachá — a partir da observação dos conflitos dos tribunais e da necessidade de compreender o fenômeno que levava os casais, muitas vezes, ao limite do ódio e da intolerância — resolveu contar histórias capazes de traduzir nossa dificuldade para lidar com o desamparo e com as frustrações. O resultado foi A vida não é justa, originalmente publicado em 2012, que, relançado agora pela Intrínseca, conta com nova capa e novo projeto gráfico, além de apresentação da autora contextualizando a obra. Ao narrar casos de separações, guarda dos filhos, partilhas de bens, paternidade, histórias de amor, reencontros e desencontros, a obra explora situações em que é difícil definir o responsável: o que sentem os casais que testemunham, impotentes, o fim da própria relação; como partilhar os bens quando não há mais amor para ser dividido; é possível tentar mais uma vez depois que a confiança, antes tão firme, parece escorrer por entre os dedos?



Só pode ser brincadeira, Sr Feynman!,  Richard P. Feynman

Richard Feynman foi um gênio incomum. Espirituoso, ele conta os casos mais engraçados e excêntricos desde a infância, quando já se mostrava um menino engenhoso e brincalhão, até o momento em que recebeu o prêmio Nobel, com a personalidade desafiadora e fora dos padrões que o tornou extremamente popular dentro e fora da área acadêmica. Suas palestras sobre física, um marco na vida de outras personalidades extraordinárias, como Bill Gates — que assina uma breve introdução neste livro —, encantaram gerações de estudantes e outros interessados em conhecimento científico de uma maneira geral. A notável capacidade intelectual de Feynman se iguala ao seu impulso por aprender: instrumentos musicais, pintura, línguas, comportamento humano, biologia... o físico parece uma máquina de absorção de conhecimento, capaz de entender e explicar o mundo de forma inusitada aos seus leitores. Entre as muitas histórias curiosas reunidas nesta edição, destacam-se os episódios em que ele trocou ideias sobre física atômica com Einstein, quebrou o segredo de cofres que continham informações sobre o programa nuclear, deu aulas e desfrutou do Carnaval no Brasil. Narrador inteligente e bem-humorado, Feynman mostra por que é um dos intelectuais mais adorados de sua geração e até hoje fascina todos aqueles apaixonados por ciências.

16 abril 2019

Resenha - Boy Erased: Uma Verdade Anulada, Garrard Conley


Livro: Boy Erased: Uma Verdade Anulada
Autor(a): Garrard Conley
Editora: Intrínseca
Páginas: 320
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora

Em seu elogiado livro de estreia, Garrard Conley revisita as memórias do doloroso período em que participou de um programa de terapia baseado no estudo da Bíblia que prometia “curá-lo” de sua homossexualidade. Filho de um pastor da Igreja Batista e criado em uma cidadezinha onservadora no sul dos Estados Unidos, aos 19 anos Garrard foi convencido pelos próprios pais a apagar uma parte de si. Em uma tentativa desesperada de agradá-los e de não ser expulso do convívio da família, ele quase se destruiu por completo, mas encontrou forças para buscar sua identidade e hoje é ativista contra as terapias de conversão.
Tocante e inspiradora, a história do autor é um acerto de contas com o passado, um panorama complexo das relações dele com a família, com a fé e com a comunidade. O livro é o testemunho dos traumas e consequências de se tentar aniquilar parte essencial de um ser humano.



Boy Erased: Uma verdade anulada trás os relatos de Garrard Conley, um rapaz que nasceu em uma cidade conservadora no sul dos EUA e em uma família religiosa. Seu pai é pastor da igreja batista local, portanto a imagem de sua família deveria ser um exemplo a ser seguido pelos membros da igreja, motivo pelo qual Garrard se vê obrigada a reprimir sua atração por garotos e se envergonhar de seus pensamentos “pecaminosos”.

Por medo de perder o amor e o amparo de sua família, ele permite que seus pais o inscrevam no “Amor em ação” (AEA), um programa que promete a purificação e cura do homossexualismo. Seguindo todos os passos e se submetendo aos métodos criados pela instituição, Garrard começara uma jornada para modificar sua essência e quem sabe transforma-lo em alguém que traria orgulho aos Conley’s. Mas seria possível curar o que não está doente?

14 abril 2019

Resenha - Dama da Meia-Noite, Cassandra Clare


Livro: Dama da Meia-Noite (Os artifícios das trevas #1)
Autor(a): Cassandra Clare
Editora: Galera Record
Páginas: 574
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Em um mundo secreto onde guerreiros meio-anjo juraram lutar contra demônios, parabatai é uma palavra sagrada. O parabatai é o seu parceiro na batalha. O parabatai é seu melhor amigo. Parabatai pode ser tudo para o outro mas eles nunca podem se apaixonar. Emma Carstairs é uma Caçadora de Sombras, uma em uma longa linhagem de Caçadores de Sombras encarregados de protegerem o mundo de demônios. Com seu parabatai Julian Blackthorn, ela patrulha as ruas de uma Los Angeles escondida onde os vampiros fazem festa na Sunset Strip, e fadas estão à beira de uma guerra aberta com os Caçadores de Sombras. Quando corpos de seres humanos e fadas começam a aparecer mortos da mesma forma que os pais de Emma foram assassinados anos atrás, uma aliança é formada. Esta é a chance de Emma de vingança e a possibilidade de Julian ter de volta seu meio-irmão fada, Mark, que foi sequestrado há cinco anos. Tudo que Emma, Mark e Julian tem a fazer é resolver os assassinatos dentro de duas semanas antes que o assassino coloque eles na mira. Suas buscas levam Emma de cavernas no mar cheias de magia para uma loteria sombria onde a morte é dispensada. Enquanto ela vai descobrindo seu passado, ela começa a confrontar os segredos do presente: O que Julian vem escondendo dela todos esses anos? Por que a Lei Shadowhunter proíbe parabatais de se apaixonarem? Quem realmente matou seus pais e ela pode suportar saber a verdade? A magia e aventura das Crônicas dos Caçadores de Sombras tem capturado a imaginação de milhões de leitores em todo o mundo. Apaixone-se com Emma e seus amigos neste emocionante e de cortar o coração no volume que pretende deliciar tantos novos leitores como os fãs de longa data.


Caçadores de Sombras do mundo todo foram enfeitiçados e transformados em soldados Crepusculares. Essa foi a forma que Sebastian Morgenstern encontrou de criar um exercito para, ao lado do Povo das Fadas, tentar destruir a Clave. Seus planos não se concretizaram, mas muitas mortes foram creditadas a ele, inclusive a dos pais de Emma Carstairs. Porém, o estado em que se encontravam os corpos sempre a fez duvidar da autoria dos assassinatos.

13 abril 2019

Resenha - Filhos de Sangue e Osso, Tomi Adeyemi


Livro: Filhos de Sangue e Osso (O Legado de Orïsha #1)
Autor(a): Tomi Adeyemi
Editora: Rocco
Páginas: 560
Adquira: Amazon


Zélie Adebola se lembra de quando o solo de Orïsha vibrava com a magia. Queimadores geravam chamas. Mareadores formavam ondas, e a mãe de Zélie, ceifadora, invocava almas. Mas tudo mudou quando a magia desapareceu. Por ordens de um rei cruel, os maji viraram alvo e foram mortos, deixando Zélie sem a mãe e as pessoas sem esperança. Agora Zélie tem uma chance de trazer a magia de volta e atacar a monarquia. Com a ajuda de uma princesa fugitiva, Zélie deve despistar e se livrar do príncipe, que está determinado a erradicar a magia de uma vez por todas. O perigo espreita em Orïsha, onde leopanários-das-neves rondam e espíritos vingativos aguardam nas águas. Apesar disso, a maior ameaça para Zélie pode ser ela mesma, enquanto se esforça para controlar seus poderes — e seu coração. Filhos de Sangue e Osso é o primeiro livro da trilogia de fantasia baseada na cultura iorubá O Legado de Orïsha está sendo adaptado para o cinema.


Zélie Adebola ainda se recorda do poder existente no solo de Orïsha. Uma época em que os majis eram livres para prosperar e reverenciar seus deuses. Antes da Ofensiva acontecer e a magia se extinguir, nascer com os cabelos brancos era um motivo de celebração e alegria, um sinal dos toques dos deuses que os abençoavam com dons poderosos. ⠀⠀⠀

Reverenciados por toda a nação, os maji foram os primeiros governantes de Orïsha, mas esse reinado não durou muito. O abuso da magia e a ganância por poder trouxe consequências, e como punição, os deuses retiraram seus dons, eliminando toda a magia existente em Orïsha.

11 abril 2019

Resenha - Um milhão de finais felizes, Vitor Martins


Livro: Um milhão de finais felizes
Autor(a): Vitor Martins
Editora: Globo Alt
Páginas: 352
Adquira: Amazon

Jonas não sabe muito bem o que fazer da vida. Entre suas leituras e ideias para livros anotadas em um caderninho de bolso, ele precisa dar conta de seus turnos no Rocket Café e ainda lidar com o conservadorismo de seus pais, sua mãe alimenta a esperança de que ele volte a frequentar a igreja, e seu pai não faz muito por ele além de trazer problemas. Mas é quando ele conhece Arthur, um belo garoto de barba ruiva, que Jonas passa a questionar por quanto tempo conseguirá viver sob as expectativas de seus pais, fingindo ser uma pessoa diferente de quem é de verdade. Buscando conforto em seus amigos (e na sua história sobre dois piratas bonitões que se parecem muito com ele e Arthur), Jonas entenderá o verdadeiro significado de família e amizade, e descobrirá o poder de uma boa história.



trabalho como atendente de uma cafeteria temática foi a melhor desculpa que Jonas conseguiu para se manter fora de casa. Não se relaciona com a faculdade que sonha fazer (apesar de não saber bem o que cursar), nem é um trabalho com a relevância que seu pai gostaria, mas serve ao seu propósito.

Sua principal companhia - depois de Karina, sua parceira de turno - é seu caderninho de ideias. Nele são registradas toda e qualquer ideia que possa ser transformada em livro. Algumas já tiveram sua oportunidade de ganhar o mundo, mas sempre acabavam abandonadas. Até o dia que um ruivo barbado mega charmoso lhe deu a ideia de falar sobre piratas gays... Essa história simplesmente merecia ser contada!

09 abril 2019

Resenha - Nunca Jamais: parte 2, Colleen Hoover e Tarryn Fisher


Livro: Nunca Jamais: parte 2 (Never Never #2)
Autor(a): Colleen Hoover e Tarryn Fisher
Editora: Galera Record
Páginas: 144
Adquira: Amazon

A segunda parte do suspense romântico de tirar o fôlego “Nunca Jamais” Um garoto abre os olhos e sequer se lembra que seu nome é Silas. O telefone toca... “Encontrou ela?”, pergunta a voz do outro lado da linha. Quem é ela? Quem sou eu? Charlie se vê presa em um lugar parecido com quartos de hospital (ou de um manicômio). Também não se lembra de nada, nem sequer do próprio rosto. O tempo passa e ninguém vem salvá-la. Ela precisa escapar por conta própria. Aos poucos, os dois descobrem que vêm perdendo a memória em períodos cíclicos. E também que se amam imensamente. Numa corrida para descobrir a razão dos apagões em suas memórias, Silas e Charlie acabam descobrindo muito mais sobre si e os mistérios que envolvem suas famílias. Mas muito em breve vão esquecer tudo de novo. E precisam estar juntos para evitar o pior.





Nunca Jamais - parte 2 começa do exato ponto onde termina seu antecessor, entregando aos seus leitores um pouco mais de detalhes para que possamos nos preparar para o esperado desfecho dessa obra repleta de suspense e mistério.

A narrativa embora continue intercalada sob as perspectivas de Silas e Charlie, dá mais enfoque a visão de Silas, que após o último apagão, acorda sozinho e sem memória em seu carro. Novamente ele não sabe o próprio nome e nada relacionado à sua vida, no entanto, após encontrar algumas anotações que ele e Charlie fizeram nas últimas 48 horas, Silas percebe que está preso a um ciclo de resets sem fim que acontece a cada dois dias, por isso se tudo voltar a se repetir, ele voltará a estaca zero e acordará sem qualquer informação sobre si mesmo.

07 abril 2019

Lançamentos da Faro Editorial (Abril/ 2019)


O Lado Obscuro, Tarry Fisher
Considerada a obra mais visceral de Tarryn Fisher, você entenderá porque leitores de vários países o elegeram como um dos livros mais especiais de suas vidas.Quando a escritora Senna Richards acorda na manhã de seu aniversário, ela não está em seu quarto. Raptada e trancada numa casa em meio a uma tempestade de neve, ela precisa decifrar as pistas ligadas ao seu passado para conseguir fugir. Forjada pela dor, moldada pelo abandono, Senna se tornou uma mulher que destrói antes de ser destruída...Apenas uma pessoa conseguiu atravessar suas barreiras e conquistar sua confiança, mas isso aconteceu há muitos anos...“Isaac era um estranho, mas foi capaz de enxergar minhas feridas mais do que qualquer outra pessoa.”O cirurgião Isaac encontrou Senna em um momento de caos e vulnerabilidade, depois de um furacão que lançava cinzas sobre suas feridas. Ele a ajudou quando ninguém mais pôde, mas agora, tudo está diferente. Depois de tanto tempo distantes um do outro, os dois estão presos na mesma cabana, e podem ser consumidos por recordações que esperavam esquecer. Além do perigo que os cerca, a escassez de comida e água, e os jogos perigosos do raptor, um sentimento antigo começa a despertar, ameaçando romper novamente as defesas de Senna, o que pode ser fatal.


Quando Éramos Filósofos, Héctor Lozano

Passaram-se 7 anos desde que Bruno, Pol, Mònica, Berta, Ivan e Gerard perderam mais que um professor de Filosofia… Perderam um grande mestre. Você vai reencontrar esses jovens e descobrir como as questões filosóficas participaram e transformaram suas vidas: primeiros amores, festas, escolhas profissionais, medo do futuro, relações familiares, amizades… todos os pontos das inesquecíveis aventuras da série de sucesso da Netflix. Narrado por Bruno, você vai relembrar os momentos na escola Àngel Guimerà, que decide escrever uma carta para a sua irmã. Mina, a filha que Merlí teve postumamente com Gina, só deve ler essas memórias quando for adolescente, para descobrir quem eram e como viveram os alunos de seu pai. Este livro é mais que um novo capítulo da série, que trará os personagens de volta aplicando a Filosofia na prática. Agora, você pode conhecer os destinos desses jovens e refletir sobre histórias parecidas com as suas ou com a de todos que carregam lembranças tão especiais.



Fuja da Fármacia, Dr. Mehmet Oz

Em Fuja da Farmácia, Dr. Oz apresenta um plano para você aproveitar o poder de cura dos alimentos. Por meio de um simples programa de refeições, incluindo alimentos ricos em nutrientes, o Dr. Oz explica como perder peso, aumentar sua energia, prevenir e reduzir uma série de complicações… e o melhor: tudo sem medicação! Com receitas saudáveis e deliciosas, e com base nos resultados práticos, alcançados por milhares de leitores, este livro é o melhor guia para comer com saúde, e também um ingresso para viver uma nova fase da sua vida. Você vai descobrir como preparar refeições saudáveis, saborosas e rápidas, e será capaz de perceber benefícios visíveis tanto em seu corpo quanto em sua disposição, apenas incluindo algumas novidades em seu prato. Melhore seu humor, perca peso, tenha uma saúde (e pele) impecável… Você não precisa de uma pílula para cada uma dessas coisas, mas o Dr. Oz mostrará que existe um alimento adequado para cada necessidade!

05 abril 2019

Resenha - The Chase, Elle Kennedy


Livro: The Chase - A busca de Summer e Fitz (Briar U #1)
Autor(a): Elle Kennedy
Editora: Paralela
Páginas: 320
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Bem-vinda de volta aos jogos de hóquei e às festas da Universidade Briar! No primeiro spin-off da série Amores Improváveis, conheça a apaixonante e misteriosa Summer, irmã de Dean.
Todo mundo diz que os opostos se atraem. E deve ser verdade, porque não tem nada que explique minha atração por Colin Fitzgerald. Ele não faz meu tipo e, o pior de tudo, me acha superficial. Essa visão distorcida que ele tem de mim é o primeiro ponto contra. Também não ajuda que ele seja amigo do meu irmão. E que o cara que mora com ele tenha uma queda por mim. E que eu tenha acabado de me mudar para a casa deles.
Mas isso não importa. Estou ocupada o bastante com uma faculdade nova, um professor que não larga do meu pé e um futuro incerto. Além do mais, Fitzy deixou bem claro que não quer nada comigo, embora tenhamos uma química de dar inveja a qualquer casal. Nunca fui de correr atrás de homem, e não vou começar agora. Então, se o meu roommate gato finalmente acordar e perceber o que está perdendo… Ele sabe onde me encontrar.

Quando a quadrilogia Amores Improváveis estáva chegava ao fim, a autora deixou alguns indícios dentro da história de que uma nova série poderia surgir e agora o primeiro livro da série spin-off, Briar U, está em nossas mãos. Mais alguém torcendo para ser quadrilogia? Um novo grupo está assumindo a República onde nossos queridos protagonistas moravam. Todos são jogadores de hóquei e, por conta disso, velhos conhecidos do leitor.

Fitz tem toda a aparência de um bad boy: alto, musculoso, tatuado, bonito e atleta, mas basta observá-lo em uma festa que seja para perceber que não é bem assim. Fisicamente não há o que se dizer, as mulheres se jogariam nele se tivessem mais oportunidades, só que Fitz prefere ficar na dele. Aluno de dois cursos distintos, artes e informática, seu objetivo pós faculdade é trabalhar como design de games. Desenhar é uma parte importante de sua vida, foi essencial para superar a turbulência que era viver com seus pais, e basta olhar suas tatuagens para ver que o cara manda bem. Desenhar jogos de computador é uma forma de unir sua arte Com o lado nerd.

03 abril 2019

Nos Cinemas - Shazam!

Filme: Shazam!
Diretor(a): David Sandberg
Distribuidora: Warner/DC
Duração: 2h12mim
Lançamento:  4 de abril de 2019
Classificação: 14 anos

Todos temos um super-herói dentro de nós; só é preciso um pouco de magia para que ele ganhe vida. No caso de Billy Batson, basta gritar uma palavra -SHAZAM!- para que o jovem malandro de 14 anos se transforme no super-herói adulto Shazam (Levi), cortesia de um antigo mago. Um menino em sua essência - dentro de um corpo sarado, como o de um deus -Shazam se esbalda nesta versão adulta dele mesmo fazendo aquilo que qualquer adolescente faria com superpoderes: divertir-se com eles! Ele é capaz de voar? Tem visão de raio-X? Consegue soltar raios pelas mãos? Pode perder a prova de estudos sociais? Shazam começa a testar os limites de suas habilidades com a despreocupação típica de uma criança. Contudo, ele precisará dominar estes poderes rapidamente para lutar contra as forças do mal controladas pelo Dr. Thaddeus Sivana.

Sabedoria de Salomão, a força de Hércules, o vigor de Atlas, o poder de Zeus, a coragem de Aquiles e a velocidade de Mercúrio. Shazam. Assim é constituído o poder do nosso super-herói da vez e que merece todas as nossas atenções.

Falar sobre Shazam será uma tarefa fácil para mim. Sabia absolutamente nada sobre o herói até assistir ao filme. Não sei se a origem do herói é a mesma apresentada nos quadrinhos. E sinceramente, pra mim não faz diferença, já que toda hora origens são alteradas. A que vi no filme, ao meu ver, funcionou perfeitamente.

O mundo cinematográfico da DC não tem me animado ultimante. Não que Mulher-Maravilha e Aquaman tenham sido ruins. Mas eu sentia que faltava algo. À base de comparação, sabia tanto deles dois quanto sabia do Shazam - Nada!

Logo, o filme chega com a responsabilidade de continuar com a boa margem de lucro que o universo DC atingiu nos cinemas com Mulher-Maravilha e Aquaman. E acertaram em cheio, O longa é emocionante, é divertido, bem produzido... Ele é muito mais do que os outros não foram.


A começar pelo elenco infantil. E que elenco. Mas o grande destaque fica por conta de Jack Dylan Grazer, que interpreta Freddy Freeman. O menino provou que é um ótimo ator mirim. Sua sintonia com Zachary Levi (Shazam adulto) e Asher Angel (Billy Batson/Shazam em sua forma infatil) é incríve. Zachary interpreta Shazam de uma forma autêntica, sem parecer medonha. Mark Strong também não fica atrás e nos entrega um vilão perfeito.

Um outro aspecto do filme que me deixou muito satisfeito foi o uso da computação gráfica. Normalmente acho exagerado demais o uso de cenários digitais nos filmes da DC, pesando a mão na artificialidade. Aqui não. Os cenários foram bem trabalhados, mais naturais, criando um ambiente crível. Os efeitos especiais foram usados de maneira equilibrada e eficaz.

As mais de duas horas de filme passam entre risos fáceis, referências aos outros heróis, cultura pop, cenas emocionantes e muita luta. A luta final nos transmitem tanta empolgação que nem a Liga da Justiça conseguiu.

Se você não tem familiaridade com o herói, não se preocupe. O filme é didático, mas de forma inteligente e toda a sua origem, e o seu desenvolver do longa, acontecem de forma orgânica, sem ser cansativo. Para um filme de origem, não há adjetivos que consigam resumir o que ele representa. É leve, divertido, emocionante, bem desenvolvido, com personagens interessantes e que, com certeza, irá valer cada centavo e minuto do seu tempo.




01 abril 2019

Lançamento da Editora Valentina (Abril/ 2019)


A impossível faca da memória, Laurie Halse Anderson
A adolescente Hayley Kincain e o pai, Andy, passaram cinco anos viajando de caminhão, fugindo das lembranças que os assombram. Agora, estão de volta à cidade natal de Andy para tentar levar uma vida “normal”, mas os horrores que ele testemunhou na guerra ameaçam destruir a existência de pai e filha. De mãos e pés atados, Hayley é obrigada a vê-lo ser lentamente derrotado pela depressão, e se entregar às drogas e à bebida para calar os demônios interiores. É então que seu próprio passado vem à tona, e o presente se estilhaça... anunciando um futuro totalmente incerto. O que você deve fazer para proteger a vida de seu pai quando a morte o está rondando? Que atitude tomar quando os papéis de pai e filha se invertem? E o que acontece quando aquele garoto encantador e divertido entra no seu mundo sem pedir licença e, pela primeira vez, você se vê pensando no futuro? Atual, surpreendente, irresistível, A impossível faca da memória é Laurie Halse Anderson no seu auge.

30 março 2019

Resenha - Um Marido de Faz de Conta, Julia Quinn


Livro: Um Marido de Faz de Conta (Os Rokesby #2)
Autor(a): Julia Quinn
Editora: Arqueiro
Páginas: 304
Adquira: Amazon
Livro cedido através da parceria com a editora
Enquanto você dormia… Depois de perder o pai e ficar sabendo que o irmão Thomas foi ferido durante uma batalha nas colônias, Cecilia Harcourt tem duas opções igualmente terríveis: se mudar para a casa de uma tia solteira ou se casar com um primo vigarista. Então ela cruza o Atlântico, determinada a cuidar de seu irmão pelo tempo que for necessário. Só que, após uma semana sem conseguir localizá-lo, ela acaba encontrando seu melhor amigo, o lindo oficial Edward Rokesby. Ele está inconsciente, precisando desesperadamente de cuidados, e Cecilia promete salvar a vida desse soldado, mesmo que para permanecer ao lado dele precise contar uma pequena mentira... Eu disse a todos que era sua esposa. Quando Edward recobra a consciência, não entende nada. A pancada na cabeça o fez esquecer tudo que aconteceu nos últimos três meses, mas ele certamente se lembraria de ter se casado. Apesar de saber que Cecilia Harcourt é irmã de Thomas, eles nunca foram apresentados. Mas, já que todo mundo a trata como esposa dele, deve ser verdade. Quem dera fosse verdade… Cecilia coloca o próprio futuro em risco ao se entregar completamente ao homem que ama. Mas quando a verdade vem à tona, Edward talvez também tenha algumas surpresas para a nova Sra. Rokesby.


No momento em que Edward Rokesby, o segundo filho do conde de Manston foi convocado para a guerra, de longe imaginou que em meio aquele lugar de tanta dor e terror conheceria alguém tão leal como Thomas Harcourt, com quem dividiria o angustiante fardo de arriscar a própria vida pela pátria e construiria uma relação de verdadeira amizade.

Em meio à solidão do campo de batalha, era através das correspondências de seus familiares que os soldados encontravam certo conforto, em especial Thomas, que recebia constantemente cartas de Cecilia, sua única irmã. Devido ao seu forte laço de amizade com o capitão Rokesby, Thomas o mencionava em quase todas as suas correspondências endereçadas à irmã, motivo pelo qual Cecilia começou a escrever trechos direcionados a Edward, que os aguardava com grande ansiedade.

Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥