24 fevereiro 2015

Resenha - Uma Razão Para Respirar

Na cidade de Weslyn, Connecticut, onda a maioria das pessoas se preocupa em ver e ser vista, Emma Thomas preferia não ser percebida de forma alguma. Ela está mais preocupada em fingir perfeição enquanto puxa as mangas da blusa para baixo para esconder as marcas roxas, não querendo que ninguém perceba quão longe da perfeição ela realmente está. Sem esperar, ela encontra o amor. O amor a desafia a reconhecer seu valor, mas correndo o risco de revelar o terrível segredo que esconde.O livro "Uma razão para respirar' é eletrizante da primeira à última página; uma história ímpar sobre mudança, crueldade inesperada e uma garota se agarrando à frágil esperança. Uma Razão para respirar não é só um romance é um livro que aborda a violência doméstica e todos os dilemas que as crianças e adolescentes que passam por isso precisam enfrentar. A personagem principal vive esta realidade e tenta tornar-se invisível para que as pessoas a sua volta não a percebam. E por meio da amizade e amor ela tenta superar cada dia doloroso até que consiga escapar desta rotina. Uma história forte, emocionante, dura, real, meiga, triste e doce ao mesmo tempo, que vai mexer com os sentimentos do leitor. Uma leitura envolvente do inicio ao fim.

SÉRIE: Trilogia Breathing #1
AUTOR: Rebecca Donovan
EDITORA: Pandorga
EDIÇÃO: 2014
CONCEITO: 4 estrelas
PÁGINAS: 496
Adicione no SKOOB


Após o falecimento do pai e a falta de dedicação da mãe alcoólatra, Emma Thomas começa a sofrer os traumas de uma adolescente que desde cedo precisa aprender a sobreviver em um lar que não é o seu. Sem a estrutura familiar necessária para qualquer pessoa, Emma é obrigada a morar com o tio George e a sua esposa Carol, e desta forma continuar com seus estudos, conseguir uma bolsa para uma boa faculdade e seguir com a vida. Porém as coisas não são tão fáceis assim, e a realidade que encontramos é completamente diferente.

Ao contrário do que se deveria esperar quando se está em uma situação difícil, Emma não é aceita pela esposa do tio, que acredita que a moça seja uma intrusa em sua casa, atrapalhando o seu casamento e a vida de sua família. É possível perceber como Carol é uma personagem maquiavélica e sem princípios, usando sempre de palavras de baixo calão e de ironias infundadas para humilhar constantemente Emma, e acreditem, essa mesma personagem tem dois filhos pequenos e os trata como se fosse a melhor mãe do mundo. O tio por outro lado, fecha os olhos para todas as atrocidades cometidas pela esposa, permitindo que a sobrinha viva um inferno dentro de casa e sofra dos mais terríveis atos de desrespeito, humilhação e violência física e verbal.

Trouxe minhas pernas ao meu encontro, cobrindo minha cabeça com minhas mãos, deixando minhas costas expostas. A cada açoite raivoso, meu corpo se recuava, recebendo cada lambada excruciante com minha mandíbula travada em meio a um gemido. (pág. 158)

Mesmo com toda essa situação, o que encontramos na trama não é uma personagem fraca e reclamando da vida, pelo contrário, Emma usa sua amizade com Sara e o foco nos estudos e nos esportes como sua válvula de escape para encarar os poucos mais de 600 dias que lhe restam na casa dos tios. Pois será através de suas notas e de sua dedicação que conseguirá uma bolsa de estudos para ir para uma faculdade bem longe da casa de Carol e George.

Sara é a única amiga que Emma se permite ter na escola, e é com ela que Emma consegue ter algumas experiências normais, como festas, garotos e fofocas. Porém até mesmo Sara tem limitações em relação a vida da amiga, já que Emma a todo custo tenta esconder os danos que as surras de Carol lhe causam.

[...] Não posso ignorar isso; não consigo fingir que não vejo o que ela faz com você. – Os ombros de Sara arquearam enquanto ela erguia a cabeça vagarosamente, revelando as lágrimas correndo em seu rosto. – Emma, você tem que contar para alguém. (pág. 161)

Mesmo com todos os problemas, Emma estava conseguindo seguir em frente junto de seus hematomas escondidos e a determinação de que passará por tudo isso. Tentando ao máximo ser invisível na escola para que ninguém quebrasse as barreiras dos segredos do que acontece em seu lar, ela só não contava que o novo aluno Evan Matthews a enxergaria da forma que ninguém fez. E mesmo com todas as suas negativas em relação aos apelos do rapaz, Emma não resiste ao carinho e atenção dados por Evan constantemente.

Não podia sentir nada por Evan, o que estava acontecendo? (pág. 202)

Emma é uma personagem digna de aplausos, pois para aturar tudo o que a esposa do tio lhe faz e ainda se manter de pé quando não há base alguma para se apoiar não é fácil. Tá aí uma personagem que faz com que o leitor torça avidamente para ter um final mais que feliz. O final do livro nos deixa em desespero, e no momento a única coisa que consigo pensar é correr para ler a continuação.

Uma Razão Para Respirar foi um livro que me surpreendeu do início ao fim, pensei que encontraria uma história pesada e uma personagem que sofresse constantemente. Mas o que encontrei foi uma história que fala de amizade, de amor e de todo o dia a dia de uma pessoa que embora sofra maus tratos, ainda precisa seguir com a vida e correr atrás de seus objetivos. É um livro que nos faz refletir sobre a realidade que infelizmente pode existir em muitos lares. 

- - - - -
Essa postagem está participando do TOP COMENTARISTA, 
Veja como participar aqui.

23 comentários

  1. Olha sinceramente tenho que confessar que me senti bastante atraída pela série.
    Achei as capas maravilhosas no qual me chamaram bastante atenção, mas fiquei com medo de comprar os livros e não gostar, porque não gosto de histórias pesadonas sabe? Mas mesmo assim, eu acho que a série vale a pena, ainda mais quando nos passa lições de vida. E normalmente esses tipos de coisa que acontecem com a personagem acontecem diáriamente e nem sabemos quando ou onde. Mas o problema mesmo é o trauma. Enfim...Quero muito conferir a série e espero gostar bastante da leitura assim que tiver oportunidade =]

    http://lovereadmybooks.blogspot.com.br/2015/02/resenha-o-presente_24.html

    ResponderExcluir
  2. Poxa, esse é um livro que eu não fiquei com vontade de ler =/ Eu acho fantástico quando o livro mostra essas lições de vida e nos faz refletir sobre problemas reais, mas não consegui me sentir atraída. Talvez eu compre em e-book para ter um gostinho a mais né? Quem sabe a escrita não me convença?
    Beijos,
    Carol

    ResponderExcluir
  3. O livro já me ganhou com a sinopse! E a resenha me convenceu de vez! A capa está linda.
    Entrou na meta de leitura e lista de desejados!

    ResponderExcluir
  4. E eu achando que seria só mais do mesmo.. caraca.. que livro é esse.. eu lendo sua resenha aqui e morrendo de vontade de ler.. mas é melhor esperar a continuação.. bom gostei bastante da protagonista ser forte mesmo com todas as dificuldades enfrentadas..

    ResponderExcluir
  5. Infelizmente o que a Emma Thomas passa é o que muitas mulheres passam em lar domestico, gostei muito desta trama, me surpreendeu e muito mesmo. Uma pena!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Glaucia!!!!
    Sou louca nessa trilogia! Ainda não tive a oportunidade de ler nenhum livro da trilogia, mas recentemente fiquei sabendo que vou ganhar o primeiro exemplar, e espero de <3 gostar e apreciar a leitura, tanto quanto você :D MAs acho que vou amar esse livro, pois como você disse, ele nos faz refletir, e leituras assim sempre fazem bem!
    Adorei!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Oi Glaucia, tudo bem?

    Não conhecia esse livro mas fiquei bastante curiosa para ler. Pelo que percebi é um livro que traz um conteúdo com temas fortes, mas que a autora soube conduzir a história. Que bom que a protagonista é legal e não reclama, não gosto de protagonistas chatas. Vou procurar mais sobre esse livro.

    Beijos
    Leitora sempre

    ResponderExcluir
  8. Olá

    A capa não me chamou muito a atenção, mas seus comentários positivos até que me deixaram um pouquinho curioso. Não conhecia o livro, mas acho que daria uma chance se tivesse a oportunidade.

    Abraço!
    www.umomt.com

    ResponderExcluir
  9. Olá =)

    A capa não me atraiu muito, mas fiquei curiosa pela sua resenha e seus comentários sobre o livro. Não conhecia o livro e nem a autora, mas gostaria de conhecer. Fiquei feliz em saber que a autora soube conduzir a história muito bem. Um ponto a mais. Que bom que os personagens não fazem dramas desnecessários. Parabéns pela resenha!

    Beijos, Rob
    http://estantedarob.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  10. Oi Glaucia, sua linda, tudo bem?
    Eu acompanhei o lançamento desse livro e acho super importante a denúncia que a autora fez de maus tratos, violência física e emocional. Que tio é esse? Tirou a sobrinha da mãe para fazer pior? Eu sei que a Carol é que comete a violência, mas ele tem conhecimento e permite. Ela é sangue dele!!!! Nossa, estou com o coração apertado por ela. Tomara que esse rapaz na escola a salve. Mas fiquei nervosa quando disse que o final é desesperador, isso nunca é bom.
    Adorei sua resenha!!!
    beijinhos.
    cila
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Glaucia lindona já estou vendo que irei querer dar uns tapas da tia de nossa protagonista, estou bem curiosa com essa Trilogia, e sua resenha me cativou a ler rápido . Gostei de saber que a protagonista não é de ficar chorando e sim continua na luta. Vou ler com certeza. beijos

    Joyce
    www.livrosencantos.com

    ResponderExcluir
  12. Oi
    AI. MEU. DEUS. Lendo a sinopse, pensei que eu não iria gostar do livro, mas, a questão é que eu gostei. Quero ler o livro para tentar entender o porquê dela (a personagem principal) não fazer algo. Tipo, morar com a Sara ou algo do tipo. Fiquei ansiosa para saber o final.

    abs

    ResponderExcluir
  13. Olá Glaucia!
    Nossa, fiquei com uma baita pena da Emma, depois de tudo que ela passou ainda ter de aturar essa Carol. Adorei sua resenha, vou anotar a dica e quem sabe ler este livro em breve.
    Abraços

    www.estantejovem.com.br

    ResponderExcluir
  14. Olá, esse livro foge do clichê de que a protagonista sairia de um lar devastado e iria morar com parentes que a amasse e mesmo assim seria franca, e nos traz uma protagonista forte que mesmo sofrendo bastante consegue lutar para ter um futuro *--* Sem duvida quero lê-lo <3

    Visite "Meu Mundo, Meu Estilo"

    ResponderExcluir
  15. Gostei do titulo, achei que combinou muito com a história. Quando comecei a ler o post, também imaginei que ela fosse sofrer muito, mas como você disse, parece o contrário, e gostei do modo como a história é contada. E odiei a Carol, mulher má e sem coração. Mas ainda bem que Emma vai estudar fora. É uma tristeza saber que existe isso em várias famílias no mundo.
    Mas apesar de tudo gostei muito do livro, quero ler!
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Olá, tudo bem?

    Nossa, eu não conhecia o livro, mas instantaneamente fiquei com vontade de lê-lo. Fiquei ainda mais curioso quando você falou que não é uma história pesada, mas sim um ensinamento sobre amizade e amor. Espero poder lê-lo em breve!

    Um abraço,
    Sérgio H.

    www.decaranasletras.blogspot.com

    ResponderExcluir
  17. Cara, adoro livros que tratam de temas mais pesados, ainda mais quando são dramas familiares. Não conhecia esse livro, aliás conheço muito pouco do catálogo da Pandorga, mas gostei da proposta.
    Beijinhos!
    Giulia - www.prazermechamolivro.com

    ResponderExcluir
  18. Oi, Glaucia!
    Não conhecia esse livro. Nossa, sua resenha me encantou.
    Fiquei mesmo com vontade de ler e conhecer a historia mais de perto.
    Gosto de livros assim, que retratam uma realidade mas de maneira sutil e leve.
    Vou anotar essa dica.

    Beijinhos
    Jaque - Meus Livros, Meu Mundo.

    ResponderExcluir
  19. Que bom que a Emma consegue reagir apesar dos maus tratos e correr atrás do que é importante para ela. Adoro livros que tratem de temas fortes e que tenham protagonistas fortes também, então me interessei por esse. Só que se o final é assim, se nos deixa realmente em desespero, com certeza vou deixar para ler só quando tiver esse e a continuação em mãos.

    Beijo!

    Ju
    Entre Palcos e Livros

    ResponderExcluir
  20. glaucia eu já tinha pulado no pescoço da mulher do tio dela e dado muito na cara dela. haha sou dessas q é meio esquentada, mas enfim q bom q a personagem e forte pq to cansada dessas mocinhas fracas sabe.
    fiquei muito interessada no livro. vou add no skoob.
    Seguindo o Coelho Branco

    ResponderExcluir
  21. Oiii
    Primeira coisa que tenho que falar é sobre a capa, achei linda! Gostei bastante da premissa.
    O jeito que a história é contada para ser muito bom. Gostei de saber que a Emma reage, adoro personagens assim.
    Quero ler.

    Beijos
    http://www.sacudindoaspalavras.com.br/

    ResponderExcluir
  22. Nossa, eu não poderia achar que a história era isso tudo. Acho que julguei errado hahahah mas gostei bastante do que você falou. Que sufoco hein? Estar em uma casa com gente que não te quer bem :/
    Acho que leria.
    Bjs

    www.horadaleitur.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  23. Oi Glaucia... Nossa!!
    Fiquei super interessada pela leitura do livro... nunca nem tinha ouvido falar dele e se ouvi não me recordo... o que sei é que a premissa me chamou muito atenção... infelizmente fiquei consternada pela personagem... imaginando do porque ela não devolvia os tapas nessa tal de Carol... mas depois eu pensei... ela morava ali de favor... e estava sozinha, precisava de um lugar para ficar... pelo menor até ir para a faculdade.... na sua resenha já me senti pensativa... então preciso do livro... Xero!

    ResponderExcluir


Mais que Livros - 2015. Todos os direitos reservados.
Tecnologia do Blogger.
Miss Mavith - Design with ♥